Atenção:Black Friday

Conhecida pelo grande volume de desconto, uma das datas mais importantes para o comércio requer a atenção dos consumidores

black friday cuidado para nao ser enganado foto google 988563

A Black Friday está chegando e o comércio já começa a se organizar para promover uma das datas mais esperadas pelos lojistas e também pelos consumidores, que muitas vezes esperam quase que o ano todo para fazer compras com descontos atrativos, principalmente no caso dos eletrônicos. De acordo com a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), as vendas devem crescer 15% neste ano durante a Black Friday – que acontece no dia 24 de novembro em todo o país.

A data que é inspirada no comércio dos Estados Unidos ganha cada vez mais força no Brasil e, por isso, requer ainda mais atenção dos consumidores na hora de fechar um negócio. O professor de Direito do Consumidor do CERS Cursos Online, Cristiano Sobral, faz um alerta para alguns casos de lojas que aumentam o preço dos produtos alguns dias antes para depois oferecer o desconto na Black Friday, voltando o item para o preço original. “É a prática chamada de ‘tudo pela metade do dobro’. Por isso, o consumidor que já faz planos de fazer uma compra durante a Black Friday precisa tomar alguns cuidados. O primeiro deles é consultar os preços um mês antes e fazer o registro deles, seja por foto ou com um print do site”, avalia.

O especialista do CERS afirma que esta é uma prática abusiva e recriminada pelo Código de Defesa do Consumidor. Outro exemplo de problemas que podem ser encontrados durante esse período é a venda de produtos com avarias, resultantes de lotes que ficam parados ao longo do ano e que algumas lojas aproveitam para colocar à venda. “É importante que as pessoas saibam que isso são práticas citadas em artigos da legislação e que elas podem e devem se proteger contra elas. O Procon e os juizados especiais estão à disposição para orientar e conduzir as ações”, indica Sobral.

Assim como ficar de olho nos preços e sempre conferir a integridade dos produtos, outra dica importante é evitar as compras por impulso. Com a inúmera variedade de ofertas que podem ser encontradas, até mesmo desde o início de novembro, os consumidores correm o risco de se empolgarem e acabarem se arrependendo depois. “Para os casos de arrependimento, uma dica é ficar atento aos alertas dos lojistas a respeito das trocas e devoluções. No caso das compras on-line, o cliente tem até sete dias para cancelar a compra e solicitar o reembolso mediante a devolução dos produtos”, explica o especialista em Direito do Consumidor do CERS Cursos Online.

Última atualização em Qui, 16 de Novembro de 2017 09:23
 

Linguagem do amor

Best-seller internacional chega às livrarias em novembro

maxresdefault

 

Vem aí a nova edição do sucesso As 5 linguagens do amor das crianças - Como expressar um compromisso de amor a seu filho, lançamento que chega ao Brasil pela Editora Mundo Cristão. Na obra, Gary Chapman, conselheiro de casais, preletor e autor de várias publicações de grande prestígio, em parceria com Ross Campbell, conferencista, autor e professor de pediatria e psiquiatria, compartilham conselhos que ajudarão os pais a entender melhor as necessidades de seus filhos pequenos e a implementar no dia a dia atitudes eficientes para um relacionamento marcado por afinidade, companheirismo e alegria.

No livro, os autores esclarecem que na infância o amor é tão essencial quanto a disciplina para formar adultos generosos e responsáveis. Identificar e começar a falar a principal linguagem dos pequenos são atitudes poderosas com efeitos positivos que duram por toda a vida.

De acordo com Gary e Ross, cada criança possui uma linguagem própria pela qual entende melhor o afeto dos adultos. Por isso, é fundamental que os pais saibam comunicar o amor que sentem de maneira que seus filhos entendam. Isso, inclusive, fará com que os pequeninos se desenvolvam intelectual, social e espiritualmente. Toda a dinâmica, conforme apontam, deve ter como principal base o amor incondicional, aquele que não depende de méritos. Esse processo de comunicação efetiva, além de ser fundamental no aprendizado emocional das crianças, é uma saída para estabelecer a aproximação na família.

Só o amor incondicional é capaz de evitar problemas como ressentimento, sensação de não ser amado, culpa, medo e insegurança. Só quando amamos nossos filhos incondicionalmente é que de fato somos capazes de entendê-los e de lidar com seus comportamentos, sejam bons ou ruins.

Permeado de histórias elucidativas e de insights sobre o comportamento e o mundo dos pequenos, As cinco linguagens do amor das crianças é literatura altamente indicada para pais e mães que buscam aconselhamento oportuno para corrigir rotas, reparar erros e construir alicerces fortes na vida daqueles a quem tanto amam. Prático e fácil de ler, o livro vem ainda com o divertido “Jogo do mistério das linguagens do amor”, um recurso didático para os momentos em família.

A obra chega às livrarias de todo o Brasil no mês de novembro.

imagem release 1117617


Preço (impresso):
 R$45,90

Sobre os autores

Gary Chapman: Conhecido como “Doutor Casamento”, Gary tem mais de 30 livros escritos sobre relacionamento humano e saúde emocional. Autor do best-seller As cinco linguagens do amor, traduzido para 32 idiomas, ele viaja pelo mundo e impacta multidões com suas obras inspirativas. Casado há mais de 45 anos com Karolyn, Chapman tem dois filhos e é pastor sênior da Calvary Baptist Church.

Páginas do autor:

Site:http://www.5lovelanguages.com/

Facebook:https://www.facebook.com/5LoveLanguages

Twitter:https://twitter.com/drgarychapman

Ross Campbell: Conferencista, autor e professor de pediatria e psiquiatria, foi um notável palestrante sobre a relação entre pais e filhos. Fundador do Southeastern Counseling Center em Chattanooga, Tennessee, ele também atuou como Professor Associado de Clínica nos Departamentos de Pediatria e Psiquiatria da Universidade de Tennessee - College Of Medicine. Faleceu em 2012, nos EUA.

Última atualização em Seg, 06 de Novembro de 2017 11:50
 

Higiene Bucal

image001

 

A infância é uma fase repleta de descobertas e mudanças, desde desenvolvimento psicológico da criança até suas mudanças físicas, e isso inclui a saúde bucal. A chegada dos dentes se inicia ainda com o bebês, em torno de cinco ou seis meses de vida, demoram a nascer e pouco tempo depois passam pelo processo de troca. Essa transição dentária precisa ser acompanhada de perto e com atenção para evitar problemas futuros.

 

Ainda durante a amamentação é necessário introduzir a higiene bucal dos bebês, envolvendo a gengiva, boca e língua de forma leve para remover o excesso de leite e evitar desconfortos.

 

Após a chegada da primeira arcada dentária, conhecido como dentes de leite ou provisórios, a higienização deve ser como se já fossem os dentes permanentes, pois eles são responsáveis por preparar a chegada da dentição permanente, e quanto mais saudável melhor.

 

Para incluir na rotina das crianças a escovação diária, requer paciência e criatividade. Para que esse processo seja divertido e não doloroso para as crianças, a Boni Brasilempresa que investe em produtos inovadores para cuidados da saúde e higiene, oferece uma linha de higiene bucal infantil, com os mais famosos personagens que permite que a prática da escovação diária se transforme em diversão.

 

Seguir o passo a passo de higiene bucal, logo no inicio de vida do bebê e o acompanhamento com o odontopediatra é a melhor maneira de fazer com que a criança tenha uma saúde bucal impecável e não se traumatize com tratamentos dentários se tornando um adulto com medo da cadeira do dentista”, afirma Gabriela Augusto – Gerente de Produtos da Boni Brasil.

Última atualização em Sex, 03 de Novembro de 2017 16:41
 

Dia de Finados

Cinco reflexões e curiosidades sobre do Dia de Finados

slider apoio ao enlutado 660x370

1. A morte não é o fim - e sim, o início para um novo mundo.

A vida continua, logo a palavra FINado poderia mudar para INICIADIO ou Continuado

A vida é constante, o que muda é o lugar. As vezes estamos na Terra com um corpo físico, as vezes no mundo espiritual com um corpo espiritual.

2. O único que morre é o corpo

Nós somos seres imortais que usamos corpos, e continuamos vivos em outras dimensões.
Uma coisa ainda mais legal, somos seres eternos. Usamos muitos corpos para nos purificar, e existiremos para sempre.

3. Xô saudade! A morte é uma viagem

Isso é muito legal, pois toda viagem tem um tempo e logo o reencontro. Assim, em algum momento reencontraremos com nossos entes queridos. E esse encontro será sensacional.
Já pensou reencontrar aquele amigo que partiu? Colocar o papo em dia, será muito bom.

4. O amor sobrevive as fronteiras da morte

Os seres que amamos nos reencontraremos. Na visão espírita tem uma curiosidade a mais. Quando dormimos, podemos nos encontrar por meio de sonhos com os avos, pais, ou filhos que já partiram para o mundo espiritual.
Esses sonhos são coloridos, intensos, com muita emoção, e com mensagens.

5. No Dia de Finados, muitos amigos do além podem vir a Terra.

Como tudo no universo é sintonia. E nesse dia nós pensamos em nossos seres queridos que partiram, muitos deles aproveitam esse tempo para vir ao nosso encontro, e nos aproximar.
Os videntes conseguem ver que algumas pessoas choram da emoção, quando sentem o abraço de espíritos queridos.
O amor continua sempre.

*Luis Hu Rivas nasceu no dia 10 de março de 1975 em Arequipa, Peru e reside atualmente no Brasil.
É designer gráfico e dedica-se desde os dezessete anos ao estudo e divulgação do Espiritismo.
Já foi responsável pelo setor multimídia da Federação Espírita Brasileira - FEB. Colaborou com o Conselho Espírita Internacional - CEI, idealizou e coordenou a TV espírita TVCEI.
Escreveu diversos livros como “Doutrina Espírita para principiantes”, "Espiritismo Fácil" e "Meu Pequeno Evangelho" (com a Turma da Mônica). Para mais informações, acesse www.luishu.com

Última atualização em Qua, 01 de Novembro de 2017 16:23
 

Controle na Web

Especialista lista 10 dicas para pais aumentarem a segurança e o controle dos filhos na web

imagem release 1082052

Num mundo em que a inclusão digital se dá cada vez mais cedo e para um número cada vez maior de crianças, os pais e responsáveis precisam estar sempre atentos aos passos dos menores no ambiente virtual. Para a consultora de Direito Digital do Sistema Positivo de Ensino, Patrícia Peck, a internet é uma rua gigantesca de mais de 5 bilhões de pessoas que traz excessos e perigos. “A negligência, neste caso, quase sempre gera danos - alguns deles irreversíveis. É preciso um controle rigoroso para impedir que nossos filhos acabem se tornando ‘menores abandonados digitais’, sujeitos à própria sorte”, afirma a especialista. A consultora dá algumas dicas que podem ajudar nessa era digital:

1. Estabeleça regras claras (o que pode ou não fazer).

2. Vigilância dos pais é um dever - realize inspeção e monitoramento.

3. Crie perfis de acordo com a idade dos filhos, separando principalmente criança (até 12 anos) de adolescente (maior de 13 anos) em serviços como Netflix e em grupos de WhatsApp.

4. Habilite o controle de segurança no YouTube - via browser - e dê preferência por utilizar o YouTube Kids, se for criança.

5. Defina um horário limite para o uso da internet, para fechar a “porta da casa digital” na hora de dormir.

6. Monitore a privacidade da família, digitando os nomes dos filhos em buscadores - e veja o que aparece.

7. Ensine os filhos a proteger as informações da família (não exponha rotina, trajetos, horários, informações de viagens, quanto os pais ganham, onde trabalham).

8. Instale ferramentas protetivas antes de dar o dispositivo à criança (antivírus e software de controle dos pais).

9. Sempre leia os termos de uso, verificando a idade mínima dos serviços.

10. Acompanhe quem são os amigos digitais de seu filho (jogos em rede, grupos de WhatsApp e outras redes sociais).


Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.

Última atualização em Qua, 25 de Outubro de 2017 16:55
 

Educação Nutricional

Em tempos onde alimentos são tratados como vilões e doenças crônicas atingem índices alarmantes, a educação nutricional é uma aliada na manutenção da saúde, qualidade de vida e bem-estar

 

pra

 

Quase tudo na vida é movido por escolhas. Seja no âmbito profissional ou pessoal, o tempo todo, as pessoas elegem algo em detrimento de opções menos importantes ou relevantes para aquela situação. Com a alimentação não é diferente. Diante de uma ampla oferta de alimentos, o consumidor precisa escolher o que melhor se adequa para a sua família. E, nos dias de hoje, onde muitos alimentos são vistos como vilões e o estilo de vida interfere diretamente nos hábitos alimentares, essa tarefa se tornou um grande desafio.

 

As transformações econômicas, políticas, sociais e culturais provenientes da urbanização e da globalização têm impacto direto nos estilos de vida e alimentação das sociedades modernas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta o aumento de obesidade e diabetes na última década em 60% e 61%, respectivamente. No Brasil, dados do VIGITEL 2016 mostram que o brasileiro está passando por um momento de transição, saindo da desnutrição e caminhando para a obesidade. Outro aspecto importante é o sedentarismo. De acordo com a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, mais de 60% dos brasileiros com mais de 15 anos não praticaram qualquer atividade física em 2015.

 

O relatório Tendências Globais em Alimentos e Bebidas 2017, realizado pela consultoria Mintel, revela que o investimento em tempo necessário para o preparo das refeições irá se tornar tão importante quanto a escolha dos ingredientes e nutrientes, o que estimula a necessidade de soluções com alimentos nutritivos e customizáveis. Dessa maneira, ciência e tecnologia trazem contribuições práticas que resultam em produtos e serviços inovadores.

 

Estamos em um novo patamar de desenvolvimento e o crescente investimento em pesquisa e inovação no Brasil é voltado para um modelo de alimentação segura, que atenda ao atual estilo de vida da população e também informe adequadamente o consumidor por meio da embalagem e da rotulagem”, declara Luis Madi, o diretor geral do ITAL – Instituto de Tecnologia de Alimentos.

 

Os alimentos processados são aqueles modificados do seu estado original por meio de uma grande variedade de tipos de processamento, com finalidades distintas. “E isso inclui a produção de alimentos mais seguros, com maior controle da qualidade e conveniência para as populações urbanas, além da redução de perdas e desperdícios”, completa Madi.

Vale lembrar que cada indivíduo apresenta necessidades nutricionais distintas, que mudam de acordo com idade, prática de atividade física, condições gerais de saúde e situação metabólica, entre outros fatores. Logo, uma alimentação adequada varia de pessoa para pessoa. De acordo com a nutricionista Márcia Terra, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição – SBAN, é essencial encarar a alimentação com olhar multifatorial. “Está claro que o desenvolvimento tecnológico trouxe facilidades e oportunidades, com opções de consumo que não prejudicam a saúde. Hoje somos levados para tudo o que possa facilitar a vida cotidiana e o trabalho na cozinha. As razões que envolvem a escolha dos alimentos são inúmeras, porém, a mais relevante é baseada no entendimento, fato que contribui para uma grande mudança nos padrões alimentares da população”, explica a especialista.

Todos esses pontos viram dúvidas na cabeça do consumidor. Por isso a educação nutricional é tão importante. Quanto mais informação, melhores e mais assertivas serão as escolhas alimentares.  É importante que as pessoas entendam qual é a composição do alimento. Compreender o que está no rótulo é fundamental para acertar na escolha dos produtos, identificando, assim, o que é mais adequado para sua saúde individual e com que frequência pode consumir determinados alimentos, sem que haja prejuízo à saúde como um todo, no médio e longo prazo, declara a nutricionista Vanderlí Marchiori, presidente da Associação Paulista de Fitoterapia (APFIT) e fundadora e membro da diretoria da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE).

 

Dessa forma, a rotulagem dos alimentos é uma ferramenta essencial para que o consumidor obtenha informações de forma padronizada, clara, simples e segura, para tomar decisões alimentares personalizadas e equilibradas. “A indústria vem caminhando para atender a necessidade da população e empoderar o consumidor para que ele seja capaz de fazer suas escolhas. A informação que deve constar no produto precisa ser clara e direta, este é o caminho para a educação nutricional, em que as pessoas tenham à sua disposição dados corretos e concretos sobre o alimento que está adquirindo, aponta Vanderlí Marchiori.

 

A questão nutricional ocupa hoje um lugar de destaque no contexto mundial e é evidente a importância de promover mudanças práticas que auxiliem as pessoas no dia a dia. No entanto, a construção de novas políticas voltadas ao consumidor deve ter função educativa e respeitar suas necessidades individuais. A adoção de modelos proibitivos, alarmistas e de difícil compreensão não só deixa a desejar no quesito informação, como dificulta a escolha na hora de comprar o alimento.  

 

SOBRE A ABIA

Fundada em 1963, a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA) representa hoje mais de 70% do setor em valor de produção.  Sua principal missão é atuar como interlocutora das empresas associadas com instituições públicas e privadas, governo e órgãos internacionais.

As atividades da Associação estão voltadas a assegurar uma legislação adequada às constantes evoluções tecnológicas do alimento processado; incentivar o uso de melhores técnicas de produção; promover o fortalecimento econômico-financeiro do setor e estimular o desenvolvimento sustentável da indústria da alimentação no Brasil, com ações focadas e alinhadas às necessidades do consumidor.

www.abia.org.br

Última atualização em Seg, 23 de Outubro de 2017 10:16
 


Página 1 de 3
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.