New Era e Casio G-SHOCK firmam parceria e trazem linha exclusiva

boné

 

 

São Paulo, dezembro de 2018 – A New Era, maior marca de headwear do mundo, e a Casio G-Shock, iniciam parceria e lançam coleção em comemoração aos 35 anos do modelo de relógio que é referência em resistência e robustez desde 1983.

 

Com edição limitada de 200 unidades no Brasil, a collab reúne atitude e street style criativo, trazendo uma versão exclusiva do DW-5600, tradicional relógio quadrado da Casio. Com coloração escura que remete à aparência do G-SHOCK original, o lançamento possui um adesivo dourado da New Era na face numa alusão aos famosos bonés de baseball da marca. Para deixar a coleção ainda mais especial, o case do relógio é uma miniatura do cap da New Era e inclui o logotipo do 35º aniversário do G-SHOCK e a marca registrada da New Era: adesivo 59FIFTY® na frente.  

 

A proposta da collab entre a New Era e G-SHOCK é de mostrar a importância do design colaborativo, refletindo o compromisso das marcas com seus consumidores ao fabricarem produtos que remetem ao passado sem deixar de serem modernos e atuais.

O lançamento será realizado em um coquetel no Mooca Plaza Shopping, onde a New Era está abrindo a sua primeira loja própria fora de outlets. A marca continua ampliando sua presença no varejo e, está expandindo os seus canais próprios - investindo em franquias New Era e lojas próprias dentro e fora de outlets.

 

“A New Era acredita no potencial de retomada do mercado brasileiro e na força de sua marca global no país e, por isso, está investindo. O Brasil é uma operação importante para a companhia por ter sido inovadora em algumas iniciativas, como o lançamento de lojas New Era no formato de franquia e a gestão 100% interna do nosso e-commerce. A reabertura no Mooca Plaza Shopping como loja própria nos aproxima dos consumidores e fãs da marca. ” diz Marcio Bertoncini, diretor da New Era. “O lançamento da collab com a G-Shock na nossa loja própria mostra o que nossos clientes poderão encontrar por lá: sempre novidades em primeira mão, além de toda nossa linha de headwear vestuário e acessórios.”

 

A festa de lançamento da collab acontecerá simultaneamente na nova loja New Era Store e na G-Shock Store no Mooca Plaza Shopping , no dia 11 de dezembro a partir das 18h. O evento será gratuito e aberto aos fãs das marcas.

 

Sobre New Era:

Com escritório no Brasil há oito anos, a New Era é a maior e mais completa marca de headwear e lifestyle do mundo. Criada em 1920 pelo alemão Ehrhardt Koch, a New Era é uma marca norte americana que começou produzindo bonés estilo Gatsby, com forma mais arredondada e aba curta, grande sucesso na época com mais de 60 mil modelos produzidos. Já em 1930, percebendo a queda do acessório no estilo mais fashion e a crescente popularidade do beisebol, lança o primeiro boné para um time profissional do esporte, o Clevelands Indians, item que se tornou uniforme obrigatório do time em jogos dentro e fora de casa .

 

Depois do lançamento do primeiro boné de beisebol profissional, a marca tornou-se fabricante oficial dos bonés da MLB, Major League of Baseball (Liga Oficial de Baseball Norte Americana); NFL, National Football League (Liga de Futebol Americano dos EUA) e NBA, National Basketball Association (Associação Nacional de Basquete, dos EUA), além de ter a licença para produção de vestuário dessas três grandes ligas americanas no Brasil. A New Era é também o boné oficial de clubes brasileiros de futebol como Atlético Paranaense, Cruzeiro, Fortaleza, Fluminense e Botafogo, além de produzir modelos licenciados de outros times da primeira divisão do futebol brasileiro, como Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Gremio, Inter, Vasco, Fluminense e outros.

Última atualização em Ter, 11 de Dezembro de 2018 11:41
 

Indra traz jovens do Peru e Colômbia para hackday com foco em sustentabilidade

usuario
O prêmio dá oportunidade aos ganhadores de viver uma experiência profissional internacional, podendo escolher entre Brasil ou Estados Unidos para desenvolver durante seis meses seu trabalho na companhia

 

A Indra, uma das principais empresas globais de tecnologia e consultoria do mundo, vai realizar nos dias 12 e 13 de dezembro a etapa final da competição "Hack Day, Desafio América" em São Paulo. O desafio reuniu jovens de seis países da América Latina para disputar uma vaga de trabalho no Brasil ou nos Estados Unidos e, para a etapa final, equipes do Peru e da Colômbia vêm desenvolver projetos de tecnologia aplicados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS).

 

As equipes que competirão na final terão dois dias de trabalho, sendo o primeiro dedicado à apresentação da matriz Canvas, o Modelo de Negócio e o Plano Econômico de seus projetos ganhadores na semifinal. No segundo dia, os participantes trabalharão sobre um novo tema que será comunicado somente no momento da competição, com o intuito de explorar ao máximo o potencial dos participantes.

 

Com esta iniciativa, a companhia quer potencializar e valorizar o talento jovem e seu poder transformador, um dos pilares sobre os quais impulsiona seu processo de transformação cultural, entendido como uma necessidade estratégica e baseado em uma decidida aposta pelo talento e pelas pessoas.

 

Em busca de desenvolver uma relação melhor com seus colaboradores, a companhia trabalha há três anos para promover as mudanças culturais e organizacionais necessárias para atrair os melhores talentos e reter os colaboradores de maior desempenho. Nesse sentido, uma iniciativa de sucesso é a melhora da captação de jovens profissionais com programas como Smart Start, com o qual a companhia quer atrair milhares de jovens em todo o mundo para que comecem sua carreira profissional na empresa e fazer com que eles permaneçam nela.

 

Esta ação na América Latina faz parte da aposta da Indra pelos seus ativos mais importantes: o talento e a melhora do vínculo com os jovens profissionais. Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México e Peru fizeram parte deste primeiro "Hack Day, Desafio América", gerando ideias inovadoras com a temática dos ODS da ONU como motor, que permitem mudar o mundo, neste caso, por meio da tecnologia.

 

Aposta pela inovação e o intraempreendimento

O “Indra Hack Day, Desafio América” é um exemplo da aposta da Indra pela inovação e pelo intraempreendimento, baseados em quatro eixos fundamentais: transformar a inovação na alavanca estratégica de diferenciação da oferta da Indra; direcionar a inovação a responder às necessidades estratégicas do negócio; tornar a Indra um polo de inovação reconhecida interna e externamente; e capitalizar o talento interno para gerar iniciativas diferenciais e inovadoras.

 

A iniciativa está alinhada, além disso, ao modelo de inovação aberta da companhia, que busca estreitar, por meio da Indraventures, a relação com todo o ecossistema empreendedor, a fim de detectar e apoiar novas ideias inovadoras que ajudem a reforçar sua liderança tecnológica; bem como com sua Política de Responsabilidade Social Corporativa, que busca o desenvolvimento sustentável e tem nos ODS um bom guia para avaliar o impacto social das soluções e das políticas corporativas da companhia.

 

Indra no Brasil

Presente no Brasil desde 1996, a Indra é uma das principais companhias de tecnologia e consultoria do país. Conta com mais de 6.000 profissionais, escritórios distribuídos nos principais estados brasileiros e um Delivery Center na cidade de Campinas, que atua como Centro de Excelência para tecnologias energéticas. A companhia faz parte de alguns dos projetos mais inovadores para o desenvolvimento econômico e tecnológico do Brasil nos setores de Transporte & Defesa e de Tecnologia da Informação (TI), os quais estão agrupados em sua filial Minsait.

 

Sobre a Indra

A Indra (www.indracompany.com) é uma das principais companhias globais de tecnologia e consultoria e o sócio tecnológico para as operações-chave dos negócios de seus clientes em todo o mundo. É um fornecedor líder mundial de soluções próprias em segmentos específicos dos mercados de Transporte e Defesa, e a empresa líder em consultoria de transformação digital y Tecnologia da Informação na Espanha e América Latina, por meio de sua filial Minsait. Seu modelo de negócio está baseado em uma oferta integral de produtos próprios, com um enfoque end-to-end, de alto valor e com um elevado componente de inovação. No exercício de 2017, a Indra teve receitas de 3,01 bilhões de euros, 40.000 funcionários, presença local em 46 países e operações comerciais em mais de 140 países.

Última atualização em Ter, 11 de Dezembro de 2018 11:16
 

Atrações de verão em Floripa já estão disponíveis na Ingresso Rápido

p12floripa 2
Programação badalada na Ingresso Rápido

 

Conhecida por suas grandes e inesquecíveis festas, o P12 - Parador 12 - localizado na praia de Jurerê Internacional de Florianópolis (SC), conta com shows, piscina, lounges com jacuzzil, bares e restaurantes que agitam turistas de todos os cantos, principalmente nas festas de final de ano e de férias de verão. A programação para os próximos meses já está sendo divulgada e os ingressos estão sendo vendidos pela Ingresso Rápido, maior marketplace de tickets e entretenimento ao vivo da América Latina.

Para dezembro, a festa de Pré-Reveillon terá presença dos DJ's internacionais Kolombo e Loulou Players no último domingo do ano, 30 de dezembro, com valores a partir de R$ 100,00. Já quem quer começar 2019 com muito agito, no dia 31, o Reveillon Spettacolo contará com open bar, open food e shows a partir de R$ 500,00.

A grande novidade desta edição é que o Parador 12 vai oferecer um Day Use com espaço para banhos e vestiários para quem quiser passar o dia no local. Além de contar com festas muito animadas, o espaço tem um local especial para aqueles que querem aproveitar com os amigos e a família e curtir o dia, sem precisar pagar outro ingresso para ingressar no local novamente. Isso também vai permitir, pelo primeiro ano, que os visitantes saiam do beach club para ir à praia, ou para ir em casa se arrumar para as festas da noite, e voltar para o P12 sem precisar pagar outro ingresso.

Durante todo o verão, o P12 também receberá grandes atrações como:

Janeiro:

01/01 - Wesley Safadão

02/01 - Baile do Dennis

03/01 - Natiruts

04/01 - Anitta e Gabriel Diniz

05/01 - Vintage Culture

06/01 - Cleber e Cauan

12/01 - Marília Mendonça

13/01 - Baile da Santinha

19/01 - Sorriso Maroto e Thiago Martins

20/01 - Jota Quest

26/01 - Baile do Yuri Martins

Em fevereiro:

02/02 - Vitor Kley e Zeeba

16/02 - Nando Reis

17/02 - Claudia Leitte

23/02 - Feijoada do Cacau

Em março:

01/03 - Municipal da Raça

02/03 - Só Track Boa

03/03 - DJ Snake

04/03 - Bagunça Boa

05/03 - Jorge Ben Jor

Para mais informações e vendas, acesse o site da Ingresso Rápido.

Sobre a Ingresso Rápido

Com 15 anos de atuação, a Ingresso Rápido (IR) é o maior marketplace de tickets e entretenimento ao vivo da América Latina. Líder no setor, a empresa possui 4 escritórios distribuídos pelo País e conta com mais de 200 colaboradores que buscam o melhor em tecnologia, inovação, praticidade, e outros aspectos que permitam a realização de um grande espetáculo. Especializada em venda de ingressos nos canais online e mobile, software integrado na gestão de bilheteria e operação no dia do evento, a IR disponibiliza mensalmente mais de mil eventos nas mais diversas categorias como Shows, Teatro, Exposições, Festas, Dança, Erudito, entre outros.

Última atualização em Seg, 10 de Dezembro de 2018 13:37
 

G20: Trégua na guerra comercial EUA-China, clima e sustentabilidade

12812797

Líderes dos países participantes do G20 em Buenos Aires posam para foto do evento.Imagem: Alexander Nemenov/AFP

 

Arnaldo Francisco Cardoso

Com uma declaração final incluindo temas sensíveis como clima e livre comércio assinada por todos os membros do G20, a reunião do grupo das vinte maiores economias do mundo, realizada em Buenos Aires, pode ser avaliada como bem sucedida uma vez que as expectativas em seu início eram bastante pessimistas dadas as sérias divergências e disputas em temas cruciais para a ordem política e econômica mundial.

 

As dificuldades para o avanço de negociações multilaterais que requerem a disposição para ceder em nome de um bem comum já podiam ser percebidas a começar pela situação da própria Argentina, anfitriã da reunião que ocorreu pela primeira vez num país da América Sul. O segundo maior país da região enfrenta uma grave crise econômica e política com o governo de Maurício Macri tendo sua popularidade em acentuado declínio.

 

Entre os presentes, outro governante em situação delicada era o presidente da França, Emmanuel Macron que viajou para Buenos Aires em meio a mais grave crise que seu governo enfrenta e que teve numa decisão de aumento do preço dos combustíveis para financiar projetos de "transição ecológica" o estopim da crise.

 

Outro acontecimento nas vésperas da reunião de Buenos Aires que terminou por piorar o clima geral foi o cancelamento por parte da diplomacia norte-americana da reunião entre Donald Trump e Vladimir Putin em função da evolução da crise envolvendo a Guarda Costeira russa e navios ucranianos na entrada do estreito de Kerch.

 

Mas o foco das atenções estavam mesmo em outro ringue, ocupado pelos presidentes Donald Trump e Xi Jimping que, nos últimos meses se enfrentaram numa grave guerra comercial com sérios reflexos sobre os mais importantes fluxos do comércio mundial.

 

E foi dessa difícil crise que saiu um acordo que, por noventa dias estabelece uma trégua entre EUA e China para que se restabeleçam negociações visando o equacionamento de interesses conflitantes. Abriu-se também espaço para avanço das negociações para reforma da OMC e, com isso, restabelecimento de autoridade e credibilidade da organização multilateral global como fórum privilegiado para a solução de controvérsias do comércio internacional.

 

Ao Brasil coube apenas espaço de coadjuvante, com o presidente brasileiro que desde o início de seu precário governo não ocupou qualquer espaço de relevo em fóruns internacionais. Sobre o novo presidente brasileiro eleito, a comunidade internacional espera com certa curiosidade e apreensão suas primeiras ações, uma vez que mesmo antes de assumir o poder já foi capaz de produzir discórdia e veementes críticas entre muitos de seus principais parceiros internacionais. Exemplo disto foi o mal-estar provocado pela decisão de cancelamento por parte do governo brasileiro de sediar a COP25 além de declarações de membros do novo governo mostrando desprezo por estudos sobre mudanças climáticas e pouca disposição a cumprir responsabilidades assumidas em fóruns multilaterais. Com isso o governo dilapida um dos seus principais capitais políticos em mesas de negociações internacionais.

 

Mas mais importante que declarações do presidente brasileiro em exercício ou do novo presidente eleito, foram as declarações de Xi Jimping sobre a irreversibilidade da agenda ambiental e a concordância de Donald Trump em assinar a declaração final da reunião em que constam os compromissos assumidos pelos signatários do Acordo de Paris e do Plano de Ação de Hamburgo que terminaram por restabelecer alguma esperança, ao final da reunião, na aposta na arte de negociar como um dos meios mais elevados e vantajosos da ação política.

 

Arnaldo Francisco Cardoso é pesquisador e professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie Alphaville nas áreas de Comércio e Relações Internacionais.

 

Sobre o Mackenzie


A Universidade Presbiteriana Mackenzie está entre as 100 melhores instituições de ensino da América Latina, segundo a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação.

Última atualização em Qua, 05 de Dezembro de 2018 10:51
 

Contribuinte pode doar até 6% do imposto de renda para projetos sociais em dezembro

carrinho de compras inflacao poder de compra dinheiro bolso 1452200939684 1920x1440
Valor terá que ser pago à receita de qualquer maneira; Saiba como apoiar instituições sociais (Foto: Google Imagens)

 

No fim do ano ações de solidariedade se espalham pelo País. Uma possibilidade ainda pouco utilizada pela população é a destinação de parte do Imposto de Renda (IR) para projetos sociais. Até o dia 28 de dezembro, os contribuintes podem doar até 6% do IR devido para este fim.

Na prática, o contribuinte doa agora, mas consegue fazer a restituição do montante (ou o abatimento do valor, caso tenha imposto a pagar) na hora da declaração do imposto de renda (entre março e abril do ano seguinte).

“Ou seja, é um valor que de qualquer maneira a pessoa teria que pagar à Receita Federal, mas assim não teria como saber como o valor seria aplicado. Ao redirecionar a contribuição para instituições sociais, ela pode escolher um projeto de sua cidade ou em que confia e faz a diferença”, explica o gerente de marketing e parcerias da Rede Marista de Solidariedade, Rodolfo Schneider.

Schneider explica ainda que não há risco do contribuinte cair na malha fina, pois a operação é simples e muito transparente. “Fazendo a doação para a instituição escolhida, a população tem como acompanhar durante o ano como essa organização utiliza seus recursos, em quais ações aplica o valor arrecadado e quem são os beneficiados. É uma participação importante como cidadão a respeito do destino do seu dinheiro”, avalia.

Nesta modalidade, a doção de até 6% do imposto de renda devido é válida para os contribuintes que declaram o imposto de renda pelo modelo completo. Segundo dados da Receita Federal, menos de 3% das pessoas que poderiam fazer essa doação fazem o redirecionamento do montante para projetos sociais.

“São muitos recursos que poderiam impactar positivamente na vida de projetos que ajudam a melhorar a vida de muitas pessoas”, reflete o especialista.

Exemplo

Um dos projetos que podem receber os recursos do 6% do imposto de renda é o Conviver Marista, que atende a mais de 2.300 crianças e adolescentes em projetos no contraturno escolar. As unidades funcionam nas cidades de Curitiba, Fazenda Rio Grande, Itapejara e Guaraqueçaba. “Esses centros ficam localizados em comunidades em situação de vulnerabilidade social e atendem famílias abaixo da linha da pobreza. Sendo assim, tornam-se importantes espaços de desenvolvimento e de protagonismo de crianças e adolescentes que conseguem prospectar objetivos e projetos de vida”, comenta o coordenador do projeto, Glaucio Motta.

Como doar

Acesse o site do Fundo da Infância e da Adolescência, escolha a instituição, defina o valor do seu aporte e a data de vencimento (que não pode ser superior a 28/12). Para descobrir o seu potencial de doação, uma dica é pegar o recibo da declaração do ano anterior e fazer o cálculo de 6% com base no valor do imposto devido.

Após o pagamento do boleto, guarde o comprovante para ser usado na Declaração do Imposto de Renda de 2019.

Mais informações acesse www.impostosolidario.org.br.

Última atualização em Ter, 04 de Dezembro de 2018 16:14
 

Inscrições abertas para Editais do Mercado Livre de incentivo a projetos socioculturais

MERCADO

Em parceria com a ProjectHub, a companhia abriu dois editais para viabilizar iniciativas aprovadas nas Leis de Incentivo ao Esporte e à Cultura (Foto: Site Mercado Livre)

 

 

O Mercado Livre, líder na oferta de tecnologia para o comércio eletrônico na América Latina, decidiu inovar sua estratégia de apoio a projetos  de cultura e esporte. Para isso, escolheu a ProjectHub como plataforma para lançar dois editais, que estão abertos até o próximo dia 10 de dezembro, para receber propostas de ações que buscam impulsionar inovação, inclusão social, economia criativa e a tecnologia, por meio de ações culturais e projetos esportivos.

 

A mudança faz parte de uma ação das áreas de sustentabilidade e marketing da companhia, que decidiram potencializar o compromisso social e o efeito empreendedor que a plataforma já cumpre em outras frentes. Desde o final de 2017, além dos projetos da Lei Rouanet e Incentivo ao Esporte, cujo investimento ultrapassa R$ 2 milhões, a companhia também tem direcionado outros incentivos fiscais para Fundos dos Direitos do Idoso, da Criança e do Adolescente.

 

“Direcionar incentivos fiscais para projetos que sejam inovadores e que dialogam com temas como inovação social, empreendedorismo e tecnologia reforça a nossa estratégia os nossos compromissos com o civismo tributário, a cultura e o desenvolvimento sustentável do país.  Como queremos potencializar esse impacto, decidimos contar com a expertise da ProjectHub e com a rede de empreendedores criativos da plataforma”, afirma Laura Motta, especialista em sustentabilidade da companhia.

 

"O fato de o Mercado Livre ter escolhido a ProjectHub como solução de software para realizar a gestão de seus investimentos de marca mostra que nós já atendemos os principais requisitos de uma empresa de tecnologia para ampliar nossa atuação neste segmento", observa Lucas Foster, diretor e fundador da ProjectHub. "Nossa missão, a partir de agora, é garantir que o Mercado Livre tenha acesso aos melhores projetos para mostrar que a comunidade de empreendedores criativos brasileira está preparada para receber investimentos como este", completa.

 

A plataforma aceita apenas um cadastro por CNPJ, sendo que a expectativa é receber inscrições de todo o Brasil. O anúncio dos selecionados será feito em 15 de dezembro, pelo sitehttp://www.projecthubnetwork.com/canal/mercadolivre.

Para se inscrever no edital de esporte, acesse:http://www.projecthubnetwork.com/canal/mercadolivre/oportunidades/mercado-livre-esporte

Para se inscrever no edital de inovação e cultura, acesse:http://www.projecthubnetwork.com/canal/mercadolivre/oportunidades/mercado-livre-cultura

 

Sobre o Mercado Livre

Fundado em 1999, o Mercado Livre é a companhia líder na oferta de tecnologia para o comércio eletrônico na América Latina e oferece soluções para que pessoas e empresas possam comprar, vender, pagar, anunciar e enviar produtos e serviços por meio da internet. Para oferecer a melhor experiência a compradores e vendedores, a empresa conta com sete áreas de negócios: o Marketplace mercadolivre.com, Mercado Pago, Mercado Livre Classificados, Mercado Shops, Mercado Livre Publicidade, Mercado Envios e Mercado Backoffice (sistema ERP). O mercadolivre.com é o maior e mais completo marketplace da América Latina, com 247 milhões de usuários e mais de 12 milhões de vendedores incluindo grandes marcas. A cada segundo, nove vendas são realizadas na plataforma. Vencedor da categoria Site de Compras no “Prêmio Top of Mind da Folha 2018”, o Mercado Livre é líder em tráfego entre os sites de varejo com 74 milhões de visitantes únicos no mês, segundo a Similar Web, ferramenta referência para o mercado de tecnologia e inovação. Ao todo, são mais de 150 milhões de ofertas em tempo real, distribuídas em 1.460 categorias e subcategorias de produtos.www.mercadolivre.com.br.

 

Sobre a Project Hub

ProjectHub é uma empresa fundada em 2011 no Brasil por Lucas Foster. Sendo uma referência nacional em Economia Criativa, a ProjectHub atendeu clientes, como Google, YouTube, 3M, DuPont, BIC, BRF, Braskem, Banco Carrefour e Heineken. Com soluções inovadoras de software e tecnologia, a ProjectHub acelera e simplifica o investimento de marca de grandes empresas em projetos e negócios criativos que qualifiquem a experiência de vida das pessoas através da inovação aberta e do desenvolvimento sustentável.

Última atualização em Sex, 30 de Novembro de 2018 16:10
 


Página 1 de 61
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.