5 passos para prevenir o Alzheimer

Doação feita neste mês de Novembro de 100 milhões de dólares por Bill Gates e filmes como – Para Sempre Alice- reacendem a discussão para o combate da doença

 

Para sempre Alice171115 114833Cena do filme – Para sempre Alice- mostra o drama da doença enfrentada pela personagem interpretada por Julianne Moore

No dia 13 de Novembro, o dono da Microsoft, fez um aporte de 100 milhões de dólares em estudos que procuram a cura para o Alzheimer. No Brasil já são mais de 1,2 milhão de casos, de acordo com a Associação Brasileira de Alzheimer. No mundo este número sobe para 35 milhões de pessoas. A doença acontece pela atrofia lenta e progressiva do cérebro, causando demência e perda da memória. É ocasionada por dois tipos de dano neuronal: acúmulo de proteína beta-amiloide e emaranhado de proteína tau no cérebro. Sabe-se que tem influência genética, porém não é um atestado que o indivíduo desenvolverá a doença. Práticas diárias e estilo de vida podem ajudar no combate e desenvolvimento da patologia.

É fato que não há cura e que os medicamentos existentes ajudam a preservar o que restou da capacidade cognitiva, todavia alguns estudos provaram que boa alimentação, exercícios físicos, e novos conhecimentos, como aprender um novo idioma, podem ser uma boa trinca para as pessoas de todo o mundo minimizarem as chances de contraírem a enfermidade. Jean Carper, jornalista americana, cita esses três hábitos em seu livro – 100 dicas simples para prevenir o Alzheimer e a perda de memória- uma coletânea de pesquisas científicas sobre o tema.

A indústria cinematográfica americana também já expôs no filme – Para sempre Alice- o quanto a doença evolui rápida e o drama vivido pela família e a paciente. A película rendeu a Julianne Moore o Oscar de melhor atriz em 2015 e nos faz refletir sobre a gravidade da doença ao mostrar a perda de memória, movimentos, e o impacto dos relacionamentos da personagem.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Hospital Geral de Massachussetts e a Escola de Medicina de Harvard, publicada no respeitado periódico Neurology, estimular o cérebro não evita o Alzheimer, mas retarda os sintomas. Já que a moléstia não tem vacina e nem remédio, ainda, para cura, retardar o aparecimento da doença é um avanço. Pensando nisso, Augusto Jimenez, psicólogo e CEO da rede Minds Idiomas, implantou neste ano novas técnicas de aprendizado nas turmas com idade avançada. "Treinamos os professores para ensinar inglês para as pessoas que têm acima de 60 anos com técnicas como dança-terapia e Mindfulness. Assim, os alunos (as) aprendem uma nova língua de forma mais orgânica e estimulam a mente. Reduzindo, dessa forma, a chance de desenvolver o Alzheimer", explica Augusto.

Para ajudar indivíduos a manter a mente ativa, mudar alguns hábitos e minimizar as chances do aparecimento precoce do Mal de Alzheimer, Augusto Jimenez, psicólogo da Minds Idiomas, cita 5 mudanças para a sua rotina:

1) Monte quebra-cabeças

Um estudo publicado na revista Archives of Neurology mostrou que quem tem o hábito de montar quebra-cabeças têm menos presença da beta-amilóide em seus cérebros, proteína responsável pelo Mal de Alzheimer.

2) Beba 2 litros de água

Essa dica parece a mais óbvia, porém a mais difícil de manter. Quando o indivíduo atinge os 60 anos têm pouco mais de 50% de água no corpo. É preciso se hidratar e essa situação se agrava porque mesmo desidratados, as pessoas podem não sentir vontade de beber água. Isso acontece porque os mecanismos internos podem não funcionar muito bem e por isso é preciso incorporar o hábito. Sem líquido, as capacidades cognitivas ficam comprometidas e pode potencializar o desenvolvimento de doenças, entre elas o Alzheimer.

3) Aprenda algo novo todos os dias

A reserva cognitiva é infinita e estudos mostram que mesmo uma mente já com Alzheimer pode continuar funcionando devido aos conhecimentos adquiridos no decorrer da vida. Por isso, aprenda algo novo todos os dias. Vale cozinhar, palavras – cruzadas, ler ou\e aprender uma nova língua.

4) Deixe o medo de lado: faça os testes de Alzheimer

Outra dica que parece óbvia, porém que poucos praticam é ir ao médico e pedir os testes de compatibilidade da doença. O diagnóstico pode ser feito de forma simples por meio de testes não invasivos e de fácil execução. 18 anos antes dos primeiros sintomas é possível descobrir se vai contrair o Alzheimer. Por isso, deixar o medo de lado e se prevenir é o melhor caminho.

5) Coma peixe, verduras e beba uma taça de vinho

O ômega 3 do peixe ajuda a prevenir a doença, verduras folhosas como o espinafre e o vinho podem retardar a perda da memória. Tornar o consumo desses alimentos e bebida, em porções pequenas, mas diárias, pode rejuvenescer a idade cognitiva de uma pessoa em até cinco anos. Se alimente com itens saudáveis!

Última atualização em Seg, 20 de Novembro de 2017 17:48
 

Enem | O mais seguro dos últimos anos

Mendonca Filho EBC 748x400Ministro da Educação, Mendonça Filho

 

As mudanças na aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano consolidaram uma edição bem sucedida e marcada por mais tranquilidade e segurança para todos os que participaram. “Este foi o Enem mais seguro dos últimos anos. Todo o planejamento foi seguido à risca e a gente conseguiu alcançar o objetivo de um exame tranquilo, com mais conforto para os estudantes, no qual se premia o mérito e o bom desempenho”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho, em coletiva de imprensa realizada ao final do último dia de provas, ocorrido neste domingo, 12.

No evento, o ministro anunciou que aqueles que fizerem a prova do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e obtiverem nota mínima terão gratuidade garantida na inscrição do Enem 2018. Além disso, agradeceu o envolvimento de todas as instituições que participaram do processo, em especial o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação responsável pela aplicação do exame. “MEC e Inep estão de parabéns por este sucesso, bem como todas as instituições que cooperaram para que a gente alcançasse os resultados de hoje. Sucesso absoluto”, enfatizou.

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, também comemorou a realização das provas dentro deste novo modelo. “As mudanças foram extremamente positivas”, afirmou. Para aplicar as provas para 6,7 milhões de inscritos, o Inep mobilizou 600 mil pessoas em todo o país.

Mudanças – Entre as novidades na edição deste ano, esteve a divisão da prova em dois domingos, ponto reforçado por Mendonça Filho durante a entrevista coletiva. “Pode-se dizer claramente viável essa aplicação. É um legado que fica para além de 2017, com uma grande adesão e simpatia por parte dos estudantes. Algo que se traduz em mais tranquilidade e menos pressão para os estudantes.”

Números – O balanço final do Enem 2017 registrou 4.574.895 candidatos presentes na prova deste domingo, o que corresponde a 68% dos inscritos. No primeiro dia de exame, em 5 de novembro, o total de presentes foi de 4.724.519, totalizando 70,2% de presença. Ao todo, foram feitos 58.576 atendimentos especiais. O número de eliminados nos dois domingos foi de 842 participantes, inferior a outras edições. Foram registradas apenas 158 ocorrências nos dois dias de aplicação, sendo 45 neste domingo e 113 no domingo passado.

Segurança – A parceria entre MEC, Inep e Polícia Federal teve êxito no monitoramento de quadrilhas dedicadas a fraudar concursos públicos e processos seletivos. Neste domingo, foi deflagrada a Operação Passe Fácil, que teve por objetivo coibir fraudes no exame. Foram cumpridos 62 mandados – 31 de busca e apreensão e 31 de conduções coercitivas – nos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte e São Paulo e no Distrito Federal.

Este ano, o Enem estreou a prova personalizada e o uso de detectores de ponto eletrônico, e teve a maior cobertura de detectores de metal desde que o recurso começou a ser usado: 100 participantes por detector. A coleta de dado biométrico completa o esquema. Desde 2016, o MEC, o Inep e a PF atuam juntos, em um trabalho de inteligência a partir dos dados do Inep, enfraquecendo a atuação de criminosos e garantindo a isonomia entre os participantes. 

Reaplicação – Pelo menos 3.581 pessoas farão a reaplicação do Enem, nos dias 12 e 13 de dezembro, quando as provas também serão aplicadas para as pessoas privadas de liberdade. O grau de dificuldade da prova é equivalente. São 3.570 casos de participantes afetados pela interrupção de energia em seus locais de prova no último domingo, 5, em Teresina, Olinda (PE) e Uruaçu (GO).

Houve outros 11 casos de decisões judiciais para aplicação em classe hospitalar, e decisões da Comissão de Demandas do Inep para atender participantes que tiveram problemas com identificação ou por não terem solicitado os recursos que necessitavam para fazer a prova.

Áreas – Neste domingo, as áreas de conhecimento avaliadas foram matemática e suas tecnologias, e ciências da natureza e suas tecnologias. Os participantes tiveram 4 horas e 30 minutos para resolver 90 questões objetivas. É a primeira vez que as duas áreas são aplicadas no mesmo dia. A nova divisão organiza a demanda cognitiva do participante de maneira mais inteligente e integrada. Candidatos com direito a tempo adicional e os surdos e deficientes que escolheram o recurso de videoprova traduzida em Língua Brasileira de Sinais (Libras) tiveram uma e duas horas a mais, respectivamente, para encerrar o exame.

Última atualização em Qui, 16 de Novembro de 2017 10:29
 

Natal do Bradesco | Palácio Encantado

03

 

Com estreia prevista para 1º de dezembro, o Natal do Bradesco chega à sua 27ª edição mais encantador do que nunca. Com o tema “O Palácio Encantado”, o espetáculo contará a história de alunos de um conservatório de música que, com a ajuda de sua professora, trazem à vida o Sr. Palaciano, o simpático personagem que sofreu um encantamento e se solidificou na forma do Palácio Avenida.

 

Esse é o enredo protagonizado pelas 111 crianças coralistas do Natal do Bradesco que, este ano, recebem a bailarina, cantora e atriz Simone Gutierrez no papel da professora de música.

 

“A cada edição temos o desafio de trazer ainda mais brilho e qualidade para este evento tão tradicional. Com o enredo deste ano, quisemos dar o devido destaque ao prédio onde fica um de nossos escritórios e agência e que é tão emblemático para a cidade”, conta o diretor de Marketing do Bradesco, Márcio Parizotto. 

 

O Bradesco produziu o espetáculo pela primeira vez em 2016, mas o Palácio Avenida já é palco das apresentações do coral há quase três décadas. “Será uma bela homenagem. Demos um novo significado ao tijolo e à parede e, com a magia e o encantamento que são tão característicos do espetáculo, transformamos o prédio em personagem”, explica o diretor artístico do Natal do Bradesco, Wado Gonçalves.

 

O Sr. Palaciano ganhará vida graças à tecnologia de projeção de vídeo conhecida como mapping. Este universo lúdico, inspirado em filmes como A Noviça Rebelde, Mary Poppins e Harry Potter, fará um tributo à Terra, à força da vida, à importância da descoberta, do aprendizado, da fé e da paz.

 

O espetáculo será dividido em quatro atos: bloco ar, com figurinos e adereços em tons de azul, com tecidos leves e esvoaçantes; bloco água, representado por chuvas, riachos e pescadores; bloco terra, fazendo uma homenagem ao plantio e à colheita, com tons terrosos nos adereços e projeções; e por fim o bloco fogo, representado pelo calor que aquece os povos, com elementos vermelhos como a marca Bradesco e também a cor do Natal.

 

Caberá à professora de música vivida por Simone Gutierrez a regência de todo o espetáculo, conduzindo seus alunos ao mesmo tempo em que invoca as forças da natureza a cada mudança de bloco.

 

O repertório, que este ano traz dez músicas inéditas, também foi cuidadosamente escolhido para representar cada ato. As crianças estão ensaiando desde outubro canções como Vilarejo, Chuva no Brejo, Clareana, Magamalabares e Amor de Índio.

 

“Normalmente temos quatro a cinco músicas novas a cada edição do Natal, mas este ano optamos por trazer mais novidades. As canções antigas também foram rearranjadas, então o público verá um espetáculo bem diferente”, afirma a maestrina Dulce Primo, que já está há 24 anos à frente do projeto.

Cerca de 90% das crianças estão participando do Natal do Bradesco pela primeira vez, e 11 delas atuarão como solistas ao lado de Simone Gutierrez e do corpo de bailarinos e performáticos.

 

O Natal do Bradesco tem direção musical de Dulce Primo, direção cênica de Ricardo Rizzo, direção de movimento de Keila Bueno, conceito criativo de Wado Gonçalves e Diego Ognibeni, direção geral de Wado Gonçalves e produção da BFerraz.

 

Anjos de Natal

Cerca de 150 funcionários e estagiários do Bradesco e seus familiares foram selecionados para atuar como voluntários e acompanhar as crianças durante os ensaios gerais e apresentações. Conhecidos como “Anjos de Natal”, eles zelam pelo bem-estar físico, e emocional dos participantes antes, durante e após os espetáculos. São eles que auxiliam a vestir o figurino, o cinto de segurança e os adereços utilizados no espetáculo. Esses voluntários passam por um treinamento com especialistas em desenvolvimento infantil, com o objetivo de capacitá-los também quanto ao relacionamento e à convivência que terão com as crianças.

 

De Curitiba para todo o Brasil

Outra novidade deste ano é que o aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, ganhará um lounge ambientado com a identidade visual do espetáculo. Quem passar por lá poderá deixar mensagens e desejos de Natal. O lounge funcionará de 24 de novembro a 24 de dezembro.

Quem está fora de Curitiba poderá acompanhar a transmissão ao vivo do espetáculo na página do Bradesco no Facebook.

“Esta é uma forma de democratizar o acesso ao espetáculo. Já temos uma média de 30 mil pessoas por noite em frente ao Palácio Avenida. Com a transmissão ao vivo, atingiremos um número ainda maior de espectadores. São muitas novidades planejadas para este ano, inspiradas em grandes e tradicionais musicais da Broadway. Com certeza quem estiver nos assistindo será surpreendido”, adianta Parizotto.

 

Sobre o Bradesco Cultura

Com mais de 350 projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuam para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de Norte a Sul do país, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. Com apoio a eventos regionais, museus, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, a instituição possui, ainda, uma plataforma de naming rights com o Teatro Bradesco, que conta com unidades em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Já passaram pela Temporada Cultural do Bradesco de 2017 as exposições Anita Malfatti, Antônio Gaudi, Steve Jobs, Van Gogh, Yoko Ono, os espetáculos "Les Misérables", "O Homem de La Mancha", o Festival Amazonas de Ópera, o Forrozão do Galo de Recife e as festas de São João de Campina Grande e Caruaru.

 

Serviço:
O que: Natal do Bradesco 2017

Tema 2017: O Palácio Encantado

Onde: Palácio Avenida – Centro de Curitiba/PR

Quando: 1, 2, 3, 8, 9, 10, 15, 16 e 17 de dezembro (às sextas, sábados e domingos)

Horário: 20h15

Duração: 45 minutos por apresentação

Última atualização em Ter, 14 de Novembro de 2017 15:29
 

Natal Frozen – Shopping Estação

Alegria e muita magia prometem contagiar o Natal 2017 no Shopping Estação, quando os seus corredores forem invadidos pelo universo de Frozen, da Disney que encantará as famílias curitibanas. A decoração será inaugurada no dia 11 de novembro (sábado), às 13h, e terá como grande destaque da decoração, o castelo inspirado na animação que será instalado na Praça de Eventos, no piso L1, com atividades que irão proporcionar muitas surpresas e momentos emocionantes para toda a família.

O público verá de perto, pela primeira vez no Brasil, um Olaf gigante e iluminado, confeccionado com milhares de micro lâmpadas, em ação exclusiva da Disney no Shopping Estação. A novidade de muita luz deverá movimentar as redes sociais por sua magnitude e ficará localizada na entrada da Avenida Marechal Floriano, no piso L1. Um ótimo convite a muitas fotos com toda a família.

O Natal no Shopping Estação terá ainda mais ineditismo e interatividade com um espelho mágico, onde a criança verá o seu reflexo, por meio de uma tela, vestida como uma das personagens do longa-metragem de animação, e poderá compartilhar a imagem nas redes sociais ou receber por e-mail.

Além de visitar a decoração e estar perto das personagens principais do filme em reproduções 3D, uma atração especial estará montada dentro do castelo: um karaokê com o sucesso "Let it Go" permitirá que as crianças e adultos soltem sua voz. A brincadeira continua com o escorregador do Olaf, que vai trazer uma pitada de aventura para o espaço, além de ser uma área para as famílias tirarem muitas fotos.

Os personagens de Frozen, da Disney: Anna, Elsa e Olaf foram a grande inspiração para um cenário rico em detalhes e decorado com uma árvore de Natal gigante com festões, bolas coloridas e outros itens tradicionais da época. As famílias que visitarem a decoração inspirada na animação Frozen, da Disney, no Shopping Estação em 2017 poderão vivenciar uma experiência única.

Personagens recebem o público para encontros especiais

Além de toda beleza da decoração, uma programação especial foi pensada e irá incrementar ainda mais o Natal no Shopping Estação. As personagens Anna e Elsa, originais da Disney, visitarão a decoração de Natal do shopping para interagir com o público. Os encontros prometem contagiar toda a família e acontecem de 16 a 20 de dezembro.

A ação é aberta ao público e acontecerá das 16h às 19h30, com intervalos de 30 minutos. As senhas para garantir mais conforto ao público serão distribuídas no balcão de atendimento, localizado em frente decoração de Natal. As datas e horários poderão sofrer alterações sem prévio aviso. Para registrar momentos de tanta alegria e descontração, as famílias poderão tirar fotos com seus próprios celulares ou câmeras fotográficas.

Serviço

Natal Frozen – Shopping Estação

Data: 11 de novembro, às 13h, até 24 de dezembro, às 18h.

Horário Papai Noel: Segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingo, das 11h às 20h.

Horário decoração:Segunda a sexta, das 10h às 22h. Sábado, das 10h às 23h. Domingo, das 11h às 20h.

Preço: toda a programação é gratuita e aberta ao público

Mais informações no site www.shoppingestacao.com.br

Última atualização em Qui, 09 de Novembro de 2017 08:00
 

Sertanejo Leo Chaves lança seu primeiro livro

O músico Leo Chaves, da dupla Victor & Leo, lança seu primeiro livro intitulado "No Colo dos Anjos" (ed. Gente, 320 pág., R$ 35,90) amanhã (dia 8), às 20h, na Livrarias Curitiba do Shopping Palladium [av. Presidente Kennedy, 4121, Portão, Curitiba-PR, tel. 41-3330-5183].

O autor participa de um bate-papo com o público e assina obra. A entrada é franca e o atendimento será feito pela ordem numérica das 300 senhas que estão sendo distribuídas no local.

Altos e baixos na vida

Esta narrativa aborda os conceitos de inteligência emocional e conta a história de dois personagens: Bruce – um artista que foi internado inconsciente e sobre o qual há suspeitas de uso de drogas – e Martin – um artista renomado, consagrado e com uma carreira exemplar.

Martin vai ao hospital para dar apoio aos pais de Bruce quando este ainda está entre a vida e a morte. Quando Bruce acorda e volta para casa, vai aos poucos aceitando a presença desse novo amigo que tanto o apoia nesse momento de instabilidade na carreira.

Com o passar do tempo, a amizade dos dois se fortalece à medida que Bruce tenta se reerguer, passando inclusive por um período de internação em uma clínica especializada na reabilitação de dependentes químicos. Entre altos e baixos, Bruce vai trilhar seu caminho de superação e autoconhecimento para descobrir qual é o significado da vida e da felicidade.

Perfil

Leo Chaves é compositor, cantor, arranjador e produtor, sendo reconhecido como um dos principais artistas nacionais há dez anos. É empresário do agronegócio, presidente fundador do Instituto Hortense e palestrante motivacional.

O Instituto Hortense atua em escolas públicas e instituições do terceiro setor, orientando e capacitando os educadores, professores, assistentes sociais, cuidadores e voluntários com a metodologia da Escola da Inteligência. O objetivo é proporcionar melhoria na relação interpessoal e ser um agente multiplicador na gestão da inteligência emocional para se obter um mundo melhor.

Serviço

O que: Lançamento do livro "No Colo dos Anjos", bate-papo e sessão de autógrafos com Leo Chaves.

Quando: Amanhã (dia 8), às 20h.

Onde: Livrarias Curitiba do Shopping Palladium [av. Presidente Kennedy, 4121, Portão, Curitiba-PR, tel. 41-3330-5183].

Quanto: A entrada é franca e o atendimento será feito pela ordem numérica das 300 senhas que estão sendo distribuídas no local.

Crédito das fotos

Divulgação

 

Tema surpresa na redação do Enem

Professores do SAS Plataforma de Educação comentam tema da prova de redação que aconteceu neste domingo (5)

images

O tema da redação do Enem 2017 é "Desafio para a formação educacional de surdos no Brasil”. Professores do SAS Plataforma de Educação afirmam que a proposta foi uma surpresa aos estudantes, uma vez que as instituições de ensino trabalharam questões relacionadas ao meio ambiente e sustentabilidade, que há muito tempo não eram vistas nas redações de ENEM. Para Vinícius Beltrão, professor do SAS Plataforma de Educação, é um tema social contemplando uma minoria bastante específica. “Seria esperado se estivéssemos falando sobre um concurso para selecionar professores. O aluno deverá realizar uma leitura minuciosa dos textos motivadores e fazer associações com o seu conhecimento de mundo para construir uma argumentação sólida e uma proposta de intervenção coerente”, avalia.

Nos simulados do SAS deste ano, um dos temas remetem a essa questão: Educação pública de qualidade no Brasil: um direito a ser concretizado. De acordo com Beltrão,o estudante do SAS poderá usar muitas das informações trazidas na proposta do simulado. “Apesar do Inep falar sobre jovens com deficiência auditiva, os estudantes podem discorrer sobre a atual situação da educação no Brasil, as iniciativas de hoje para melhorar esta realidade, os dados apresentados pelo IDEB, as reformas na Base Nacional Curricular Comum e o aumento de alunos com necessidades especiais procurando uma vaga nas instituições”, pontua.

Segundo o professor, o recorte proposto pelo Inep é muito específico e o aluno certamente argumentará na falta de preparação das instituições de ensino para receber esses estudantes surdos, seja na estrutura física ou na própria capacitação docente. “Questões políticas podem ser levantadas também e deverão ser tratadas com cautela, pois a lei garante que todos os alunos com deficiência sejam matriculados. Portanto, a escola tem que aceitá-lo e cabe a ela fazer todas as adaptações necessárias para atendê-lo”, analisa.

Beltrão acredita que é um tema com a proposta de sensibilizar a sociedade sobre as dificuldades do próximo. “Quando você não sofre de alguma deficiência, dificilmente se importa com as dificuldades do outro. Há certa negligência até com relação aos direitos do próximo. É muito comum vermos pessoas estacionando os carros em vagas de deficiente, bloqueando as rampas de acesso às calçadas, negando ajuda nas ruas e transportes públicos às pessoas deficientes. O tema servirá como reflexão para que nos coloquemos no lugar do outro, para que possamos sentir as necessidades e dificuldades deles como nossas”, aposta.

Em relação às possíveis intervenções sociais, Beltrão acredita que como o recorte do assunto está vinculado à educação, é possível discorrer sobre as condições das escolas de atender esses alunos de forma satisfatória, pois garantir a matrícula não significa garantir o aprendizado. Há ainda questão da formação de professores, isto é, os cursos de licenciatura raramente oferecem disciplinas sobre inclusão. As opções que até então existiam eram os cursos de pós-graduação em Libras (um dos mais conhecidos) ou educação especial. Estimular o aumento da oferta de disciplinas na graduação, estágios e especializações para atender esse público é algo urgente. Como há poucos centros especializados em educação especial, é muito comum os jovens se deslocarem por grandes distâncias. Trazer institutos educacionais ou mesmo transformar as instituições de bairro em centros de referência no atendimento a esses jovens também é uma solução necessária.

Para o professor, essa proposta de redação vai testar o conhecimento das leis que asseguram a inclusão desses alunos na escola e na sociedade. “O estudante deverá também ser atento às soluções que são implantadas para atender aos deficientes nas ruas, nos estabelecimentos comerciais, nas instituições de ensino e até as leis trabalhistas que garantem vagas específicas para esse perfil. Por fim, mais do que nunca, o candidato deverá ser sensível às dificuldades e direitos do outro para só assim propor uma intervenção”, diz.

Para zerar neste tipo de redação, Beltrão acredita que é necessário fugir ao tema. “Por ser um assunto que vai surpreender muitos candidatos, a falta de informação pode influenciar o aluno a escrever sobre assuntos com pouca ou nenhuma relação ao tema proposto”, conclui. 

Para acessar o gabarito da prova em tempo real, acesse: enem2017.portalsas.com.br

Sobre o SAS – O SAS é uma plataforma de educação que desenvolve conteúdo, tecnologia e serviços de excelência para mais de 620 escolas e 215 mil alunos em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, oferecendo soluções educacionais da Educação Infantil ao Pré-Universitário, como livros didáticos, conteúdo digital e consultoria pedagógica. Com sede e centro de distribuição em Fortaleza (CE), o SAS também conta com um escritório em São Paulo (SP) e outros centros de distribuição em Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ) e São José (SC).

Última atualização em Seg, 06 de Novembro de 2017 08:57
 


Página 1 de 30
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.