Netflix anuncia segunda temporada de Narcos: México

narcos mexico presentada por diego luna en mexico

Narcos: México é produzida pela Gaumont Television para a Netflix. Eric Newman volta como produtor executivo e showrunner. José Padilha, Doug Miro, Andrés Baiz  e Carlo Bernard são também produtores executivos. DiegoLuna e Michael Peña no lançamento da série. (Foto: Divulgação)

 

Sobre Narcos: México temporada 1:
Narcos: México explora a origem da atual guerra do tráfico ao voltar às suas raízes, um período em que o universo das drogas mexicano era protagonizado por uma gangue desorganizada de produtores e traficantes independentes. Acompanhe a ascensão do Cartel de Guadalajara nos anos 80, quando Félix Gallardo (Diego Luna) assume o comando e une os traficantes para construir um império. Quando o agente do DEA (Drug Enforcement Administration) – departamento de combate às drogas norte-americano – Kiki Camarena (Michael Peña) se muda da Califórnia com sua esposa e filho para assumir um novo cargo em Guadalajara, ele descobre rapidamente que sua tarefa será mais difícil do que poderia imaginar. À medida que Kiki se familiariza com os métodos de Félix e se envolve cada vez mais com sua missão, tem início uma série de acontecimentos trágicos que mudarão as regras do tráfico local e a forma como ele será combatido por muitos e muitos anos. Narcos: México é produzida pela Gaumont Television para a Netflix. Eric Newman é o produtor executivo e showrunner. José Padilha, Doug Miro e Carlo Bernard são também produtores executivos​
 
narcos mexico presentada por diego luna medium
A série é protagonizada pelos atores Diego Luna e Michael Peña. Mostra a origem do cartel de Guadalajara.  (Foto: Divulgação)

Sobre a Netflix
Netflix é o principal serviço de entretenimento por internet do mundo. São 130 milhões de assinaturas pagas em mais de 190 países assistindo a séries, documentários e filmes de diversos gêneros e idiomas. O assinante Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à internet. O assinante pode assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.

NETFLIX ANUNCIA SEGUNDA TEMPORADA DE NARCOS: MÉXICO 

Narcos: México é produzida pela Gaumont Television para a Netflix.
Eric Newman volta como produtor executivo e showrunner.
José Padilha, Doug Miro, Andrés Baiz  e Carlo Bernard são também produtores executivos.


Sobre Narcos: México temporada 1:
Narcos: México explora a origem da atual guerra do tráfico ao voltar às suas raízes, um período em que o universo das drogas mexicano era protagonizado por uma gangue desorganizada de produtores e traficantes independentes. Acompanhe a ascensão do Cartel de Guadalajara nos anos 80, quando Félix Gallardo (Diego Luna) assume o comando e une os traficantes para construir um império. Quando o agente do DEA (Drug Enforcement Administration) – departamento de combate às drogas norte-americano – Kiki Camarena (Michael Peña) se muda da Califórnia com sua esposa e filho para assumir um novo cargo em Guadalajara, ele descobre rapidamente que sua tarefa será mais difícil do que poderia imaginar. À medida que Kiki se familiariza com os métodos de Félix e se envolve cada vez mais com sua missão, tem início uma série de acontecimentos trágicos que mudarão as regras do tráfico local e a forma como ele será combatido por muitos e muitos anos. Narcos: México é produzida pela Gaumont Television para a Netflix. Eric Newman é o produtor executivo e showrunner. José Padilha, Doug Miro e Carlo Bernard são também produtores executivos​

Sobre a Netflix
Netflix é o principal serviço de entretenimento por internet do mundo. São 130 milhões de assinaturas pagas em mais de 190 países assistindo a séries, documentários e filmes de diversos gêneros e idiomas. O assinante Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à internet. O assinante pode assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.
Última atualização em Sex, 07 de Dezembro de 2018 09:14
 

Line-up do Coolritiba 2019 traz Los Hermanos, Jorge Ben Jor, Natiruts e muito mais

cool

O festival que tem a cara da cidade volta com dois dias na Pedreira Paulo Leminski (Foto: Divulgação)

 

 

Nos dias 10 e 11 de maio, a Pedreira Paulo Leminski empresta novamente seu palco, natureza e ambiente único para a terceira edição do Coolritiba. Com realização da Seven Entretenimento, Kappamaki e Live Nation e apresentado por Cartões Elo, o festival vai trazer para Curitiba um line-up imperdível com Los Hermanos, Jorge Ben Jor, Natiruts, Criolo, Silva, 1 Kilo, Vintage Culture, Flora Matos, Far From Alaska, Mulamba, Machete Bomb, Tiê e Letrux. Ou seja, não importa se vai ser inverno ou verão, os dois palcos do festival vão ferver com ritmos para todos os gostos, públicos e idades. Característica fundamental do festival que reúne música, arte, moda e sustentabilidade em um evento que é a cara de Curitiba.

 

Grande sucesso em 2018, a pista de discotecagem vai permanecer em 2019 com o melhor das festas mais descoladas da cidade, para o pessoal curtir entre um show e outro. Você não vai ficar de fora dessa né? Os ingressos começam a ser vendidos nos dias 8 e 9 de dezembro exclusivamente para clientes ELO e para o público geral no dia 10, a partir de 10h, com preços promocionais!

 

Coolritiba arte

 

Valores - Primeiro lote

Clientes ELO – 8 e 9/12

Geral – 10/12 – a partir de 10h

Passaporte Pista para os dois dias - R$ 220,00

Pista individual - R$ 120,00

Passaporte Camarote para os dois dias - R$ 450,00

Camarote individual - R$ 250,00

Vendas: eventim.com.br

Local

Pedreira Paulo Leminski

10 de maio

Abertura dos portões as 16h

11 de maio

Abertura dos portões as 12h

Informações: coolritiba.art.br

https://www.facebook.com/festivalcoolritiba/

https://www.instagram.com/festivalcoolritiba/

https://twitter.com/festcoolritiba

Última atualização em Qua, 05 de Dezembro de 2018 10:17
 

Entrevista exclusiva - Michel Teló

IMG 1384
Superprodução é apresentada pelo Circuito Cultural Bradesco Seguros e com patrocínio master da PagSeguro, além da Havan (Foto: Deivid Correia)

O espetáculo "Bem Sertanejo – O Musical" foi sucesso de público por onde passou durante as duas primeiras temporadas, com mais de 60 apresentações esgotadas. Agora Michel Teló está de volta com o projeto que será novamente apresentado em Curitiba, com novos integrantes no elenco, dias 05, 06 e 07 de dezembro, na Ópera de Arame.

A montagem conta a história da música sertaneja, desde a sua origem caipira, no século 17, até os dias mais recentes e traz no repertório cerca de 56 sucessos de nomes consagrados, como Tonico e Tinoco, Sérgio Reis, Almir Sater, Renato Teixeira, Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano, Gustavo Lima, Henrique e Juliano, Jorge e Mateus, entre outros.

O musical é uma verdadeira viagem por todas as fases da música sertaneja e pela história do Brasil, mostrando as mudanças que o gênero sofreu, acompanhando a saída do homem do campo para a cidade grande. A estrutura do musical é gigante. São três carretas só para transportar cenário e equipamentos, 100 pessoas trabalhando diretamente e mais de 1000 indiretamente durante toda a turnê.

02
Para o elenco, o musical terá algumas mudanças. Claudio Lins e José Mauro Brant entram no lugar de Cris Gualda e Luiz Nicolau, respectivamente. Lilian Menezes, Alan Rocha, Daniel Carneiro, Gabriel Manita, Jonas Hammar, Pedro Lima, Rodrigo Lima e Sergio Dalcin seguem no projeto. Foto: Deivid Correia

"Bem Sertanejo - O Musical" traz na assinatura do texto e da direção o nome de Gustavo Gasparani e de profissionais consagrados no ramo, como Gringo Cardia (cenografia), Maneco Quinderé (iluminação), Marcelo Olinto (figurinos), Renato Vieira (coreografias), Marcelo Neves (direção musical), Mauricio Detoni (arranjos e preparação vocal) e André Piunti (pesquisador musical).

Especialmente para o Acontece Curitiba, Michel Teló contou um pouco sobre o universo do espetáculo "Bem Sertanejo - O musical".

- Além do sertanejo, quem é o personagem que nos apresenta/ narra a história deste ritmo brasileiro?

Meu personagem é o Chico Sanfona e através dele vamos contando a história da música sertaneja desde o surgimento, no campo, até a ida do homem para a cidade grande, levando o ritmo com ele. Ele mostra todas as mudanças pelas quais o Brasil foi passando e como o sertanejo foi acompanhado.

 

- Você chegou a passar este projeto para sertanejos como, por exemplo, Chitãozinho & Xororó para avaliar o conteúdo do roteiro?

Para cada artista não, mas o musical teve o André Piunti como pesquisador musical, um cara que tem todo o conhecimento do gênero. O Chitão e o Xororó já foram assistir inclusive e foi muito emocionante para mim vê-los na plateia.

 

- É famosa a relação do sertanejo com o estado de Goiás. Como foi apresentar este espetáculo para este público em especial?

Foi lindo. Todas as cidades nos receberam muito bem e Goiânia não foi diferente. Lá é considerado um dos berços da música sertaneja e foi uma honra levar o musical para lá. Foram 5 sessões lotadas e o público foi muito carinhoso com a gente.

 

- Como tem sido a interação com os colegas atuando como ator?

A nossa relação é ótima. Aprendi muito com eles. São atores experientes, com grandes musicais no currículo. Nessa terceira temporada estamos ainda mais entrosados.

 

- O ano foi cheio e com muita atividade, o musical segue em turnê no ano que vem?

Segue sim. Estamos preparando uma temporada no Nordeste do Brasil. Em breve teremos novidades.

 

- Para finalizar: por que o sertanejo tem lugar cativo como trilha sonora do brasileiro?

O sertanejo está no sangue do brasileiro, faz parte da raiz da nossa música. Acredito que o principal motivo da música sertaneja estar sempre em alta é que ela soube acompanhar o mercado, soube se modernizar e sempre falou sobre o cotidiano do brasileiro, seja no campo ou na cidade grande.

 

Resumo do roteiro

"Bem Sertanejo – O Musical" conta a trajetória e a formação da música caipira e da cultura interiorana do nosso país de forma poética e não cronológica. A peça propõe uma viagem pelos nossos interiores – memórias, infância, descobertas – resgatando, assim, o sertão que há em cada um de nós, e ao mesmo tempo, um contato direto com as nossas raízes culturais.

 

SERVIÇOS

-CURITIBA

Local: Ópera de Arame | Rua João Gava, 970

Datas: dias 05, 06 e 07 de dezembro

Horários: Quarta, quinta e Sexta | Uma sessão | 21h

Preços:

Plateia Roxa | R$37,50 (meia-entrada | Clube Assinante Gazeta do Povo) e R$75

Plateia Rosa | R$80 (meia-entrada | Clube Assinante Gazeta do Povo) e R$160 (inteira)

Plateia Laranja | R$ 100 (meia-entrada | Clube Assinante Gazeta do Povo) e R$200 (inteira)

Plateia Amarela | R$125 (meia-entrada | Clube Assinante Gazeta do Povo) e R$250 (inteira)

Plateia Premium | R$150 (meia-entrada | Clube Assinante Gazeta do Povo) e R$300 (inteira)

Vendas | https://www.diskingressos.com.br/evento/8886/05-12-2018/pr/curitiba/bem-sertanejo-o-musical-3-temporada

Capacidade: 1000 lugares

Censura: LIVRE

Tempo de Duração: 2h30 – com intervalo

Última atualização em Ter, 04 de Dezembro de 2018 17:04
 

As it-girls e irmãs Luciana e Marcella Tranchesi são a capa da Glamour de Dezembro num clima de amizade, cumplicidade e família

508536320eb003419f7d16d27d2bdab6 medium

CAPA DA GLAMOUR DEZEMBRO - Lu Tranchesi e Marcella Tranchesi (CASSIA TABATINI)

 

A Capa da Glamour de Dezembro, que chega hoje às bancas, traz as irmãs Luciana e Marcella Tranchesi na primeira capa da dupla. É lindo ver o laço que une as it-girls que fazem do bom humor e da espontaneidade as ferramentas de seu sucesso. Juntas, elas passaram uma infância divertida, uma adolescência típica (sabia que a Lu morria de vergonha de andar com a caçula?) e superaram a maior perda de suas vidas. Na edição deste mês, as duas trocaram cartas contando sobre a vida, intimidade e tudo o que passaram juntas e o que desperta admiração na outra. 

Eram 0h30 quando o WhatsApp apitou: “Mandei. Estou tensa! Me sentindo o noivo que escreveu os votos de casamento sem saber os da noiva!”. A mensagem era de Marcella Tranchesi, apreensiva para saber se, no texto que escreveu para a Glamour sobre a irmã, tinha conseguido “ser tão poética e perfeita” quanto Luciana. Está aí a tônica do relacionamento de Lu e Ma, 29 e 26 anos, respectivamente: admiração. Além de carinho, respeito, proteção, sororidade e…

Bem, bastante bom humor. Elas são engraçadas, sabe? Carismáticas mesmo, do tipo que dizem o que têm vontade sem resquício de timidez.

 

imagem release 1528891     
Capa Glamour Dezembro - Lu Tranchesi e Marcella Tranchesi (CASSIA TABATINI)

imagem release 1528894
Capa Glamour Dezembro - Lu Tranchesi e Marcella Tranchesi (CASSIA TABATINI)

 

 

"É um privilégio convivermos tão de perto e trabalharmos juntas. Criei meu site há sete anos, justamente para passar o tempo quando minha mãe estava internada e dormíamos no hospital. Chamei minha irmã para se juntar a mim, mas, na época, ela não queria. Com o Instagram, viu as oportunidades e passou a tratar as redes como um negócio. Sorte de todo mundo que pode conhecer mais dessa figura genial, expansiva, engraçada, solícita e capaz de alegrar qualquer ambiente. Depois que me tornei mãe, comecei a refletir muito sobre tudo isso: nossa infância, nossos valores, nossas transições, nossas dificuldades... E me vejo tentando prever quais dificuldades o Antonio vai enfrentar, para poder dar ao meu filho todas as ferramentas para lidar com elas. É bom demais ter minha irmã ao meu lado nesta jornada. Teque, tiamu puto. Ah! Teque é o apelido que o Antonio deu a ela. E esse é nosso jeito de falar ‘te amo muito’. Era o jeito que falávamos para minha mãe também.”  - trecho da carta de Lu Tranchesi sobre a irmã, Marcella

“A Lu sempre foi minha principal referência. Eu a achava o máximo desde criança e copiava tudo. Para o desespero dela, queria fazer os mesmos programas, ser amiga dos mesmos amigos, usar as mesmas roupas… Lembro de um dia, a gente ainda bem pequenas, em que a Lu chegou do cabeleireiro chorando com o corte chanel, dizendo que tinha odiado. Para fazê-la se sentir melhor, pedi para minha mãe me levar para cortar igual. A Lu não acreditou quando viu e não sei se isso fez com que ela gostasse mais do cabelo dela ou detestasse o meu também." Conta a Marcella sobre a Lu 

Última atualização em Ter, 04 de Dezembro de 2018 12:33
 

Fórum Mitos & Fatos debateu o futuro do Paraná

Foto 2 presidente executivo do Grupo RIC Paraná Leonardo Petrelli Presidente da Jovem Pan SAT Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho e o governador eleito do Paraná Ratinho Júnior

Presidente executivo do Grupo RIC Paraná, Leonardo Petrelli, Presidente da Jovem Pan SAT, Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho e o governador eleito do Paraná, Ratinho Júnior

 

 

Um encontro de mentes para ampliar o potencial de crescimento do Paraná. Assim pode ser definido o Fórum Mitos & Fatos, realizado na última quinta (29) no Câmpus da Indústria da FIEP. Nesta primeira edição paranaense, um público de aproximadamente 300 pessoas (e outras milhares que assistiram ao vivo pelos canais do YouTube e pelo RICMAIS) acompanharam três painéis, sobre infraestrutura, produtividade/agronegócio e turismo, com especialistas nestes temas e autoridades, como o Ministro do Turismo, Vinícius Lummertz; o Prefeito de Curitiba, Rafael Greca; além da presença do governador eleito, Ratinho Junior; do Presidente da FIEP, Edson Campagnolo; Presidente da Fecomércio e o vice-governador eleito, Darci Piana, entre outras autoridades. Também prestigiaram o evento Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho (o "Tutinha") e Roberto Araújo, da Rede Jovem Pan SAT.

O evento teve, logo na sua abertura, um discurso inspirador do Presidente Executivo do Grupo RIC Paraná, Leonardo Petrelli. "O Mitos & Fatos nasceu da vontade de debater assuntos relevantes para o cidadão e para o futuro do país", disse. "Como diminuir a burocracia e a lentidão que impossibilitam o progresso? No agronegócio, o mesmo, quais são os desafios? Para a vontade de romper paradigmas, não basta aparecer apenas no mundo das ideias: é preciso enfrentar os modelos que já existem. É preciso ideias melhores, pois ideias melhores atraem pessoas melhores".

Logo após, o presidente da FIEP, Edson Campagnolo, falou sobre o grande potencial de crescimento do estado. "O futuro do Paraná interessa à indústria e a cada cidadão que, nessas eleições, depositaram seu voto", refletiu. Em seu discurso, o governador eleito, falou a respeito de investimentos e projetos para o Paraná, e comentou que o turismo é a maneira mais barata de se gerar emprego no mundo. Também elogiou a Rede Jovem Pan e o Grupo RIC pela iniciativa em realizar a primeira edição paranaense do Fórum Mitos & Fatos. "Vamos precisar muito do Grupo RIC para ajudar a pensar o nosso estado e ser, obviamente, crítico ao nosso governo", concluiu.

O Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, discursou de forma enfática a favor dos investimentos no setor, e afirmou que o estado tem grande potencial turístico. O primeiro painel do dia foi sobre o tema Infraestrutura, com mediação do âncora do programa Os Pingos Nos Is, Augusto Nunes. O Diretor de Planejamento e Economia da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB), Igor Rocha debateu a infraestrutura do Paraná com Markenson Marques dos Santos, diretor da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (FETRANSPAR); Daniel Rockenbach, vice-presidente da Operação Sul da Rumo Logística; e Álvaro José Cabrini Júnior, membro da equipe de transição do Governo do Paraná.

"60% da tonelagem produzida no Brasil chega aos destinos por caminhões", pontuou o diretor da FETRANSPAR. "E, de uma maneira não surpreendente, os caminhoneiros saíram do anonimato e pararam o país meses atrás. Daqui a pouco estamos em maio de novo, e o que foi feito até lá? Tem 150 mil transportadoras no Brasil e uma média de 7 caminhões por transportadora. Tem como isso dar certo? Não. Precisamos de boas políticas e inteligência", afirmou.

Foto 3 presidente executivo do Grupo RIC Paraná Leonardo Petrelli Presidente da FIEP PR Edson Campagnolo Presidente da Jovem Pan SAT Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho e o jornalista Augusto Nunes
Presidente da FIEP PR, Edson Campagnolo, Presidente executivo do Grupo RIC Paraná, Leonardo Petrelli, Presidente da Jovem Pan SAT, Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho e o jornalista Augusto Nunes

No segundo painel sobre Produtividade e Agronegócio, o mediador responsável foi Guilherme Rivaroli, apresentador do Paraná no Ar, da RICTV Record. A mesa contou com Jefrey Kleine Albers, da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP); João Arthur Mohr, da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP); e Paulo Cesar Starke Junior, do Banco Regional de Desenvolvimento (BRDE).

"Hoje, a agricultura pecuária detém 69% do estado e não tem para onde crescer", problematizou Albers. "Estamos aumentando nossa capacidade produtiva, mas não se restringe porteira adentro. Por mais que se desenvolva e cresça esse potencial, nós esbarramos em outras fronteiras nesse mercado, como o repasso do custo do pedágio".

Encerrando o ciclo de painéis, o tema responsável foi o Turismo no Paraná, com a mediação do jornalista Denian Couto, da Jovem Pan. O Prefeito Rafael Greca e o Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, debateram com o Professor Jacó Gimennes, Presidente da Paraná Turismo; e Adonai Aires de Arruda Filho, diretor comercial da Serra Verde Express.

O Prefeito recordou que foi o primeiro Ministro do Turismo no Brasil no Governo Fernando Henrique Cardoso e cumprimentou o atual Ministro, Vinicius. "Fiz os parques mais bonitos de Curitiba da última vez que fui prefeito e fiz os memoriais de todas as etnias que formavam Curitiba. O Paraná é lindo, é uma província turística", falou Greca.

Segundo o professor Jacó, o Paraná pode ser exemplo para todo o Brasil na área. "O estado é turístico, mas a maior dificuldade nossa tomar consciência que somos produtores de turismo. O Paraná pode mais", concluiu Gimennes.

Última atualização em Sex, 30 de Novembro de 2018 18:32
 

Caravana Iluminada de Natal passará por Curitiba

Caravana de Natal Curitiba Dia 05 00263

Caminhões da Coca-Cola FEMSA transportam o espírito natalino em trajeto de três horas nos bairros da capital paranaense (Foto: Divulgação)

 

 

Quem nunca sentiu de perto a emoção da Caravana Iluminada de Natal, terá nova oportunidade de presenciar o verdadeiro espírito natalino que irá invadir Curitiba na próxima terça e quarta-feira (4 e 5) em uma iniciativa da Coca-Cola FEMSA Brasil que encanta famílias ao redor do país ano após ano. Oito caminhões da marca Scania irão percorrer vários bairros da cidade e, juntamente ao bom velhinho e à Família Urso que embarcam nessa aventura, encantarão os curitibanos com muita música e luz.

 

 

Nos dois dias, a caravana sai da fábrica da Coca-Cola, no Jardim das Américas, e revezadamente, percorre os bairros do Jardim Botânico, Batel, Mercês, Água Verde, Portão, Novo Mundo, Sítio Cercado, Boqueirão, Ahú, Cristo Rei, Alto da XV, Alto da Glória, Juvevê, Hugo Lange e Uberaba. Além das cidades paranaenses, Curitiba, Maringá, Ponta Grossa e São José dos Pinhais, a Caravana Iluminada de Natalpercorrerá, a partir de 28 de novembro, as principais ruas de mais 38 cidades nos estados em que a companhia está presente: Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.O roteiro completo e as cidades participantes podem ser conferidos no www.natal.cocacola.com.br que será gradativamente atualizado.

 

Caravana de Natal Curitiba Dia 05 00280

 

 

O encantamento e a história

Há cinco anos, quem realiza a ação é a PromoPlus Marketing Promocional, uma das principais agências de marketing de Curitiba. A ação contou com a participação de 50 colaboradores, que se empenharam em trazer novamente uma das principais atrações do Natal. Para o coordenador da Caravana Iluminada da PromoPlus Promocional, Nathan Cavalheiro, que participou da caravana em 2017, participar da concretização do evento é uma realização profissional, já que o trabalho é encantador e mexe com o emocional das pessoas que assistem ao espetáculo. “Trabalhamos arduamente em todos os projetos que realizamos, mas, a Caravana, especificamente, é um momento mágico no qual podemos sentir que a emoção do público nos acompanha a cada km rodado. O Natal por si só já é um momento de nostalgia e felicidade para boa parte da população, então, participar ativamente de ações como essa, nos deixa cada vez mais motivados”, afirma.

 

 

“O Natal da Coca-Cola é o momento de celebração, principalmente pela oportunidade de estar perto de pessoas que gostamos, em especial da nossa família. Para nós que celebramos as refeições durante todo o ano, nada mais que especial comemorar juntos a maior delas – a ceia de Natal. Neste ano, trouxemos em nossa campanha a família de Ursos já conhecida pelo público em uma versão moderna e que retrata o momento em família. É possível que você se identifique com um dos personagens”, diz Luciano Sá, Gerente de Publicidade, Promoções e Eventos da Coca-Cola FEMSA Brasil.

 

Este ano a caravana contará com dois formatos, mas sempre com caminhões vermelhos iluminados com lâmpadas de LED e estampados com temas natalinos. Destaque para os veículos cenográficos com elementos como Papai Noel e a família do icônico urso da Coca-Cola.Os oito caminhões da caravana serão da marca Scania. Os modelos, equipados com as mais avançadas tecnologias do mercado, são da Nova Geração Scania, que acabou de ser lançada no Brasil, apenas dois anos depois de chegar na Europa.

 

 

Sobre a PromoPlus Promocional

Uma das mais tradicionais e criativa agências de Curitiba, a PromoPlus atua no mercado de Marketing Promocional desde 1998, atendendo grandes clientes como Coca-Cola, Heineken, Petrobras, Tim, Positivo, Volkswagen, Terminal de Containers de Paranaguá, entre outras. Além dos escritórios em Curitiba e em São Paulo, a parceria com outras agências faz com que a área de atuação da PromoPlus atinja todo o território nacional. Os projetos desenvolvidos são embasados em inovações tecnológicas e dados coletados em pesquisas qualitativas e quantitativas. A agência também possui um banco de dados próprio de RH para todos os tipos de ação promocional. Qualquer contrato ou regulamento é feito internamente, dando muito mais agilidade aos trâmites legais.

 

Sobre a Coca-Cola FEMSA

Coca-Cola FEMSA, SAB de C.V é a maior engarrafadora do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas das marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 169 marcas para mais de 396 milhões de consumidores a cada dia. Com mais de 100 mil funcionários, a empresa vende cerca de 4 bilhões de caixas unitárias por meio de 2,8 milhões de pontos de venda por ano. Operando 67 fábricas e 344 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a criação de valor econômico, social e ambiental para todos os seus grupos de interesse em toda a cadeia de valor.

 

 

A companhia é membro do Índice de Sustentabilidade de Mercados Emergentes da Dow Jones, Índice de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance da Dow Jones, FTSE4Good Emerging Index, dos índices IPC e de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da Bolsa Mexicana de Valores, entre outros índices. Tem operações em determinados territórios no México, Brasil, Colômbia, Argentina e Guatemala, e a nível nacional na Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Uruguai, Venezuela e Filipinas. Para mais informações, visite www.coca-colafemsa.com.

 

No Brasil, a empresa está presente como Coca-Cola FEMSA Brasil em 48% do território nacional, empregando cerca de 20 mil funcionários e atendendo mais de 88 milhões de consumidores, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em parte do estado de Goiás. No Brasil, são nove fábricas, 44 centros de distribuição, 24 Cross Dockings e 21 Cross Trucks, sendo a unidade de Jundiaí (SP) a maior no mundo em volume de vendas em produtos Coca-Cola.

Última atualização em Sex, 30 de Novembro de 2018 16:22
 


Página 3 de 71
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.