Sandra Hiromoto promove oficinas

Renata Peterlini 4075

A artista Sandra Hiromoto em "Lá no Coração". (Foto:Renata Peterlini)


Depois do sucesso da exposição InterAfetividade, a artista Sandra Hiromoto promove no neste mês de julho duas oficinas educativas no Museu Oscar Niemeyer, que juntas darão origem a instalação e intervenção batizada de "Lá no coração". As oficinas acontecem no dia 10 e 17 de julho, ambas gratuitas e abertas ao público.


A exposição InterAfetividade bateu recorde de público na Galeria InterARTvidade, no Shopping Pátio Batel, recebendo cerca de 5 mil visitantes de 15 de maio à 30 de junho. A exposição foi é fruto da união dos trabalhos de duas artistas renomadas: as pinturas da artista plástica Sandra Hiromoto e as músicas da cantora e compositora Fernanda Takai.


A primeira ação da instalação "Lá no Coração" será com a produção de stencils e pintura de três painéis. Sandra Hiromoto explica que o resultado irá dialogar com uma obra já existente no Museu. "O painel será uma continuação visual dos origamis de tsurus (dobraduras de pássaros) já existente no local. É um diálogo com o entorno", afirma a artista. A ação é gratuita e acontece no dia 10 de julho em dois horários, das 10h às 12h, e das 13h30 às 17h.


Posteriormente, a obra contará também com a ação de outra artista: Ana Lesnovski. Ana criará circuitos elétricos, que serão aplicados nos painéis e os transformarão em uma instalação interativa, que responde aos toques do público com luzes e sons.

Já no dia 17 de julho as duas artistas convidam para a oficina "Circuito em Papel", na qual os participantes aprenderão a transformar seus desenhos a grafite em luz, por meio de corrente elétrica.  

 

InterAfetividade crédito de Renata Peterlini 2
                      Sandra Hiromoto e a cantora e compositora Fernanda Takai (Foto: Renata Peterlini)

A artista
Sandra Hiromoto é artista visual e designer especialista em poéticas do ensino na arte contemporânea. Representou o Brasil no "Heart Brazilian Art Festival – Trienalle de Aichi", no Japão, e é reconhecida internacionalmente, tendo sido premiada em Paris, na França, e na Bélgica.


Participou da III Bienal de Artes Brasileiras em Bruxelas. Expôs nos Museus de Kobe, Ehime, Yokohama e Kumamoto, todos no Japão. Também teve seu trabalho exposto nos Estados Unidos, Peru, Espanha, Colômbia, México e Cuba. Premiada em diversos salões de arte no Brasil, possui obras no acervo do Palácio Imperial do Japão.




Circuito Cultural Ademilar


A exposição "Interafetividade" é uma das apostas da segunda edição do Circuito Cultural Ademilar, uma iniciativa que fomenta a cena artística da cidade e incentiva cerca de 20 projetos de música, arte, teatro e dança. O projeto foi viabilizado via Lei do Mecenato Municipal. A Ademilar é uma das maiores incentivadoras da área privada de Curitiba e também apoia via Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, o calendário anual do MON - Museu Oscar Niemeyer.

Serviço

Oficina de Stencils

Dia: 10/07/2018
Local: Museu Oscar Niemeyer
Horário: 10h às 12h e das 13h30 às 17h

Preço: Gratuito

Oficina Circuito em Papel

Dia: 17/07/2018
Local: Museu Oscar Niemeyer
Preço: Gratuito

Última atualização em Seg, 09 de Julho de 2018 14:21
 

Curitiba recebe a 12ª CalceModa

Voltado a lojistas de todo o estado, o evento reúne grandes marcas mundiais e nacionais e antecipa as tendências para primavera e verão

 

 

Feira Calcemoda reune as principais tendências em confecções calçados e acessórios

12 ª ​Feira Calce Moda reúne as principais tendências mundiais para lojistas

 

 

Curitiba recebe entre os dias 22 e 25 de julho a 12ª edição da CalceModa, maior feira de tendências em calçados, roupas e acessórios do Paraná. Mais de 150 marcas de renome nacional e mundial, como Adidas, Beira Rio, Havaianas, Moleca, Umbro, entre outras, estarão no Centro de Eventos da FIEP apresentando as novidades de suas coleções primavera-verão 2018/2019.

A CalceModa é realizada duas vezes ao ano com a proposta de apresentar e vender aos lojistas de todo o estado as novidades da troca de estação. A expectativa é movimentar acima de R$ 3 milhões e receber mais de 2 mil pessoas durante os quatro dias de evento.

"A CalceModa já integra o calendário das grandes marcas e é referência em negócios bussiness to bussiness, o famoso B2B. Realizamos duas edições anuais, uma para o outono-inverno e outra para primavera-verão, com exposição dos produtos que estarão nas lojas três meses depois", conta Aurélio Krauser, presidente da Associação dos Representantes Comerciais de Calçados, Acessórios e Artigos Esportivos do Paraná (Arcae/PR), entidade responsável pela CalceModa.

"O lojista que vem até a CalceModa encontra em um só lugar as novidades das principais marcas do país e do mundo, com a possibilidade de negociar mercadorias com preço justo e outras facilidades", acrescenta Krauser. Além dos expositores, a CalceModa traz uma palestra de Allan Costa, que já foi superintendente do Sebrae e secretário de Planejamento do Paraná e é criador da Escola de Criatividade e especialista em empreendedorismo.

Um dos principais palestrantes de negócios do país, Allan vai falar sobre "A arte de fazer acontecer", com dicas para criar resultados acima da média. A palestra acontece no dia 23 de julho, a partir das 8h30, com vagas limitadas e inscrição pelo site da CalceModa.

Além das grandes marcas, a estrutura da feira também atrai os lojistas. São mais de 1.600 metros quadrados, em um ambiente climatizado, com estacionamento gratuito, transfer no estacionamento interno, wi-fi liberado e restaurante exclusivo. O evento tem patrocínio do Hotel Slaviero Slim Torres, RDO Mídia Exterior, Vetor Sistemas, DigitalDoor, Nikkey Artes Gráficas, Alfa Transportes e apoio exclusivo do Sindiccal.

Serviço:

12ª edição da CalceModa – Coleção Primavera-Verão

22/07 e 24/07: das 10h às 20h

23/07: Palestra de Allan Costa às 08h30 e a feira das 10h30 às 20h

25/07: 10h às 17h

Local: Centro de Eventos FIEP

End: Avenida Comendador Franco, 1.341

Mais informações e credenciamento:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  ou pelo site www.calcemoda.com.br

Última atualização em Qui, 05 de Julho de 2018 10:54
 

Glamour - Helena Bordon em Nova York

imagem release 1341072
Revista Glamour deste mês com Helena Bordon

 

 

Didi Wagner: Que tal essa experiência nova-iorquina? Intensa! O sentimento é de que na cidade você pode ter tudo: o balé mais maravilhoso para assistir, museus, lojas... É tão global. Fico com a sensação que Nova York é um intenso networking. As pessoas estão abertas, puxam assunto no restaurante. Conheci gente muito incrível do mundo inteiro e fiz amizades para a vida. Além disso, aprendi a me virar. Em São Paulo tinha alguém em casa para me ajudar todos os dias, que deixava a comida pronta. Eu e meu marido éramos mais preguiçosos. Aprendi a ser mais organizada com tudo.

Você focou e se deu bem. Qual foi seu diferencial? Quando fui fazer meu primeiro fashion week já sabia que precisava ter um fotógrafo meu, para fazer fotos e divulgá-las. O Lee [Oliveira, fotógrafo de street style e stylist] me ajudava também com os looks, pois eram muitos por dia. Também bancava hotéis, aluguel de van para me trocar, transporte... Eu queria fazer tudo, impressionar, ser chamada de novo para os desfiles. Foi um investimento e, hoje, posso escolher os desfiles em que vou e me conectar com as marcas em que acredito.

Acredita que o mercado de influencers está saturado? Um pouco. Acho que vai ficar quem leva a sério o trabalho. Não é só fazer um Instagram, postar umas fotos e falar: “Ah, vou cobrar tanto”. Não é assim. Tem que criar um relacionamento com as marcas e com os seguidores. Antes, quando eu mostrava meus números, eles eram bem abaixo das outras meninas, em quantidade de seguidores, e as grifes iam muito por aí. Hoje elas sabem que a qualidade, o engajamento e o público que realmente vai comprar que importam.

imagem release 1341065
Pedro Arieta (Divulgação)

imagem release 1341059
Pedro Arieta (Divulgação)

imagem release 1341063
Pedro Arieta (Divulgação)

Nesse universo digital, sempre acabam citando os haters. Eu mesma já passei por isso, mas não me senti tão impactada porque, para mim, a parte positiva acaba prevalecendo. Para você é assim também? É bem raro eu ter haters. E, quando alguém comenta algo negativo no meu Insta, todos os meus outros seguidores me defendem. Nem preciso fazer nada, fico só assistindo, dando like nos comentários bons. O que mais acontece, no meu caso, é as pessoas tentarem me colocar contra as outras meninas. Acham que temos uma rixa, criaram um mundo paralelo com um grupo: eu, Camila Coelho, Camila Coutinho, Lala Rudge e Thássia Naves. Inventaram que a gente se odeia. Pelo contrário, somos muito amigas, elas foram no meu casamento e sempre que dá, tentamos prestigiar umas às outras.

Quais seus planos para o futuro? Ampliar a empresa By Helena Bordon. Quero continuar criando coleções-cápsula e firmar mais contratos com grandes marcas. Meu objetico é ampliar a minha empresa e me adaptar às novidades digitais. Também quero engravidar no ano que vem.

Última atualização em Ter, 03 de Julho de 2018 12:14
 

Cover - JOLT e a ex The Voice Laura Castro

original 20180629 135839
Dangererous Woman de Ariana Grande é a música interpretada pelos artistas

A banda JOLT, lança nesta sexta-feira (29), em seu canal do Youtube o feat gravado com a ex The Voice Brasil Laura Castro. A música escolhida da vez foi "Dangereous Woman" de ninguém menos que a queridinha do pop Ariana Grande.

O projeto recentemente proposto pela JOLT, promete muitas parcerias de peso, e junto com ele mostra a evolução musical e vocal da banda e a maturidade musicista na recente carreira. Seu último vídeo lançado foi com a talentosa Ariane Villa Boas, onde juntos fizeram uma versão acústica de "Milion Reaseons" de Lady Gaga, e o anterior, foi com as finalistas do X FACTOR BRASIL, as RAVENA.

Com dois EP's lançados, e videoclipes de tirar o folêgo, a banda JOLT, produzida por ninguém menos que Rick Bonadio, vem se destacando nas paradas de sucesso do segmento pop no Brasil. Prometendo assim alcançar ainda mais o público brasileiro e por que não internacional, não é mesmo?

original 20180629 135900
JOLT e Laura Castro em estúdio. (Foto: Divulgação)

Confira agora a versão de Dangereous Woman por JOLT e Laura Castro

 

Última atualização em Sex, 29 de Junho de 2018 17:48
 

Chico Buarque com show ‘Caravanas’

"Minha embaixada chegou/ Deixa meu povo passar". Assim, tomando para si a canção de Assis Valente, Chico Buarque anunciava em Belo Horizonte - a estreia da turnê Caravanas. Agora, depois de passar pela capital mineira, pelo Rio de Janeiro e São Paulo e ser vista por mais de 90 mil pessoas, a embaixada de Chico segue na estrada e chega a Curitiba de 02 a 04 de agosto, no Guairão. Antes de chegar à capital paranaense, ‘Caravanas’ passa por Recife (de 03 a 06 de maio, no Teatro Guararapes) e Salvador (de 17 a 20 de maio, no Teatro Castro Alves). Em junho, desembarca em Portugal para apresentações nas cidades do Porto (02 e 03/06, no Coliseu do Porto) e Lisboa (de 07 a 10/06, no Coliseu de Lisboa).

O sucesso se explica não só pela expectativa naturalmente criada em torno dos shows de Chico, afastado dos palcos desde 2012. O álbum Caravanas (lançado pela Biscoito Fino) foi apontado por muitos como um dos melhores do ano, assim como a canção As caravanas - tomada desde o nascimento como um dos grandes clássicos da obra do compositor. Além disso, o show mostra um Chico dialogando com seu tempo de forma aguda, como em alguns dos períodos mais marcantes de sua carreira. E aqui a expressão "seu tempo" tem sentido duplo. Por um lado, trata do momento de tensão política e social que o Brasil e o mundo atravessam. Por outro, "seu tempo" diz respeito ao tempo que o artista procura afirmar no palco, acima de qualquer cronologia. O "tempo da delicadeza", como escreveu ele sobre a melodia de Cristóvão Bastos em Todo o sentimento - não por acaso, presente no repertório.

Depois de pedir permissão para seu povo passar, Chico deixa claro quem chama de seu povo. Ele está presente em Mambembe, declaração de princípios e louvação à figura do artista - recentemente tratado como vagabundo em debates acalorados neste presente que Chico transcende no palco. Está também nos malandros de Partido alto e A volta do malandro assim como na involuntária heroína, duplamente violentada, de Geni e o zepelin. E, em definitivo, nos mestres e colegas listados em Paratodos.

Seu povo também são seus parceiros. Chico presta especial deferência a eles, fazendo questão de citá-los. Além de Todo o sentimento, Cristóvão Bastos é lembrado em Tua cantiga, outra do recém-lançado álbum que nasceu com ares de clássico. Edu Lobo aparece três vezes. A primeira, em A moça do sonho - uma das muitas canções do show que lidam com realidades oníricas, tempos suspensos, como Outros sonhos, Massarandupió, Futuros amantes ou mesmo Tua cantiga. Depois, Edu é lembrado de novo em A história de Lily Braun e A bela e a fera, ambas de O grande circo místico, aqui tocadas juntas. Seu maestro soberano Tom Jobim é celebrado em Retrato em branco e preto e Sabiá. Baixista da banda, Jorge Helder aparece como compositor em Casualmente. Parceiro mais recente ("e mais amado", ressalta Chico no palco), o neto Chico Brown entra com Massarandupió.

A representação maior do povo que Chico puxa em sua embaixada talvez seja Wilson das Neves, a quem o show é dedicado. O cantor lembra seu velho amigo e baterista de sua banda, morto em 2017, cantando a primeira parceria da dupla, Grande hotel.

Cuba ganha um lugar especial no universo desenhado por Chico no show, com Yolanda (versão em português do compositor para canção do cubano Pablo Milanés) e Casualmente, construída sobre uma memória de Havana.

Chico também afirma sua embaixada a partir do que não quer. Como na tristemente atual Derradeira estação, crônica de um Rio dominado pela violência, num Estado ausente que gera mil estados paralelos. Ou na raiva, "filha do medo" e "mãe da covardia", que embala a violência em As caravanas. Em registros mais leves e irônicos, ele pisca, em Desaforos e Injuriado, para os que "proferem desaforos pro seu lado". O "malandro candidato a malandro federal", o "malandro com retrato na coluna social" e outros que nunca se dão mal também têm seu momento de infâmia no show, em Homenagem ao malandro.

A grandeza do que se vê no palco, porém, não se resume às canções. Chico é sustentado por uma banda primorosa, que, a partir dos arranjos de Luiz Claudio Ramos, parece se multiplicar. Ela é formada por João Rebouças (piano), Bia Paes Leme (teclados e vocais), Chico Batera (percussão), Jorge Helder (contrabaixo), Marcelo Bernardes (flauta e sopros) e Jurim Moreira (bateria), além do próprio Luiz Claudio Ramos (violão). Também constroem o espetáculo a luz de Maneco Quinderé, os figurinos de Marcelo Pies e o cenário de Helio Eichbauer, formado por um jogo de oito cordas entrelaçadas - que formam diferentes desenhos e movimentos e mudam de tom de acordo com a iluminação - e “uma esfera armilar que flutua no espaço azul como algum sistema planetário”, como ele mesmo descreve.

O show que o público curitibano poderá presenciar traz um artista com plena consciência do tempo (dos tempos), como o personagem de Jogo de bola - outra pérola da safra mais recente. Mas que sabe ser, simultaneamente, aquele craque que tem a experiência do passado ("Outrora, quando em priscas eras/ Um Puskás eras") e o garoto que ainda é capaz de inventar dribles ("O tique-taque, o pique, o breque").

A turnê Caravanas tem produção geral de Vinícius França e direção técnica de Ricardo Tenente Clementino. A turnê segue em São Paulo até o próximo domingo, dia 22, e deve se estender a outras capitais, a serem anunciadas em breve. Os shows nestas primeiras capitais têm o patrocínio da Icatu Seguros, que já havia patrocinado o último espetáculo do artista – visto por mais de 150 mil espectadores.


SERVIÇO

CARAVANAS – show com Chico Buarque e banda
De 2 a 4 de agosto, às 21h
Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto – Guairão
Classificação indicativa: Livre
INGRESSOS: PLATEIA: R$490,00 (quatrocentos e noventa reais); 1º BALCÃO: R$ 420,00 (quatrocentos e vinte reais); 2º BALCÃO: R$ 300,00 (trezentos reais). 30% de desconto no preço de inteira e não cumulativo com outras promoções ou descontos beneficiados por lei na compra de até dois (dois) ingressos para associados do Clube do Assinante da Gazeta do Povo. Taxa de administração R$ 6,00 (seis reais).

 

IRA, comemora 30 anos de Psicoacústica

Para celebrar as três décadas de PSCICOACÚSTICA que marcou a carreira do IRA!, NasiEdgard Scandurra desembarcam em Curitiba no sábado, dia 23 de junho, com a turnê desde trabalho que é um divisor de águas na discografia da banda e um marco na história do rock nacional. A apresentação acontece no palco da Live Curitiba (R: Itajubá, 143), a partir das 23h59.

No ano do lançamento do PSCICOACÚSTICA, em 1988, os integrantes da banda ousavam e, pela primeira vez, assumiram a mixagem e produção do disco, deixando de lado os produtores da gravadora. O resultado foi um trabalho experimental, que em um primeiro momento não foi compreendido pela crítica musical da época e impactou a gravadora.

Nasi e Edgard chegam acompanhados por Daniel Rocha (baixo), Evaristo Pádua (bateria) e Johnny Boy (teclados) que tocam ao vivo e na íntegra todas as faixas de PSICOACÚSTICA. No repertório também vão estar clássicos absolutos como "Flores em Você", "Dias de Luta", "Núcleo Base", "Envelheço na Cidade", "Eu Quero Sempre Mais", "Tarde Vazia" e "Girassol".

Os ingressos estão disponíveis e variam de R$40,00 (meia-entrada) a R$130,00 (inteira), de acordo com o setor. Pista Premium - R$130,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada) / Área Vip– R$90,00 (inteira) e R$50,00 (meia-entrada)/ Pista - R$70,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada). A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer.  Clube da Alice e portadores do cartão fidelidade Disk Ingressos possuem 50% de desconto na compra de até dois bilhetes por titular. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.****Já está incluso o valor de R$6,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro. Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller, Estação e São José de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9hs às 18hs), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portalwww.diskingressos.com.br.

UM POUCO MAIS DE PSICOACÚSTICA

Depois do lançamento de dois álbuns de grande sucesso, que foram Mudança de Comportamento (1985) e Vivendo e Não Aprendendo (1986), em que esteve presente misturas de riffs de guitarras, influência de sons da década de 60, ligado ao universo hard e pop, no estilo Power Pop Mod, chegava o momento de apresentar algo conceitual, experimental e lisérgico. Músicas sem refrão, longos solos e momentos instrumentais, dentro de uma atmosfera um pouco sombria são algumas das características mais marcantes de PSICOACÚSTICA.

Ao longo dos anos foi possível observar a metamorfose no conceito do álbum: de renegado, logo após seu lançamento, até ser uma obra com inserção obrigatória nas listagens da discografia nacional. Entre samplersscratches, áudios do clássico O Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla... PSICOACÚSTICA é uma experiência sonora.

Com oito faixas e um pouco mais de 30 minutos de duração, o disco entrou para a história do rock brasileiro, sendo reconhecido como um dos mais ousados da época. Atualmente, o álbum está na lista dos 100 maiores discos da música brasileira pela revista Rolling Stone, em 81o lugar, e completando 30 anos de lançamento.

SERVIÇO

IRA! – Turnê PSICOACÚSTICA

QUANDO: 23 de junho de 2018 (Sábado)

LOCAL: Live Curitiba (R: Itajubá, 143 – Novo Mundo)
HORÁRIO: Abertura da casa: 21h / Início do show: 23h59
Duração do show: cerca de 90min
INGRESSOS: 
variam de R$40,00 (meia-entrada) a R$130,00 (inteira), de acordo com o setor. 
Pista Premium - R$130,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada);
Área Vip– R$90,00 (inteira) e R$50,00 (meia-entrada);
Pista - R$70,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada).
A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer.  Clube da Alice e portadores do cartão fidelidade Disk Ingressos possuem 50% de desconto na compra de até dois bilhetes por titular. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. 
É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro.
PONTOS DE VENDA: Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portal www.diskingressos.com.br.
**Entrega em domicílio com taxa de entrega.
FORMA DE PAGAMENTO: dinheiro ou cartão de débito/crédito Visa, Mastercard, Diners, Amex e ELO
Classificação etária: 16 anos
Informações p/ o público: (41) 33150808

 


Página 7 de 91
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.