Filme "Em Pedaços" está nos cinemas

emp reproducaoCena do filme "Em Pedaços" - Divulgação

 

 

Em Pedaços é um filme que fala de uma triste realidade, que existe nos dias de hoje, e nós nem nos damos conta.

 

É através da história de Katja Sekerci que acabamos por conhecer dados de ataques terroristas feitos por grupos neonazistas que são mais comuns (infelizmente) do que pensamos.

 

Katja é casada com Nuri, um homem de nacionalidade turca, que teve problemas com o tráfico de drogas, mas já pagou sua dívida com a sociedade, cumprindo anos de prisão.

 

Os dois tem um filho de seis anos chamado Rocco e vivem na Alemanha.

 

A família tem uma vida comum, com trabalho, escola e amigos, até que um dia Rocco vai passar uma tarde com o pai no trabalho e Katja sai com uma amiga.

Ao final do dia Katja descobre que seu filho e marido estão mortos, pois sofreram em ataque terrorista, uma bomba foi explodida.

 

MV5BNjAxNjhjYWYtNjA5YS00YmViLWEwNDYtMTkxMmQ3YTI4NmFmXkEyXkFqcGdeQXVyNTY0NzUxNA. V1 Cena do filme "Em Pedaços" - Divulgação

 

Mesmo diante de tamanha tristeza, ela precisa dar depoimentos e quem sabe ajudar a polícia a descobrir quem são os assassinos.

 

Em busca de justiça, Katja faz de tudo para ajudar a polícia, apesar de alguns reveses que encontra pelo caminho, mas quando ela percebe que os criminosos saíram impunes, ela resolve fazer justiça com as próprias mãos.

 

O diretor Fatih Akin faz um ótimo filme, onde a câmera também mostra o processo de agonia pelo qual a personagem principal é levada, as cenas tem um tom frio, tal qual o clima que predomina na história.

 

O grande destaque é a atriz Diane Kruger que interpreta a mãe e esposa que sofre e quer justiça, e entrega diversas emoções ao longo da trama, conseguindo levar o espectador junto com ela, por entre suas dúvidas, descobertas e tristezas e ainda passa credibilidade em todas elas.

 

Para assistir um filme como “Em Pedaços” você tem que ser forte, pois apesar de ser uma história ficcional, ela mostra muito do que um ser humano é realmente capaz de fazer por conta de seus ideais e crenças.

 

Enfim, um filme forte, pesado de se ver, triste também, mas tem seus momentos de fôlego, de suspense, e de surpresas.

 

Título Original: Aus Dem Nichts

Gênero: Drama/Suspense

Duração: 1 hora e 46 minutos

Ano de Lançamento: 2018

Direção: Fatih Akin

Elenco: Diane Kruger, Denis Moschitto, Numan Acar, Johannes Krisch, Ulrich Tukur, Karin Neuhauser, Henning Peker, Adam Bousdoukos.

RITA VAZ

TUDO SOBRE FILMEwww.tudosobrefilme.com.br

Última atualização em Ter, 20 de Março de 2018 18:33
 

Cinema gratuito viaja pelo Sul do Brasil

"Mostra Olé de Cinema" vai promover 74 sessões

Gira Brasil gabriel borghi 06Gira Brasil - Gabriel Borghi

 

Três estados. Oito cidades. Mais de dois mil espectadores. Diversão sem limites. O projeto "Mostra Olé de Cinema", iniciativa que vai percorrer os estados do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul levando cinema de graça para crianças e adultos em busca de aprendizado e diversão, começa no dia 13 de março na paranaense Guarapuava. Depois a sala de cinema itinerante vai passar por Laranjeiras do Sul (PR), Chapecó e Fraiburgo (SC), Caxias do Sul e Gravataí (RS), Blumenau e Itajaí, novamente em Santa Catarina. A programação encerra no dia 6 de abril.

 

Essa é a primeira edição da "Mostra Olé de Cinema", projeto de democratização do acesso à cultura que diverte, ensina e valoriza a arte. É também uma oportunidade para crianças e adultos que sonham sentir o clima de uma sala de cinema. "Nosso espaço é planejado para transmitir ao público a sensação da sala escura tradicional", diz Jefferson Bevilacqua, diretor da Magma Cultura, empresa responsável pelo projeto.

 

O Cine Móvel oferece uma sala escura com ar condicionado, telão de 120 polegadas, som estéreo, poltronas estofadas, rampa de acesso e espaço exclusivo para portadores de necessidades especiais. A capacidade é para até 32 pessoas por sessão.

 

Até o final do projeto serão 74 sessões de cinema. Em cartaz, sucessos como "Procurando Dory", "Trolls", "Moana – Um Mar de Aventuras", "Antes de Partir" e "Quatro Vidas de um Cachorro", títulos escolhidos para estimular reflexões sobre o valor da amizade, o respeito e a vida.

 

Aprovado pelo Ministério da Cultura, via Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, a iniciativa faz parte do Projeto Gira Brasil e tem patrocínio da Olé Consignado.

 

Obra inteiramente por mulheres

Nova edição de Herland - A Terra das Mulheres aborda uma sociedade em que elas vivem sem dominação, com estabilidade, coesão e lógica

 

 

CPGilman

Charlotte Perkins Gilman (1860-1935)  The Quest for Human-ness

A história do feminismo é recente, começa no século XIX e ganha força no século XX. Os movimentos que o cercam custam a ter voz, e cada vez mais lutam por seus direitos e para mostrar o papel feminino na sociedade. Um clássico da literatura, Herland – A Terra das Mulheres deixa uma importante marca nesta mobilização. Um século depois da primeira publicação, o selo Via Leitura, da Edipro, traz uma nova edição de um dos primeiros manifestos feministas.

Incentivada pela proposta, a Edipro apostou em uma equipe inteiramente feminina para a produção desta obra. Desde a edição do texto, passando pela produção, revisão, diagramação, capa e divulgação, apenas mulheres foram envolvidas no projeto. O prefácio é de Juliana Gomes, coordenadora do Leia Mulheres (projeto de promoção da literatura feita por mulheres, inspirado pela escritora inglesa Joanna Walsh). Com isso, a Edipro busca emular a inspiração inicial da autora Charlotte Perkins Gilman.

Publicada pela primeira vez em 1915, Herland descreve uma sociedade formada unicamente por mulheres que vivem livres de conflitos e de dominação.

A história é narrada por um estudante de sociologia que, com o auxílio de dois companheiros, chega ao lendário país dominado por mulheres. As diferentes visões dos três exploradores logo entrarão em conflito com a organização social utópica que terão de confrontar.

Herland subverte questões como a definição de gênero, a maternidade e o senso de individualidade. Gilman, nesta obra, cria uma narrativa revolucionária e dá uma importante contribuição às discussões sociológicas sobre os papéis masculino e feminino em sociedades de qualquer época.

imagem release 1210170

Ficha técnica:Editora: Via Leitura
Gênero: Literatura/Feminismo
Preço: R$ R$32.90
ISBN: 9788567097558
Edição: 1ª edição, 2018
Tamanho: 14x21
Número de páginas: 160

Sobre a autora: Charlotte Perkins Gilman (1860-1935) foi escritora, poetisa e uma ativista do feminismo nos Estados Unidos. Abandonada pelo pai durante a infância e sem que sua mãe tivesse condições de criá-la sozinha, ficou sob a proteção de suas tias paternas, Catharine, Harriet (escritora e autora do clássico A cabana do Pai Tomás) e Isabella (sufragista, defensora do voto feminino). Essa influência acabou sendo determinante  para o futuro sucesso literário de Charlotte e seu papel fundamental na história dos direitos sociais das mulheres. Seu estilo e vida pouco usual para a época (divorciada e financeiramente independente) a tornaram um modelo para todas as gerações posteriores de feministas.

Última atualização em Seg, 26 de Fevereiro de 2018 16:03
 

Mostra Paranaense de Dança 2018

ABABTG divulga cronograma de inscrições e seletivas

Mostra Paranaense de Danca 3 Cayo VieiraFoto: Caio Vieira

Em 11 anos de existência, a Mostra Paranaense de Dança – iniciativa da Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra (ABABTG) –se tornou o maior evento do gênero no Brasil. Em sua última edição, em 2017, reuniu cerca de 17 mil pessoas – entre público, artistas inscritos, bailarinos profissionais convidados, equipe técnica e alunos das oficinas e workshops. Ao todo, o Festival contou com a participação de grupos de 56 cidades, sendo três de Santa Catarina e o restante do Paraná. Ambos os estados reuniram 2360 artistas inscritos, que apresentaram 566 coreografias, sendo que, destas, 122 foram aprovadas para a Mostra Final. Em 2018, a Mostra dá continuidade à sua missão de promover apresentações artísticas de companhias profissionais convidadas, revelar o talento de artistas e grupos amadores, promover a interação entre profissionais e estudantes da dança, ofertar iniciativas de formação e trazer para o Brasil artistas internacionais para apresentações inéditas.

Todos os anos, estudantes de todos os estilos de dança do Paraná e de estados vizinhos aguardam ansiosos a divulgação do cronograma de atividades da Mostra e a revelação das cidades escolhidas para receber as seletivas. Este ano, além de Curitiba, a ABABTG passará por Campo Mourão, Pato Branco, Ponta Grossa e Arapongas. Grupos, escolas, academias e bailarinos poderão se inscrever a partir do dia 7 de abril (cronograma de inscrições abaixo). Os grupos inscritos se apresentarão para uma banca de profissionais convidados pela Associação e alguns trabalhos serão selecionados para a grande final realizada tradicionalmente no palco do Guairão.

Essas cidades ainda vão receber oficinas de aprimoramento técnico e artístico em modalidades variadas, ministradas por profissionais habilitados.A grande abertura da Mostra acontece no Guairinha no dia 2 de maio e contará com a apresentação de solistas finalistas e/ou premiados no Internationales Solo-Tanz-Theater Festival Sttutgart, que acontece anualmente na Alemanha.

Mostra Paranaense de Danca 1 Cayo Vieira
Foto: Caio Vieira

Mostra Paranaense de Danca 4 Cayo Vieira
Foto: Caio Vieira

 

Cronograma da edição 2018 da Mostra Paranaense de Dança da ABABTG

Período de inscrições de escolas, academias, grupos e artistas, via site:www.ababtg.org.br/mostra:

  • Curitiba: de 7 a 13 de abril
  • Campo Mourão: de 21 a 27 de abril
  • Pato Branco: de 28 de abril a 4 de maio
  • Ponta Grossa: de 5 a 11 de maio
  • Arapongas: de 12 a 18 de maio

Período de seletivas nas cidades do Paraná:

  • Curitiba: de 3 a 6 de maio
  • Campo Mourão: 19 e 20 de maio
  • Pato Branco: 26 e 27 de maio
  • Ponta Grossa: 2 e 3 de junho
  • Arapongas: 9 e 10 de junho

Abertura com os solistas internacionais:

·        Dia 2 de maio, no Guairinha, em Curitiba.

Mostra Final com os grupos selecionados e profissionais convidados:

·        Entre os dias 21, 23 e 24 de junho, no Guairão, em Curitiba.

Inscrições para oficinas de aprimoramento técnico e artístico, via sitewww.ababtg.org.br/mostra:

·        Campo Mourão:30 de abril a 13 de maio

·        Pato Branco: 7 a 20 de maio

·        Ponta Grossa: 14 a 27 de maio

·        Arapongas:21 de maio a 3 de junho

·        Curitiba (Mostra Final): 4 a 17 de junho

*Investimento: R$20,00 por oficina.

Regulamento e informações:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
www.ababtg.org.br/mostra
www.facebook.com/ababtgoficial

ABABTG- Fundada em 2007, a Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra surgiu para fortalecer a dança e demais artes motivando uma ligação sinérgica entre os setores público e privado.Para tanto, tem desenvolvido projetos culturais que promovam ações de formação, atualização, divulgação e fomento da dança, em suas diversas linguagens. Aformação de público e o apoio à gestão de carreira de seus associados bailarinos, ex-bailarinos e apoiadores do Balé Teatro Guaíra também estão entre os compromissos da ABABTG.Formalizada como uma agremiação artística e cultural de caráter civil e personalidade jurídica e recentemente qualificada como Organização Social, a Associação tem demonstrado uma atividade intensa desde a sua fundação. Entre os seus principais eventos está a Mostra Paranaense de Dança, realizada anualmente em diferentes cidades do Estado para incentivar e valorizar bailarinos e grupos amadores e promover apresentações profissionais a preços populares.

Última atualização em Qui, 22 de Fevereiro de 2018 14:04
 

Programação semanal do MON

Na terça-feira, 20/02, acontece o primeiro encontro do programa "Arte para Maiores" de 2018
foto Marcello Kawase Bienal de Curitiba 2017Foto - Marcello Kawase - Bienal de Curitiba
O Museu Oscar Niemeyer (MON) convida o público a participar da programação semanal. Haverá atividades de domingo a quarta-feira, dias 18, 20 e 21 de fevereiro. Vale ressaltar que em todas as quartas a entrada ao museu é gratuita.
No domingo e na quarta, 18/02 e 21/02, acontece a oficina "Pintura com materiais alternativos", das 11h às 17h, e haverá também visita mediada pela Bienal de Curitiba 2017, em dois horários: às 11h e às 15h. A programação é livre para o público de todas as idades e não é necessária inscrição prévia.
Arte para maiores
Na terça-feira, 20/02, haverá a primeira edição de 2018 do programa "Arte para Maiores", destinado ao público adulto, principalmente para quem tem mais de 60 anos. Este encontro tem como tema a exposição "Luz = Matéria" e acontece das 14h às 17h, com vagas para 40 participantes. 
A mostra apresenta uma seleção de cerca de 90 obras do acervo do museu, com nomes como Claudio Alvarez, Alfredo Andersen, José Bechara, Maureen Bisilliat, Martin Chambi, Flavio Damm, Theodoro de Bona, Alberto Guignard, Julio Le Parc, Abraham Palatnik, Vik Muniz, Daniel Senise, entre outros. 
A participação em todas as atividades é gratuita, tendo apenas o custo do ingresso do museu. A entrada ao MON custa R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Maiores de 60 e menores de 12 anos têm entrada franca. Nas quartas a entrada é sempre gratuita. A retirada de ingressos no museu pode ser feita até as 17h30, na bilheteria.
Serviço
Domingo no Museu Oscar Niemeyer
18 de fevereiro de 2018
R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
Maiores de 60 e menores de 12 anos têm entrada gratuita
Venda de ingressos: até as 17h30
Permanência no museu: até as 18h
Programa "Arte para Maiores" 
20 de fevereiro de 2018, terça-feira
Horário: 14h às 17h, com 10 minutos de intervalo.
Chegar com 15 minutos de antecedência
Vagas: 40 participantes 
Quarta gratuita no Museu Oscar Niemeyer
21 de fevereiro de 2018
Entrada franca das 10h às 18h
Retirada dos ingressos até 17h30
Programação
Domingo, 18 de fevereiro
Oficina "Pintura com materiais alternativos", com a equipe do Educativo
Horário: 11h às 17h
Local: Sala de Oficina – subsolo
Mediação com a equipe do Educativo
Exposição: Bienal de Curitiba 2017
Horário: 11h e 15h
Local: salas 1, 2 e Olho
Terça-feira, 20 de fevereiro
Programa "Arte para Maiores"
Horário: 14h às 17h
Local: Sala 6 e Sala de Oficina - subsolo
Quarta-feira, 21 de fevereiro
Oficina "Pintura com materiais alternativos", com a equipe do Educativo
Horário: 11h às 17h
Local: Sala de Oficina – subsolo
Mediação com a equipe do Educativo
Exposição: Bienal de Curitiba 2017
Horário: 11h e 15h
Local: salas 1, 2 e Olho
Museu Oscar Niemeyer
Rua Marechal Hermes, 999.
Visitação: Terça a domingo, das 10h às 18h
41 3350 4400
Última atualização em Seg, 19 de Fevereiro de 2018 13:03
 

Inscrições para o 30º Troféu HQMIX

Como fazer para se inscrever e concorrer ao “Oscar dos quadrinhos”?

Foto Benedito Nicolau 25
Jaguar, com seu troféu Chopnics na escultura do artista plástico Olintho Tahara no último HQMIX, e o apresentador Serginho Groisman - Crédito: Benedito Nicolau

Artistas, editores e autores têm até 2 de março de 2018 para participar do 30º Troféu HQMIX. Este ano, o “Oscar dos quadrinhos” completa 30 anos e promete uma grande festa. As obras podem ser inscritas dentre mais de 40 categorias e depois serão julgadas por um júri formado por 10 especialistas e jornalistas da área de quadrinhos. Após esta primeira fase, serão selecionados 10 finalistas, em cada categoria, para o maior troféu de HQ da América Latina que será votado em segundo turno por mais de mil profissionais do setor.

O evento, que acontece todo ano desde que foi criado por Gualberto Costa e o cartunista JAL, no Programa TV MIX, da TV Gazeta, em 1988, tem como padrinho o apresentador Serginho Groisman.

O troféu será outorgado a obras cuja data de seu lançamento tenha sido entre o dia 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano em votação (2017). O lançamento terá que ter acontecido em território brasileiro e/ou organizado por brasileiros, mesmo que no exterior, dentro do período do ano em questão.

O HQMIX também é o único que premia estudantes, que podem se inscrever com trabalhos de conclusão de curso, mestrado e doutorado apresentados durante o ano de 2017.

As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do prêmio: http://hqmix.com.br/inscricao-de-obrasSerá cobrada uma taxa de R$ 15 por publicação inscrita.

Cada publicação poderá ser inscrita em até duas categorias com o pagamento de apenas uma taxa de inscrição. Exemplo: uma publicação de quadrinho de humor que também é de aventura poderá entrar em dois itens pelo mesmo pagamento de R$ 15.  Seus autores já poderão ser inscritos automaticamente nas categorias de desenhistas, coloristas e roteiristas, sem cobrança de taxa. O parâmetro será a inscrição de algum trabalho do autor, no ano, nas categorias de publicações.

No site, os participantes encontram mais informações de como realizar a inscrição e as regras que devem ser seguidas para cada categoria.

A forma de julgamento será divulgada após as inscrições, de acordo com o número de inscritos.  A primeira fase de seleção resultará na escolha de até 10 concorrentes por categoria do Troféu. Depois, haverá uma votação final em que os profissionais inscritos de todo o Brasil elegerão um finalista de cada categoria para receber o prêmio.

CATEGORIAS CONTEMPLADAS PELO TROFÉU HQMIX

Adaptação para os quadrinhos

Publicação composta por adaptação de obra anterior (literatura, cinema, teatro, etc.) através da transposição de linguagem, por exemplo, da verbal para a visual.

Arte-finalista nacional

Desenhista brasileiro que prepara e finaliza tecnicamente uma arte, dando os últimos retoques e realçando o traço do desenho.

Colorista nacional

Artista brasileiro que acrescenta cor à arte branco-e-preto.

Desenhista nacional

Desenhista brasileiro que trabalha em qualquer meio (lápis, tinta, pintura, colagem, etc.) para ilustrar suas histórias ou de outras pessoas.

Destaque internacional

Artista brasileiro que têm seus trabalhos publicados no exterior.

Edição especial estrangeira

Obra estrangeira em quadrinhos publicada em volume único.

Edição especial nacional

Obra nacional em quadrinhos publicada em volume único.

Editora do ano

Editora com maior destaque e relevância no ano anterior ao da realização da cerimônia de premiação.

Livro teórico

Publicação composta por pesquisas, ensaios, textos profissionais, acadêmicos ou científicos voltados para temas relacionados aos Quadrinhos.

Novo talento – desenhista

Desenhista brasileiro que se distingue pela qualidade do seu trabalho e alcança destaque no mercado de quadrinhos por seus primeiros trabalhos.

Novo talento – roteirista

Roteirista brasileiro que se distingue pela qualidade do seu trabalho e alcança destaque no mercado de quadrinhos por seus primeiros trabalhos.

Produção para outras linguagens

Obra baseada em quadrinhos que foi transformada em outras mídias, como adaptações para o cinema ou TV, documentários, peças teatrais, livros, etc.

Projeto editorial

Publicação de quadrinhos que tenha uma proposta editorial diferenciada ou especial.

Publicação de clássico

Obra de republicação de quadrinhos antigos.

Publicação de tira

Publicação de coletâneas de tiras originalmente publicadas em jornais, internet ou de material inédito.

Publicação independente de autor

Obra publicada pelos próprios autores, sem relação direta de editoras.

Publicação independente de grupo

Obra de coletâneas, antologias ou mixes, seguindo um tema ou não, publicada pelos próprios autores, sem relação direta de editoras.

Publicação independente edição única

Obra de um único número (one-shot), publicada pelos próprios autores, sem relação direta de editoras.

Publicação infantil

Publicação produzida e destinada para o público infantil.

Publicação juvenil

Publicação produzida e destinada para o público juvenil.

Publicação de aventura/terror/fantasia

Obra com temáticas de aventura, terror e fantasia. Tanto em um dos itens como combinando entre os três aqui declarados.

Publicação de humor

Obra com temática de humor

Publicação em minissérie

Obra publicada que se completa em mais de uma edição. Assim só poderá ser inscrita quando for publicada sua última publicação sequencial completando a história.

Publicação mix

Publicação de coletânea de vários autores em um mesmo volume, seguindo um tema ou não.

Roteirista nacional

Escritor que elabora ou adapta roteiro para os quadrinhos.

Web quadrinhos

Premiação para autor que produz material original de quadrinhos para a internet.

Web tira

Premiação para autor que produz material original de tiras para a internet.

Evento

Premiação para eventos, salões ou festivais, cuja temática seja ligada aos quadrinhos.

Exposição

Premiação para evento de exibição ou mostra pública de obras cuja temática seja ligada aos quadrinhos.

Tese de conclusão de curso

Trabalho acadêmico de avaliação final de graduação com tema na área dos quadrinhos, elaborada seguindo metodologia específica.

Dissertação de mestrado

Trabalho acadêmico resultado de pesquisa com tema na área dos quadrinhos, elaborada seguindo metodologia específica.

Tese de doutorado

Trabalho acadêmico resultado de pesquisa própria com tema na área dos quadrinhos, elaborada seguindo metodologia específica.

CATEGORIAS OUTORGADAS PELA COMISSÃO ORGANIZADORA

Mestre do quadrinho nacional

Premiação que honra os criadores nacionais ou radicados no Brasil por suas contribuições e que sejam importantes para o desenvolvimento dos quadrinhos brasileiro.

Homenagem especial

Premiação em reconhecimento e mostra de admiração ao trabalho realizado em prol dos quadrinhos no Brasil.

Grande contribuição

Premiação que reconhece personalidades, instituições, eventos, obras ou quaisquer atividades que tenham contribuído de forma importante ou relevante aos quadrinhos no Brasil.

Comissão Organizadora do 30º Troféu HQMIX

Gualberto Costa e José Alberto Lovetro (JAL) - presidentes

Benedito Nicolau, Cristina Merlo, Daniela Baptista, Edson Diogo, Nobu Chinen, San Hart, Silvio Alexandre, Sonia M. Bibe Luyten, Waldomiro Vergueiro, Thiago Souza e Will

Sobre o Troféu HQMIX

O Troféu HQMIX foi criado em 1988, pela dupla JAL e Gualberto Costa, no programa TV MIX, da TV Gazeta. O prêmio logo foi apadrinhado pelo então apresentador do programa, Serginho Groisman. A votação nacional é feita pela categoria dos desenhistas de HQs e Humor Gráfico, por meio da Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB) e do Instituto Memorial das Artes Gráficas do Brasil (IMAG).

Última atualização em Qui, 15 de Fevereiro de 2018 15:39
 


Página 10 de 59
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.