"Jurassic World: Reino Ameaçado"

   

                                     "Jurassic Park", de Steven Spielberg  

 

Para adiantar o lançamento do último trailer de "Jurassic World: Reino Ameaçado" (Jurassic World: Fallen Kingdom), a Universal Pictures divulga hoje o cartaz oficial do segundo longa da franquia, que levou mais de 6 milhões de pessoas aos cinemas em 2015.

Dirigida por J.A. Bayona, a produção é baseada na icônica "Jurassic Park", de Steven Spielberg, que completa 25 anos em 2018. "Jurassic World: Reino Ameaçado" resgata o clima de uma das franquias mais populares e queridas do cinema agora com Chris Pratt e Bryce Dallas Howard como protagonistas.

Parceria com a Amblin Entertainment, o filme traz Steven Spielberg como produtor executivo, ao lado de Colin Trevorrow – responsável pela direção de "Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros". Além de Pratt e Howard, o elenco é também estrelado por James Cromwell, Ted Levine, Justice Smith, Geraldine Chaplin, Daniella Pineda, Toby Jones, Rafe Spall, além de BD Wong e Jeff Goldblum, nomes já conhecidos dos fãs de "Jurassic Park". A estreia está marcada para 21 de junho de 2018.

Última atualização em Qua, 18 de Abril de 2018 08:17
 

Nelson Gonçalves: 20 anos de saudade

download
Nelson Gonçalves, o rei do rádio. 20 anos da morte de um dos
maiores nomes da música brasileira 

O próximo dia 18 de abril marca o 20º. aniversário da morte de um dos maiores nomes da música brasileira: Nelson Gonçalves, até hoje - após o rei Roberto Carlos - campeão de vendas no país, com mais de 81 milhões de discos. Além de cantor e compositor, foi jornaleiro, mecânico, polidor, tamanqueiro, engraxate e garçom, além de lutador de boxe.

Nelson nasceu como Antônio Gonçalves Sobral, em 21 de junho de 1919, na pequena cidade de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul. Seus pais, imigrantes portugueses, tinham acabado de chegar ao País. Durante a infância — já vivendo no bairro do Brás, em São Paulo, Nelson acompanhava o pai às feiras livres e praças. Enquanto seu Manuel tocava violão, o menino cantava em cima de um caixote. Em dias mais difíceis, seu Manuel chegava a se fingir de cego para comover as pessoas. Na infância tinha dois apelidos. Na escola era chamado de Carusinho, por sua voz excepcional. Como gaguejava, passou a ser também chamado de Metralha, já que falava cuspindo as palavras. Mesmo com a disfunção fonética, decidiu ser cantor.

Antes de chegar ao seu objetivo passou pelas diversas profissões citadas acima. Intempestivo e brigão, canalizou sua impetuosidade para o boxe. Com 17 anos, recebeu a faixa de Campeão Paulista dos Meio-Médios, após vencer 24 lutadores por nocaute e ter perdido apenas duas vezes, por pontos.

Focado em seu sonho, Nelson estudou canto acadêmico, por seis anos, com o maestro Bellardi. Aprendeu que não era gago, mas taquilárico (do grego takimós: respiração curta, acelerada). Dentre os tantos conselhos do maestro ouviu um conselho que mudaria sua vida: deveria ser cantor popular. Como Antônio não era sonoro, adotou o nome Nelson, que considerava mais melódico.

Em 1941, consegue finalmente gravar seu disco de estreia, um 78 RPM contendo o samba "Sinto-Me Bem", de Ataulfo Alves. Com a boa recepção do público é contratado pela gravadora RCA Victor, da qual jamais sairia, e pela rádio Mayrink Veiga, levado pelo cantor Carlos Galhardo. A voz de Nelson torna-se rapidamente conhecida. Logo é eleito o Rei do Rádio, em concurso promovido pela Revista do Rádio. Sua vida melhora consideravelmente em 1943, quando consegue um emprego como crooner do Cassino do Copacabana Palace Hotel.

Nelson Gonçalves faz grande sucesso nas décadas de 1940 e 1950. Alguns de seus grandes sucessos dos anos 40 foram "Maria Bethânia" (Capiba), "Normalista" (Benedito Lacerda/ Davi Nasser); "Caminhemos" (Herivelto Martins) e "Renúncia" (Roberto Martins/Mário Rossi).

Em 1952, passa a viver com Lourdinha Bittencourt, substituta de Dalva de Oliveira, no Trio de Ouro, com quem tem três filhos (sendo dois adotivos). É uma das melhores fases da vida do artista. No mesmo ano conhece aquele que seria seu melhor parceiro e grande amigo: Adelino Moreira, um dos maiores letristas e compositores do gênero samba-canção, que compôs para Nelson mais de 370 músicas (algumas feitas em parceria com o próprio Nelson Gonçalves, como "Fica comigo esta noite".

Da parceria, nasceram alguns dos maiores sucessos do cantor, como "A volta do boêmio", "Deusa do asfalto", "Êxtase e Escultura". As músicas tinham, sempre, temas românticos, em geral arrebatadores, repletos de histórias de amores perdidos e imortais apropriadas à voz de grande extensão de Nelson Gonçalves que, aliás, se gabava por usar apenas um terço de sua capacidade.

Chegou a gravar músicas de diversos nomes da nova geração da música brasileira e com grandes nomes do rock nacional, como Ângela Rô Rô (Simples Carinho), Kid Abelha (Nada por Mim) e Lulu Santos (Como uma Onda). Em 1984 lançou Eu e Elas, em duetos com Alcione, Ângela Maria, Beth Carvalho e outras divas da música brasileira; Em 1985 lançou Eu e Eles, com duetos com Caetano Veloso, Fagner, Luiz Gonzaga, Tim Maia e outros grandes cantores da MPB.

Nelson Gonçalves se dedicou durante mais de 50 anos à sua grande paixão: a música. Durante sua carreira, gravou mais de 2.000 canções, 183 discos em 78 rpm, 128 LPs e 300 compactos. Vendeu mais de 81 milhões de discos. Ganhou 38 discos de ouro e 20 de platina. Também foi agraciado pela RCA com o Prêmio Nipper, recebido apenas por ele e por ninguém menos que Elvis Presley. Por seu último disco, Ainda é Cedo (1997), Nelson iria receber o disco de ouro.

Nelson Gonçalves morreu em 18 de abril de 1998. Durante os anos que precederam sua morte, se definia como o "último dos moicanos", referindo-se ao seu estilo de cantar, que empregava o vozeirão, do qual dizia nunca ter cuidado, citando como exemplo o fato de ter fumado durante 60 anos, até 1995. No plano pessoal, além dos casamentos com Elvira Molla, Lourdinha Bittencout e Maria Luíza da Silva Ramos, teve muitos casos, alguns rumorosos e até escandalosos para os padrões da época, como os vividos com Bette White e a vedete Nanci Montez.

 

 

De seu relacionamento, com Maria (ex-cozinheira do presidente Juscelino Kubitschek), nasceu Lilian Gonçalves, que teve sua história de vida contada na minissérie JK da Rede Globo, interpretada pela atriz Mariana Ximenez. Lilian Gonçalves já era conhecida como a Rainha da Noite de São Paulo, quando se aproximou do seu pai. Guardou por muitos anos a informação de quem era o verdadeiro pai, revelando somente quando Nelson já estava mal de saúde.

 

Nelson e Lilian Gonçalves

 

nelson capa

Capa de disco do Nelson Gonçalves

 

Nelson e Silvio Santos

Nelson Gonçalves e Silvio Santos 

 

Na década de 90 foi encenado nas principais capitais do país o musical "Metralha", uma versão dramatizada de sua biografia, Em 2001 foi lançado o documentário "Nelson Gonçalves", que contou sua trajetória, protagonizado por Alexandre Borges e Julia Lemmertz, com direção de Elizeu Ewald e produção executiva de Margareth Gonçalves, caçula de seu casamento com Lourdinha Bittencout.

 

 

Homenagens e Centenário
Em referência ao grande artista, a noite de 18 de abril de 2018, será de recordações no Bar do Nelson, casa da empresária Lilian Gonçalves (filha do saudoso cantor e compositor). Ao longo da noite, todos os artistas convidados como Edith Veiga, Markinhos Moura, Stênio Melo, entre outros nomes cantarão sucessos do ícone da música nacional. "Fiz esse bar para que o nome de meu pai não caísse no esquecimento. Aliás, esse era um medo dele, pois dizia que o Brasil não tinha memória", pontua a empresária Lilian Gonçalves.

Junto a irmã Margareth Gonçalves, a empresária coordena os festejos para o "Centenário de Nelson Gonçalves", data a ser celebrada em 2019. "Estou trabalhando fazem 10 anos nesse grande projeto que, certamente irá parar o Brasil", explica. Dentre as ações a serem trabalhadas estão: musical de teatro, livro, exposição, show, entre outros.

Última atualização em Seg, 16 de Abril de 2018 18:04
 

Jogador Nº 1 - Resenha Cine Acontece

ready player one 1024x683
“Jogador Nº 1”

Pensa em um filme bom. Pensou?

 

 

Coloca o “Jogador Nº1” na sua lista, porque ele é muito, mas muito bom.

 

Baseado no best-seller homônimo escrito por Ernest Cline (que ajudou a escrever o roteiro do filme) e que é uma verdadeira homenagem à cultura pop, Steven Spielberg mais uma vez, criou um clássico.

 

 

Na sua lista de “obras sensacionais”, que são muitas aliás, estão clássicos como Indiana Jones, De Volta Para o Futuro, Tubarão, E.T. o Extraterrestre e tantos mais, e agora “O Jogador Nº1”.

 

Em uma mistura de aventura, ficção científica, cultura pop e muita nostalgia, o diretor conta uma história que diverte, entretém e faz a plateia entrar no filme, como um gamer.

 

O longa começa e conhecemos Wade Watts, um jovem que vive em um mundo onde a realidade não tem nada de atrativa.

 

Assim como ele, a maioria da população prefere viver na realidade virtual, podendo ser quem quiser e estar onde quiser também.

 

O jogo que domina o mercado é o OASIS criado por James Halliday, um nerd, que se tornou um empresário bilionário, apesar de ter mantido seu jeito tímido de ser.

 

Ele é idolatrado por todas as pessoas do planeta, tanto que quando morreu, deixou um prêmio enorme escondido dentro do seu jogo.

 

Para conseguir o prêmio, as pessoas/avatares precisam passar por fases para avançar na empreitada, mas o problema é que ninguém consegue encontrar o segredo da primeira fase.

 

Então, muitos deixaram essa busca para trás, se dedicando a novos jogos e estudos.

 

jogador n1.1 750x380Imagens de Jogador nº 1 apresentam as referências de clássicos filmes dos anos 80

 

 

jogador n 1 1024x683
O personagem do ator Tye Sheridan usa a realidade virtual em cena de Jogador nº 1

 

Contudo, a segunda maior empresa de jogos do mundo, não parou a procura e por conta de um viés do destino, será Wade que vai encabeçar uma nova “caça ao tesouro”.

 

Se você assistir ao trailer do filme, realmente vai ficar empolgado com o que ele oferece, mas na verdade, ele entrega, quase nada, do que o longa apresenta, e isso é muito bom.

 

Com essa premissa de jogadores buscando um prêmio ao final de um jogo cheio de fases, as possibilidades que nos são apresentadas de subtramas, personagens, referências à cultura pop e saudosismo de jogos e filmes, é impressionante.

 

Quanto à qualidade dos efeitos especiais, não precisaria nem falar, mas ela é excelente.

 

As imagens, enquanto game, são claras, limpas, e possíveis de se perceber, cada uma.

 

A trama do filme chega a ser simples, mas é muito bem contada, é divertida e chega a ser um alerta para quem vive mais a realidade virtual do que a realidade real.

 

Super recomendo para quem gosta do gênero!

 

Título Original: Ready Player One

Gênero: Ação/Aventura/Ficção Científica

Duração: 2 horas e 20 minutos

Ano de Lançamento: 2018

Direção: Steven Spielberg

Elenco: Tye Sheridan, Olivia Cooke, Ben Mendenlsohn, Lena Waithe, Simon Pegg, Mark Rylance, T.J. Miller, Hannah John-Kamen.

RITA VAZ

TUDO SOBRE FILMEwww.tudosobrefilme.combr

Última atualização em Sex, 13 de Abril de 2018 23:41
 

Megatubarão ganha o primeiro trailer

jason statham the meg 1025x484
'Megatubarão', estrelado por Jason Statham, ganha trailer. 

 

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiro trailer do thriller de ficção científica Megatubarão. O vídeo traz cenas cheias de emoção e adiantam o clima de tensão do longa, que chega aos cinemas brasileiros em 9 de agosto de 2018. Além do vídeo,  a primeira arte do filme também foi revelada (link abaixo).

 

 

Dirigido por Jon Turteltaub (“A Lenda do Tesouro”), o filme  é estrelado pelo ator Jason Statham (“A Espião que Sabia de Menos”, “Velozes & Furiosos 7”, filmes “Os Mercenários”) e pela premiada atriz chinesa Li Bingbing (“Transformers: A Era da Extinção”, “O Reino Proibido”, “A Mensagem”).

Sobre o filme:

Jason Statham (“A Espiã que Sabia de Menos”, “Velozes & Furiosos 7”, dos filmes “Os Mercenários”) e a premiada atriz chinesa Li Bingbing (“Transformers: A Era da Extinção”, “O Reino Proibido”, “The Message”) estrelam o thriller de ação e ficção científica Megatubarão, dirigido por Jon Turteltaub (dos filmes “A Lenda do Tesouro Perdido”, “Última Viagem a Vegas”).

No filme, um submarino de águas profundas – parte de um programa internacional de observação subaquática – foi atacado por uma criatura gigantesca, que se pensava estar extinta. Agora, ele se encontra incapacitado no fundo da fossa mais profunda do Oceano Pacífico... com a tripulação presa dentro dele. Com o tempo se esgotando, o mergulhador especializado em resgates em águas profundas Jonas Taylor (Jason Statham) é recrutado por um visionário oceanógrafo chinês (Winston Chao), contra a vontade de sua filha Suyin (Li Bingbing), para salvar a tripulação – e o próprio oceano – desta ameaça incontrolável: um tubarão pré-histórico com mais de 20 metros de comprimento conhecido como Megalodon. O que ninguém poderia imaginar é que, anos antes, Taylor já havia encontrado esta mesma criatura aterrorizante. Agora, junto com Suyin, ele deve confrontar seus medos e arriscar sua própria vida para salvar todos os tripulantes... ficando frente a frente com o maior e mais poderoso predador de todos os tempos.


Completam o elenco internacional de Megatubarão Rainn Wilson (da série de TV “The Office”, “Super”), Ruby Rose (“xXx: Reativado”, da série de TV “Orange is the New Black”), Winston Chao (“Fora do Rumo”, “Kabali”), Page Kennedy (da série de TV “Rush Hour”), Jessica McNamee (“Para Sempre”, da série de TV “Sirens”), Ólafur Darri Ólafsson (“O Bom Gigante Amigo”, da série de TV “The Missing”), Robert Taylor (“Golpe Duplo”, da série de TV “Longmire”), o neozelandês  Cliff Curtis (“Cavalo Negro”, “Ressurreição”, da série de TV “Fear the Walking Dead”), Sophia Shuya Cai (“Somewhere Only We Know”) e Masi Oka (das séries de TV “Hawaii Five-0” e “Heroes”).


Turteltaub dirigiu o filme a partir de um roteiro assinado por Dean Georgaris e Jon Hoeber & Erich Hoeber, baseado no livro de Steve Alten, campeão de vendas do New York Times. Lorenzo di Bonaventura (dos filmes “Transformers”), Belle Avery (“Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto”) e Colin Wilson (“Esquadrão Suicida”, “Avatar”) produziram o filme, com produção executiva de Gerald R. Molen, Randy Greenberg, Wayne Wei Jiang e Barrie Osborne.

'Megatubarão' tem estreia prevista para 9 de agosto de 2018 

 

A equipe de Turteltaub nos bastidores incluiu o diretor de fotografia indicado ao Oscar Tom Stern (“A Troca”, “Sully - O Herói do Rio Hudson”, “Sniper Americano”, “Jogos Vorazes”), o desenhista de produção ganhador do Oscar Grant Major (“O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei”, “X-Men: Apocalipse”), o editor Steven Kemper (“Salt”, “Missão Impossível 2”, “A Outra Face”) e a figurinista Amanda Neale (“Conspiração e Poder”, “Meu Amigo, O Dragão”, “O Que Fazemos nas Sombras”). 

 

As filmagens de Megatubarão foram realizadas em locação na China e Nova Zelândia.

 

 

Megatubarão é uma apresentação da Warner Bros. Pictures e Gravity Pictures, uma produção da Bonaventura Pictures, Apelles Entertainment, Maeday Productions, Inc. e Flagship Entertainment, em associação com a Beijing Digital Impression (BDI) Film, Inc. 

 

Megatubarão será distribuído na China pela Gravity Pictures e no restante do mundo pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Entertainment. O filme tem lançamento marcado para 9 de agosto.

Última atualização em Qui, 12 de Abril de 2018 14:00
 

5 curiosidades da Coréia do Sul

O livro Pule, Kim Joo So, da autora, youtuber e jornalista Gaby Brandalise, se inspira em dramas coreanos para contar a história de Marina e Kim Joo So, duas pessoas de países e culturas completamente diferentes, que se conhecem de forma inusitada e acabam se envolvendo em uma trama surpreendente.

Confira algumas curiosidades presentes no livro sobre a Coréia do Sul, esse país de cultura milenar, e que hoje é considerado um dos maiores polos de tecnologia do mundo:

  1. Na Coréia você já nasce mais velho

Como assim? Na Coréia, a idade de um bebê é contado desde a fecundação, então quando uma criança nasce não é considerado que ela tem 0 anos como no ocidente, lá todo mundo já nasce com 1 ano de idade.

  1. Signos vs. Sangue

Você sabia que algumas pessoas pensam que os tipos sanguíneos influenciam em traços da personalidade da mesma forma que os signos? Não é uma prática tão comum assim, mas há quem diga que a personalidade de alguém é definida pelo sangue. Seguindo essa linha de pensamento, quem nasceu com o tipo A tende a ser mais introvertido e conservador, embora seja bastante criativo, por exemplo. 

  1. Se curvar significa respeito

Assim como em outros países asiáticos, na Coréia é comum se curvar ao cumprimentar alguém. O costume é que os mais jovens se curvem primeiro que os mais velhos, e quanto mais curvada for a reverência, maior respeito é demonstrado no cumprimento.

  1. Um dos acompanhamentos mais comuns da Coréia

Um dos pratos mais tradicionais do país é o Kimchi, feito de vegetais fermentados e condimentos picantes. Há aproximadamente 250 tipos diferentes de kimchi, sendo o mais famoso de acelga.

  1. Entregas em qualquer lugar

Vários estabelecimentos coreanos oferecem entregas domiciliares, mas não da forma que conhecemos no Brasil. É possível pedir a entrega de comida em qualquer lugar, no parque, na praia, faculdade...É só especificar e discar!

 

SOBRE A AUTORA: Gaby Brandalise é jornalista, escritora e tem um canal no YouTube. Começou escrevendo fan fictions de cantores, bandas e seriados. Depois, partiu para romances, crônicas, artigos, poemas e até músicas. É casada e tem um gatinho lindo chamado Gandalf (que tem esse nome porque é cinza e meio velho). Considera-se viciada em dramas coreanos, kpop e pasta de amendoim. No mais, segue iniciando os regimes às segundas.

 

Sinopse: O que você faria se precisasse escapar da sua própria vida?
Marina vive em Curitiba, atormentada pelas agressões do ex-namorado. So vive em Seul, preso a uma culpa da qual não consegue se livrar. Em mundos tão distantes, mas carregando dores parecidas, a história dos dois vai se cruzar e fazer com que eles finalmente tomem o controle da própria vida, encontrando o ponto de virada que sempre buscaram. Pule, Kim Joo So é uma história ágil e original, que vai surpreender e divertir da primeira à última linha.

Título: Pule, Kim Joo So

Autora: Gabriela Brandalise

Editora: Verus

ISBN: 9788576866466

Ano: 2017

Páginas: 208

Preço: 29,90

 

Filme "Em Pedaços" está nos cinemas

emp reproducaoCena do filme "Em Pedaços" - Divulgação

 

 

Em Pedaços é um filme que fala de uma triste realidade, que existe nos dias de hoje, e nós nem nos damos conta.

 

É através da história de Katja Sekerci que acabamos por conhecer dados de ataques terroristas feitos por grupos neonazistas que são mais comuns (infelizmente) do que pensamos.

 

Katja é casada com Nuri, um homem de nacionalidade turca, que teve problemas com o tráfico de drogas, mas já pagou sua dívida com a sociedade, cumprindo anos de prisão.

 

Os dois tem um filho de seis anos chamado Rocco e vivem na Alemanha.

 

A família tem uma vida comum, com trabalho, escola e amigos, até que um dia Rocco vai passar uma tarde com o pai no trabalho e Katja sai com uma amiga.

Ao final do dia Katja descobre que seu filho e marido estão mortos, pois sofreram em ataque terrorista, uma bomba foi explodida.

 

MV5BNjAxNjhjYWYtNjA5YS00YmViLWEwNDYtMTkxMmQ3YTI4NmFmXkEyXkFqcGdeQXVyNTY0NzUxNA. V1 Cena do filme "Em Pedaços" - Divulgação

 

Mesmo diante de tamanha tristeza, ela precisa dar depoimentos e quem sabe ajudar a polícia a descobrir quem são os assassinos.

 

Em busca de justiça, Katja faz de tudo para ajudar a polícia, apesar de alguns reveses que encontra pelo caminho, mas quando ela percebe que os criminosos saíram impunes, ela resolve fazer justiça com as próprias mãos.

 

O diretor Fatih Akin faz um ótimo filme, onde a câmera também mostra o processo de agonia pelo qual a personagem principal é levada, as cenas tem um tom frio, tal qual o clima que predomina na história.

 

O grande destaque é a atriz Diane Kruger que interpreta a mãe e esposa que sofre e quer justiça, e entrega diversas emoções ao longo da trama, conseguindo levar o espectador junto com ela, por entre suas dúvidas, descobertas e tristezas e ainda passa credibilidade em todas elas.

 

Para assistir um filme como “Em Pedaços” você tem que ser forte, pois apesar de ser uma história ficcional, ela mostra muito do que um ser humano é realmente capaz de fazer por conta de seus ideais e crenças.

 

Enfim, um filme forte, pesado de se ver, triste também, mas tem seus momentos de fôlego, de suspense, e de surpresas.

 

Título Original: Aus Dem Nichts

Gênero: Drama/Suspense

Duração: 1 hora e 46 minutos

Ano de Lançamento: 2018

Direção: Fatih Akin

Elenco: Diane Kruger, Denis Moschitto, Numan Acar, Johannes Krisch, Ulrich Tukur, Karin Neuhauser, Henning Peker, Adam Bousdoukos.

RITA VAZ

TUDO SOBRE FILMEwww.tudosobrefilme.com.br

Última atualização em Ter, 20 de Março de 2018 18:33
 


Página 1 de 51
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.