Prem Baba e a polêmica dos Messias

1010va0410

Nas últimas semanas, escândalos e acusações marcaram a vida do guru Prem Baba, que conquistou milhares de seguidores a partir de um método de autoconhecimento que mistura psicologia, filosofia e práticas xamanistas. A imagem do guru foi manchada por acusações de abuso de poder e proveito de sua influência com efeitos tanto no seu patrimônio quanto em favores sexuais.

Prem Baba é, contudo, apenas mais um episódio que coloca em questão a crença nesses novos líderes espirituais. Será que se deve desperdiçar toda a confiança em um homem? Um homem de carne e osso, com vaidades, traumas, necessidades e falhas de julgamento? Porque se ele realmente tirou proveito indevido sobre sua ascendência, está longe de ter sido o primeiro.

Inspirado por depoimentos e casos reais de abusos religiosos ao redor do mundo, PJ Pereira, em seu livro A Mãe, A Filha e o Espírito da Santa, publicado pela Editora Planeta, conta a história de uma personagem guru brasileira e a nova Messias, Pilar da Anunciação – a Santinha do Codó. A leitura necessita de estômago forte, pois é forrada de abusos, assassinatos e perseguições, daqueles que sabemos que acontecem no mundo, mas ainda assim o estômago embrulha quando as imagens se formam diante de nós — seja na presença, na tela ou na imaginação. De forma violenta e sem pudor, o livro fala de como os religiosos abusam de certos poderes e mantém um relacionamento impositivo sobre seus fiéis e desnuda o que o autor costuma chamar de “o manual do guru do mal”, uma série de procedimentos usados na manipulação religiosa, independente do tipo de fé.

imagem release 1446746
Capa - a mãe, a filha e o espírito (Foto: Planeta)

No caso de A mãe, a filha e o espírito da Santa essa fé passa pelas religiões afro brasileiras do Nordeste, pelo neopentecostalismo e pelos cultos new age.

O título se refere a história da menina Pilar, sua mãe, dona de terreiro, e a relação delas com a entidade espiritual feminina que protege a família. De uma forma humana e crua, a obra narra a ascensão dessa santa/pastora/mentora para mostrar o que é ser uma guru, sua gênese numa sociedade machista e preconceituosa e as tentações da jornada. Heroína ou vilã? Esse é um julgamento que caberá aos leitores. Assim como somente os seguidores desses novos profetas podem realmente julgar aquilo pelo que passaram.

Se a obra permite perceber a humanidade nesses líderes espirituais e encontrar a similaridade com o que se passa em igrejas, showmícios, nas ruas e na própria TV, na prática, possibilita também reconhecer seus padrões de manipulação e controle. Quem sabe assim não ficamos mais fortes e atentos para não sermos sugados pelo campo magnético desses líderes carismáticos.

Spinoff da trilogia Deuses de Dois Mundos, A Mãe, A Filha e o Espírito da Santa mostra o poder que um líder espiritual tem nas mãos, a responsabilidade que carrega e a humanidade que não deixa de existir, mesmo naqueles predestinados a esse papel.

Sobre o autor: PJ Pereira é escritor, autor da trilogia best-seller Deuses de dois mundos, que lhe rendeu o Prêmio Luiza Bairros pela contribuição à cultura africana no Brasil. Nascido e criado no Rio de Janeiro, sempre foi fascinado pelas tradições religiosas do Nordeste, de onde vieram seus avós. Daí saiu a inspiração para seus livros. Atualmente mora na Califórnia com a mulher e o filho.

Última atualização em Seg, 01 de Outubro de 2018 19:43  
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.