Tolerância! Qual o limite?

Ah se eu soubesse lhe dizer... Não posso afirmar nada, afinal, sua tolerância é diferente da minha, o seu limite também é só seu, afinal, somos diferentes, pois recebemos a graça de sermos indivíduos únicos... Vire o mundo de ponta cabeça, chacoalhe bem e observe... Neste gigantesco mundo não vai cair outra “alma” humana igual a sua.

Por isso, proponho que possamos refletir um pouco sobre a nossa tolerância e a nossa intolerância.

E aí, como se faz isso? Confesso que não sei, vou tentar buscar alguns exemplos, vai que você se identifica com algum... Ou com nenhum, aí podemos compartilhar conhecimento, dentro da nossa individualidade podemos ir longe, atravessar fronteiras e descobrir muitas coisas juntos...

Não faço ideia de como podemos dosar isso, ou quem sabe não podemos, ou não somos tolerantes com a medida do outro, ou somos radicalmente intolerantes e não aceitamos a opinião do outro e discutimos, discutimos, discutimos e não chegamos a lugar nenhum... ou chegamos... chegamos a um sentimento negativo, a raiva por exemplo, que é um sentimento difícil de carregar e essa dificuldade pode nos levar, não só a problemas emocionais, quem sofre de raiva, tem sintomas físicos que acabamos somatizando: uma gastrite nervosa, uso excessivo de álcool, tensão, dores nas costas ou nos ombros, afinal, quem sofre de raiva, parece estar carregando o mundo nas costas...

Ser muito tolerante, também pode ser complicado, afinal, mesmo que inconscientemente as pessoas podem nos usar por isso, pois podemos ser os bonzinhos da história... mas, uma hora, esse tolerante e bonzinho, pode estourar, quanto conseguir enxergar algum tipo de manipulação.

Mas, qual a medida gente? Onde estaria o equilíbrio entre tolerância e intolerância?

Vamos terminar isso juntos? O que você pensa? O que você sente? Me ajude, preciso terminar essa história, mas sozinho eu não consigo, preciso da sua ajuda! Seja tolerante com a minha limitação de não chegar a uma conclusão! Manda ver, diz o que você acha pra gente!

Rafael Leitoles Remer

Psicólogo CRP: 08/09332

www.remerterapias.com.br

facebook.com/remerterapias

 


Página 1 de 61
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.