Cultura do trabalho em Curitiba

Estudo abrange período da Belle Époque e mostra como a violência estava fortemente ligada à falta de direitos trabalhistas

A Cultura do Trabalho

Os anos seguintes à abolição da escravatura no Brasil (1888) contribuíram para moldar direitos trabalhistas e estabelecer formas de se atuar no mercado do trabalho livre. E foi no decorrer das décadas subsequentes que se chegou ao formato atual. Mas para isso ocorrer alguns erros foram cometidos, assim como conflitos sociais entre empregados e empregadores. É isso que mostra uma pesquisa realizada pela historiadora Ediméri Stadler Vasco, que acaba de virar livro. A publicação "A cultura do trabalho na Curitiba da Belle Époque, 1890-1920" faz parte da coleção A Capital, editada pela Factum Pesquisas Históricas. O lançamento ocorre em 25 de novembro, às 14h30, no Sesc Paço da Liberdade, em Curitiba.

A autora se dedicou a analisar a formação da classe trabalhadora urbana em Curitiba no período da Primeira República por meio da leitura de depoimentos de réus, vítimas e testemunhas em processos criminais desse período histórico. A partir deles, Ediméri coletou elementos para o entendimento das experiências vividas pelos trabalhadores em meio ao contexto da regulamentação do trabalho livre no processo de modernização da capital paranaense. 

"Foram os 30 primeiros anos de tentativa de trabalho livre no Brasil. Foi difícil, porque não havia outro modelo, a não ser o de escravidão. Não havia a existência de sindicatos, nem consciência política sobre direitos trabalhistas. Ganhava-se salário, mas sem direitos", explica Ediméri. Havia uma relação conflitante entre empregador e funcionários e muitas vezes a forma de resolução era violenta. Por isso a pesquisa realizada teve como instrumento processos criminais.

"Este livro dá voz aos que não tiveram oportunidade naquela época. É uma homenagem à memória daqueles que lutaram por melhores condições de trabalho. O estudo serve para analisar o passado para se compreender o presente e revolver o futuro", pontua a historiadora.

O livro foi realizado por meio do mecenato subsidiado da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com incentivo da Caixa Econômica Cultural.

Coleção A CAPITAL, da Factum Pesquisas Históricas, teve início em 2004 e se dedica a publicar conteúdos reflexivos, oriundos de diversas áreas da produção do conhecimento, sobre a memória urbana de Curitiba. A memória é uma ferramenta essencial tanto para dar sentido à coletividade como para cada indivíduo, pois molda histórias gerais e particulares, as quais se interceptam em suas diferenças. (www.factumhistoria.com.br)

Lançamento do livro "A cultura do trabalho na Curitiba da Belle Époque, 1890-1920", da historiadora Ediméri Stadler Vasco
Data: 25 de novembro, às 14h30
Local: Livraria SESC Paço da Liberdade (Praça Generoso Marques, 189 – Centro – Curitiba)
Entrada gratuita.

Valor do livro: R$25,00

Última atualização em Qui, 16 de Novembro de 2017 09:13
 

Opção Cultural | Mostras da Bienal

04Obra de Yilpi e Damien Marks no Museu Paranaense

 

Nesse feriado da Proclamação da República, nada de ficar em casa; Curitiba está cheia de eventos culturais, em espaços públicos e privados. Do Museu Oscar Niemeyer a galerias de arte, a Bienal de Curitiba’17 enche a cidade com suas exposições, em mais de 100 espaços.

 

Na quarta-feira, dia 15, quase todos os museus do estado estarão abertos ao público. O Museu Alfredo Andersen, o Museu de Arte Contemporânea e o Museu Paranaense abrem das 10 às 16 horas, em horário de fim de semana. O Museu Oscar Niemeyer continua com sua programação normal de quarta-feira, das 10 às 18h, com entrada gratuita (a retirada dos ingressos pode ser feita na bilheteria até as 17h30). O único espaço estadual que não estará à disposição do público no feriado é a Biblioteca Pública do Paraná.

 

05Obra de Yilpi e Damien Marks no Museu Paranaense

 

Os espaços gerenciados pela Fundação Cultural de Curitiba também sofrerão mudanças de horário devido ao feriado. O Museu da Fotografia e o Museu da Gravura, no Solar do Barão, abrem do meio-dia às 18h, igual aos fins de semana. O Memorial de Curitiba estará à disposição do público das 9h às 15h. O Museu Municipal de Arte – MuMa, no Portão Cultural, funcionará normalmente, das 10h às 19h.

 

Das galerias de arte, onde acontece o Circuito de Galerias da Bienal de Curitiba, somente quatro estarão à disposição do público nesse feriado. A Airez Galeria estará aberta das 14h às 18h; a Ponto de Fuga, das 17h às 23h, a Zuleika Bisacchi Galeria de Arte, das 14h às 20h, e o Dizzy Café Concerto, das 19 horas a uma da madrugada.

A programação completa se encontra no site do evento http://bienaldecuritiba.com.br/.

 

FicBic

E para quem quiser aproveitar o dia de folga para assistir filmes do Festival de Cinema da Bienal de Curitiba (FicBic), quarta-feira, 15 de novembro,  será o último dia do Circuito Brasileiro (os outros Circuitos prosseguem até o dia 19 de novembro), com a exibição de uma sessão com quatro Curtas-Metragens, às 19h30, e o Longa “O fantástico patinho feio”, às 21h10, no Espaço Itaú de Cinema. A Cinemateca de Curitiba exibirá dois filmes do Circuito Chinês: “Xuan Zang”, às 16h30, e “The Song of Cotton”, às 19h. Já o Cine Guarani, no Portão Cultural, contará com duas sessões do Circuitos Diretor Homenageado – Jacques Demy, com a exibição do filme “Duas garotas românticas”, às 16h30, e “Pele de asno”, às 19h. Já no SESC Paço da Liberdade não haverá exibição de filmes do FicBic no feriado. A programação pode ser conferida no site www.ficbic.com.br.

 

Serviço:

Museu Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336, São Francisco
Museu de Arte Contemporânea do Paraná – Rua Desembargador Westphalen, Centro
Museu Oscar Niemeyer (MON) – Rua Marechal Hermes, Centro Cívico
Museu Paranaense – Rua Kellers, 289, Alto São Francisco

Museu da Fotografia e Museu da Gravura, no Solar do Barão – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Centro

Cine Guarani - Av. República Argentina, 3430, no Portão Cultural, em frente ao Terminal do Portão

Cinemateca - Rua Carlos Cavalcanti, 1.174, São Francisco

Espaço Itaú de Cinema – dentro do Shopping Crystal – Rua Comendador Araújo, 731, Batel

Museu Municipal de Arte (MuMa) - Av. República Argentina, 3.430, no Portão Cultural, em frente ao Terminal do Portão

Memorial de Curitiba - Rua Claudino dos Santos, 79 – São Francisco

Airez Galeria - Rua Treze de Maio 778, cj. 15.  Esquina com a Rua Trajano Reis. Bairro São Francisco

Dizzy Café Concerto – Rua 13 de Maio, 895, Centro.

Ponto de Fuga - Rua Saldanha Marinho 1220 – Centro

Zuleika Bisacchi Galeria de Arte - Pátio Batel – Piso L3 / Avenida do Batel, 1.868 

Última atualização em Ter, 14 de Novembro de 2017 15:52
 

Marco Luque – "1,2,3 Testando"

Depois do sucesso no ano passado, Marco Luque volta a Curitiba. Um dos integrantes da equipe do "Altas Horas", na Globo, e da nova temporada do "Vai Que Cola", do Multishow, o ator e humorista  traz para a capital paranaenseseu mais recente espetáculo "1, 2, 3 Testando", que mistura stand up com apresentações de personagens e improviso. Com realização da Prime, o espetáculo acontece no sábado, dia 18 de novembro no palco do Teatro Positivo - Grande Auditório (R: Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) às 21h15.

Reunindo toda a experiência como ator, humorista, dublador e apresentador, Luque mostrará ao público paranaense várias surpresas e improvisos no show que mistura stand up e personagens populares na tevê e no YouTube. Não ficarão de fora alguns de seus personagens mais carismáticos como Mustafary, um vegetariano preocupado com a sustentabilidade do planeta, que estourou nas redes sociais com seu vídeo sobre o "serumaninho", um cachorro que o perseguiu em uma praia, o motoboy Jackson Five e seu preciso relato sobre a difícil convivência entre motos e carros nas Metrópoles e o taxista Silas Simplesmente, que incrementou seu táxi para agradar aos famosos.

O espetáculo ainda tem a participação especial do beatboxer Fernandinho Beat Box, talento que já trabalhou com importantes artistas nacionais, como Marcelo D2, Seu Jorge, Marisa Monte e Fernanda Abreu.

Além das presenças de alguns de seus personagens mais carismáticos, como Mustafary, Jackson Five, Silas Simplesmente, entre outros, o show conta com a participação de Fernandinho Beat Box, o beatboxer mais famoso do Brasil.


Os ingressos estão disponíveis e variam de R$40,00 (meia-entrada) a R$150,00 (inteira), de acordo com o setor. Plateia Vermelha - R$150,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada) / Plateia Azul - R$140,00 (inteira) e R$75,00 (meia-entrada)/ Plateia Amarelo - R$130,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada)/ Plateia Roxo - R$120,00 (inteira) e R$65,00 (meia-entrada)/ Plateia Laranja - R$110,00 (inteira) e R$60,00 (meia-entrada)/ Plateia Rosa - R$100,00 (inteira) e R$55,00 (meia-entrada)/ Plateia Verde - R$70,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada). A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer.  Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro. Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9hs às 18hs), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portal www.diskingressos.com.br.

Mais sobre Marco Luque

Integrante da equipe do programa de entretenimento "Altas Horas", da Rede Globo, o ator e humorista Marco Luque acaba de estrear na nova temporada do humorístico "Vai Que Cola", do Multishow. O artista possui um canal no YouTube que possui mais de 850 mil inscrições, e é seguido por mais de 11 milhões de pessoas, estando entre os perfis mais influentes do Brasil e destacando-se pela interatividade sempre bem-humorada com o seu público.

Além dos trabalhos na TV e no teatro, Luque também atua em produções cinematográficas. Atualmente, está gravando o seu primeiro longa como protagonista: "O Homem Perfeito", com direção de Marcus Baldini, contracenando ao lado de Luana Piovani, Juliana Paiva e Sergio Guizé. Ele também estará em "Talvez Uma História de Amor", de Rodrigo Bernardo, fazendo o papel de melhor amigo do personagem de Mateus Solano. Luque também dublou dois longas animados: "Mortadelo & Salaminho – Em Missão Inacreditável" e "Cegonhas – A História Que Não Te Contaram", ambos em exibição nos cinemas.

SERVIÇO:
MARCO LUQUE – "1,2,3 Testando"
Quando: 
18 de novembro de 2017 (Sábado)
Local: Teatro Positivo – Grande Auditório (R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) 
Horários: Abertura do teatro: 20h15 /Início do espetáculo: 21h15
Duração do show: 
cerca de 90min
Ingressos:
variam de R$40,00 (meia-entrada) a R$150,00 (inteira), de acordo com o setor. 
Plateia Vermelha - R$150,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada);
Plateia Azul - R$140,00 (inteira) e R$75,00 (meia-entrada);
Plateia Amarelo - R$130,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada);
Plateia Roxo - R$120,00 (inteira) e R$65,00 (meia-entrada);
Plateia Laranja - R$110,00 (inteira) e R$60,00 (meia-entrada);
Plateia Rosa - R$100,00 (inteira) e R$55,00 (meia-entrada);
Plateia Verde - R$70,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada).
A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. 
***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. 
 É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro.
Forma de Pagamento: Dinheiros e cartões de crédito/débito Visa e Mastercard.
Pontos de Venda: Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portal www.diskingressos.com.br.
**Entrega
 em domicílio com taxa de entrega.
Classificação etária: Livre
Informações p/ o público: (41) 33150808 / 33173283 / www.maisumadaprime.com.br
Realização:  Prime

Última atualização em Ter, 14 de Novembro de 2017 12:39
 

Feira de Emprego e Profissões

Evento, de iniciativa da Uninter, acontece no próximo dia 11 e vai reunir empresas de RH, palestras sobre carreira e informações sobre cursos no Expo Renault Barigui

 

 

curriculo

 

Mais de três mil postos de trabalho serão ofertados na Feira de Empregos e Profissões, promovida pelo Centro Universitário Internacional Uninter, maior centro universitário do país e referência em Ensino a Distância (EAD). O evento, gratuito, acontece no dia 11 de novembro, das 9h às 21h, no Expo Renault Barigui, em Curitiba.  As inscrições podem ser feitas no local.

 

Haverá oportunidade para profissionais de todos os níveis e idades, de aprendizes e estagiários a cargos mais técnicos. Serão ofertadas também vagas especiais para pessoas com deficiência. Mais de 20 empresas de Recursos Humanos estarão presentes, realizando triagens e iniciando protocolos de contratação. O interessado pode levar o currículo impresso.

 

"É uma oportunidade única para aqueles que buscam entrar no mercado de trabalho, em um momento econômico tão delicado como este que vivemos", comenta Jorge Bernardi, vice-reitor da Uninter.

 

Durante o evento, acontecerão palestras gratuitas de temas relacionados a gestão e carreira, como preparação do currículo, dicas para entrevista de emprego, finanças pessoais, marketing pessoal e redes sociais.

 

"Também vamos oferecer oportunidades para aqueles que querem iniciar ou continuar os estudos, facilitando o acesso à informação sobre os nossos cursos presenciais, semipresenciais e a distância", acrescenta o vice-reitor.

 

O público vai encontrar mais de 40 estandes de cursos de graduação, pós-graduação e mestrado, onde estarão expostos materiais de apoio utilizados na EAD, como kits de engenharia elétrica, jornalismo e robótica.

 

O interessado poderá realizar vestibular gratuitamente durante a feira, sem a obrigatoriedade de inscrição prévia. Mais informações podem ser obtidas pelo sitehttp://www.uninter.com/feira ou pelo 0800 702 0500.

 

Serviço

Feira de Emprego e Profissões Uninter

Data: 11 de novembro, das 9h às 21

Local: Expo Renault Barigui, Rua Batista Ganz, 430, Santo Inácio, Curitiba (PR).

Inscrições: gratuitas e podem ser feitas na hora do evento.

Mais informações:  http://www.uninter.com/feira ou 0800 702 0500.

Última atualização em Seg, 06 de Novembro de 2017 11:25
 

Simone Gutierrez no Natal do Bradesco

Simone Gutierrez 01 Crédito Fotográfico DivulgaçãoCrédito: Divulgação

 

A preparação para o Natal do Bradesco está a todo vapor. Prestes a completar 27 anos, o evento já se tornou um dos cartões-postais de Curitiba e este ano traz uma novidade. A atriz Simone Gutierrez irá se juntar às protagonistas da celebração, as 111 crianças que cantam nas janelas do Palácio Avenida. Ela vai representar uma professora de música no espetáculo, que fará um tributo à Terra, à força da vida, à importância da descoberta, do aprendizado, da fé e da paz.

 

Simone já integrou várias produções no teatro musical e na TV como Les Miserábles, A Bela e a Fera, Hairspray, Passione, Malhação e Cheias de Charme. Bailarina, cantora e atriz, é formada em ballet clássico, jazz e sapateado e possui especialização no Institute Open Jar Productions e Broadway Dance Center de Nova Iorque. A atriz diz estar entusiasmada com sua participação. “É uma honra ser chamada para fazer parte de um espetáculo tão bonito e grandioso como esse, que emociona o coração das pessoas há tantos anos. Espero contribuir para mais um ano de sucesso e levar ao público toda a magia da data”.

 

As apresentações, de 45 minutos, acontecem nos dias 1, 2, 3, 8, 9, 10, 15, 16 e 17 de dezembro (às sextas, sábados e domingos) a partir das 20h15 no Palácio Avenida, em Curitiba. O Natal do Bradesco tem direção musical de Dulce Primo, direção cênica de Ricardo Rizzo, direção de movimento de Keila Bueno, conceito criativo de Wado Gonçalves e Diego Ognibeni, direção geral de Wado Gonçalves e produção da BFerraz.

Última atualização em Sex, 03 de Novembro de 2017 15:10
 

Lançamento | ALÉM DA SUPERFÍCIE

clevCleverson Oliveira

O artista visual Cleverson Oliveira lança, dia 18 de novembro, às 10h00, na Galeria da Casa da Imagem, seu novo livro: Além da Superfície. No mesmo dia, acontece a abertura da exposição homônima que fica em cartaz até 10 de fevereiro. Também estão programados um ciclo de palestras e o lançamento de uma plataforma digital que traz registros de processo de criação e textos reflexivos sobre a obra do artista.

Cleverson Oliveira atua em campos multidisciplinares usando uma linguagem visual que explora os limites da imagem permeando a experiência do cinema até o desenho. O artista apresenta em sua segunda publicação, um panorama de sua produção que abriga desde seus primeiros trabalhos, criados em 1994, até suas criações mais recentes.

AlemdaSuperficie EmpireState 2014 27x35 divulgacao

O livro Além da Superfície  relaciona a trajetória do artista, abordando, a partir de textos e ensaios,  três temas centrais: o olhar da filosofia da linguagem e suas relações cognitivas sobre a obra do artista, a análise da construção e desenvolvimento da poética de Cleverson e as relações entre o artista e seu meio, além de uma entrevista com o artista, realizada  pelo curador e crítico de Nova York, Raúl Zamudio, que apresenta uma reflexão sobre o período de doze anos em que o artista Cleverson Oliveira viveu e produziu nos Estados Unidos.

Pagu Leal, artista e filósofa, acompanha a produção  do artista descortinando relações promovidas pela obra em contato com o espectador, a partir de um texto reflexivo intitulado: "Irritações de Superfície". Cleverson e Pagu estabelecem um diálogo construído a partir de experiências e colaborações artísticas ligadas à dramaturgia, performance e vídeo arte.

A partir da ideia de construção da poética do artista, o professor-doutor Antonio Fatorelli, apresenta, no livro, um texto crítico sobre a obra de Cleverson Oliveira.

Cleverson, em seus trabalhos, desmistifica a aparente condição natural da paisagem. As obras constroem um espaço imaginário onde o artifício da representação torna-se o campo visual após uma desfiguração completa da representação. As paisagens parecem ser definidas antes de nós como uma inevitabilidade da natureza. Construído por séculos como o equivalente da natureza, paisagens assumem a representação mais perfeita do mundo.

Ainda em 2017, o artista participa da Bienal de Veneza (Itália) integrando a exposição "The Border Pavillion" e apresenta sua produção recente em uma exposição em Nova York.

O projeto Além da Superfície  é realizado com o incentivo do Banco do Brasil  através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

SOBRE O ARTISTA:

Cleverson Oliveira nasceu em Curitiba, em 1972. Formou-se na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, em 1994. Em 1996 estudou História da Arte na New York University, em Nova York, onde viveu de 1996 até 2008 . Vive e trabalha em Piraquara, Brasil. Participou de exposições em diversos locais, incluindo New York, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Seoul, Doha e Veneza (Itália).

Entre suas principais exposições estão: Fronteiras: uma jornada pelas américas, realizada no museu da Fotografia, em Curitiba, em 2009. Viajantes Contemporâneos, realizada na Pinacoteca do Estado de

São Paulo, em 2010. 5th media Art biennale, Seoul, Coreia do Sul, 2009.Galáxias, Myiako Yoshinaga, Nova York(USA), 2012; e Bienal Internacional de Curitiba, 2013. Border Pavilion (Bienal de Veneza) 2017.

SERVIÇO:

Lançamento do livro e abertura da exposição "Além da Superfície"

Abertura dia 18 de novembro de 2017, às 10h00

*a exposição fica em cartaz até dia 10 de fevereiro de 2018

Galeria Casa da Imagem (www.casadaimagem.com)

Rua Dr. Faivre 591

ENTRADA FRANCA

Última atualização em Qua, 01 de Novembro de 2017 16:14
 


Página 1 de 27
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.