Mitos e verdades da dieta vegana na gravidez

A escolha de se tornar vegano exige uma série de modificações no cardápio e em aspectos cotidianos da vida. O veganismo é uma filosofia que exclui o consumo de qualquer produto que tenha como origem a exploração e crueldade dos animais, como roupas e sapatos de couro, remédios e cosméticos testados em animais, entre outros.  Na alimentação, essa ideologia exclui o consumo de qualquer alimento de origem animal, incluindo ovos, leite e seus derivados.

Muitas mulheres, que abdicaram desse consumo, costumam ter dúvidas se durante a gestação faltará algum nutriente importante para o bebê e se isso prejudicará o crescimento do feto. Segundo Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, a dieta vegana não traz prejuízos nessa fase, mas é preciso tomar alguns cuidados, como acompanhamento médico e nutricional durante todo o processo, para obter as orientações necessárias.

Confira abaixo alguns mitos e verdades sobre o assunto:

É seguro seguir uma dieta vegana durante a gravidez.

 Verdade. De acordo com o artigo publicado no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, essa dieta é saudável, nutricionalmente adequada e pode fornecer benefícios na prevenção e no tratamento de certas doenças, como diabetes, doenças cardíacas, hipertensão arterial, obesidade e alguns tipos de câncer. Além disso, confere vantagens cerebrais ao feto. “Portanto se trata de uma opção segura, tanto para a mãe quanto para o bebê, lembrando que deve-se sempre ter acompanhamento médico”, indica Cyntia.


O veganismo prejudica o desenvolvimento do bebê. 

Mito. Por se tratar de uma opção altamente restritiva, pode trazer problemas à saúde se não for efetuada de forma correta - assim como em qualquer dieta em que você não consome os nutrientes necessários. “É preciso ter atenção, aumentar a ingestão de legumes, verduras e frutas. Não basta só deixar de comer carne, mas sim fazer com que os nutrientes da carne sejam substituídos por outros alimentos”, comenta. “Dessa forma, essa opção alimentar não prejudicará a criança”.

Não é indicado a amamentação nesses casos. 

Mito. A mãe pode optar pela amamentação normalmente. Sempre lembrando a importância de fazer um acompanhamento médico rigoroso com nutricionista e pediatra para garantir que as vitaminas e minerais passados para o bebê não estejam abaixo do necessário.

 

As crianças não devem adotar essa alimentação após o nascimento.

Mito. Segundo a especialista, não há nenhuma contraindicação em relação ao fato da criança deixar de ingerir alimentos de origem animal. Pelo contrário, sendo bem equilibrada, a ausência de alimentos de origem animal contribuirá para a saúde das crianças e aumento da imunidade. “Minha orientação é que, assim como nas dietas convencionais, a criança adote esse hábito com a supervisão de um especialista. Devido ao fato de estarem em fase de crescimento, os pequenos possuem uma necessidade maior de nutrientes na comparação com os adultos”, conclui a nutricionista e consultora da Superbom.

 

Sobre a Superbom

A Superbom é uma empresa alimentícia, que trabalha com uma linha de produtos saudáveis, que abrange sucos, geleias, salsichas, proteínas, pratos prontos, entre outros. Fundada em 1925, a Superbom comercializa os seus produtos em mais de 25 mil pontos de vendas em todo país. Em função disso, é considerada uma das principais empresas do ramo de alimentos para veganos e vegetarianos do Brasil. A empresa iniciou as suas atividades com a produção de suco de uva, no interior de uma antiga casa pertencente ao Colégio Adventista Brasileiro (CAB), que posteriormente ficou conhecido como Instituto Adventista de Ensino e, hoje, abriga o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp-SP). Durante toda a sua história, a empresa atua diretamente ligada à Igreja Adventista do Sétimo Dia. Atualmente, a companhia conta com 250 colaboradores, entre a sede e as duas plantas da indústria (localizadas em São Paulo, capital, e em Lebon Régis, Santa Catarina).

www.superbom.com.br

 

Ônibus Palco ganhou as ruas de Curitiba

O projeto Artes e Patrimônio - Ônibus da Cultura foi lançado neste sábado em Curitiba. Primeiro dos dois veículos especiais, o Ônibus Palco faz sua estreia levando muita música e circo para a Rua da Cidadania do Cajuru. Apresentações de dança, música, folclore e circo animaram a tarde das crianças e dos adultos.
 
Realizado pelo Solar do Rosário, por meio da Lei Rouanet do Ministério da Cultura, com patrocínio master do Grupo J. Malucelli, o projeto apresenta dois ônibus que foram reformados para se transformarem em unidades culturais itinerantes. O primeiro é este que reúne  atrações no final de semana. Já o Ônibus Museu está em fase final de montagem e vai começar suas atividades no segundo semestre.
 
A Prefeitura Municipal de Curitiba é uma das apoiadoras do projeto. Por meio de um convênio com a Fundação Cultural de Curitiba, cedeu os dois ônibus em comodato durante a realização do projeto. Os outros patrocinadores são Blount, Greca Asfaltos e Fertpar.
 
O objetivo dos Ônibus Palco e Museu é democratizar o acesso à cultura para toda a população. Eles fazem paradas em escolas públicas, CMEIs (Centro Municipal de Educação Infantil), parques, escolas especiais, praças e Ruas da Cidadania. Com previsão de percorrer todos os bairros, buscam contribuir para a formação de plateia e sentimento de pertencimento à cidade e ao espaço público. Crianças, em idade de despertar para a sensibilização cultural e adultos de todas as faixas etárias serão atendidos.
 

O projeto prevê dois anos de duração, segundo a coordenadora do Artes e Patrimônio, Lucia Casillo Malucelli, que também atua como diretora do Solar do Rosário. Serão mais de 380 apresentações do Ônibus Palco, levando atrações como danças, concertos musicais didáticos, contações de histórias, teatro, circo e grupos folclóricos. Além de grupos convidados da cidade, como companhias étnicas e alunos de faculdades de artes, abre espaço para os artistas das comunidades se apresentarem.

 

7º Olhar de Cinema anuncia vencedores

Longa-metragem "Homens que Jogam" recebeu o Prêmio Olhar de Melhor Filme

 

Homens que jogam

'Homens que Jogam' ganha de melhor filme. (Foto: Divulgação)

 

Aconteceu hoje (13), a cerimônia de premiação do 7º Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba. O júri da Mostra Competitiva, composto pelo cineasta André Novais Oliveira, a programadora Claire Allouche e o crítico de cinema Roger Koza, elegeu a co-produção eslovena-croata "Homens que Jogam" como o melhor filme desta edição. O longa-metragem brasileiro "Sol Alegria", de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira, também se destacou entre os selecionados, recebendo um prêmio especial do júri, que ainda concedeu ao filme "Boa Sorte", de Ben Russell, o prêmio de Contribuição Artística.

Dentre os curtas da Mostra Competitiva, o vencedor do Prêmio Olhar foi "A Estranha História do Prince Dethmer", dirigido por Corto Vaclav e Hadrien La Vapeur. "Eles Vêm Aí!", de Ezequiel Reyes, recebeu uma menção especial. Para o público, o melhor filme da Mostra Competitiva foi "Fabiana", da diretora goiana Brunna Laboissière.

Os filmes brasileiros que receberam o Prêmio Olhares Brasil foram o longa "O Chalé É uma Ilha Batida de Vento e Chuva", de Letícia Simões, e o curta "Maré", de Amaranta Cesar. O Prêmio Olhares Brasil 

A cerimônia de premiação aconteceu antes da exibição do longa-metragem "Meu Nome É Daniel", dirigido por Daniel Gonçalves. Confira a lista completa:

Competitiva

Prêmio Olhar de Melhor Filme
HOMENS QUE JOGAM
/ Playing Men
Matjaž Ivanišin

Prêmio Especial do Júri
SOL ALEGRIA
/ Sol Alegria
Tavinho Teixeira, Mariah Teixeira

Prêmio de Contribuição Artística
BOA SORTE
/ Good Luck
Ben Russell

Prêmio Olhar de Melhor Filme Curta-Metragem
A ESTRANHA HISTÓRIA DO PRÍNCE DETHMER
/ L'étrange histoire de Prince Dethmer
Corto Vaclav, Hadrien La Vapeur
*Menção Especial: ELES VÊM AÍ! (¡Allá Vienen!), Ezequiel Reyes

Prêmio do Público
FABIANA
/ Fabiana
Brunna Laboissière

Outros Prêmios

Prêmio de Melhor Filme da mostra Novos Olhares
POR DETRÁS DAS CORTINAS
/ Derrière les Volets
Messaline Raverdy

Prêmio de Melhor Filme da mostra Outros Olhares
NOSSA CASA
/ Watashitachi no ie
Yui Kiyohara

Prêmio Olhares Brasil |Longa (Melhor longa-metragem brasileiro)
O CHALÉ É UMA ILHA BATIDA DE VENTO E CHUVA
/ O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva
Letícia Simões

Prêmio Olhares Brasil | Curta (Melhor curta-metragem brasileiro)

MARÉ
/ Maré
Amaranta Cesar
*Menção Especial: Estamos todos aqui, Chico Santos e Rafael Mellim

Prêmios Parceiros

Prêmio da Crítica / Abraccine
ANSIOSA TRADUÇÃO
/ Nervous Translation
Shireen Seno

Prêmio AVEC-PR (Melhor curta-metragem da mostra Mirada Paranaense)
ACIMA DA LEI
/ Acima da Lei
Diego Florentino
*Menção Especial: Lui, Denise Kelm

Olhar de Cinema

O Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba acontece de 6 a 14 de junho. O evento, em sua sétima edição, tem como objetivo destacar e celebrar o cinema independente, por meio da seleção de filmes com propostas estéticas inventivas, envolventes e com comprometimento temático. 

Ao mesmo tempo em que resgata clássicos do passado, oferecendo a oportunidade do público de descobrir e redescobrir olhares já reverenciados, o festival apresenta ao público novos diretores que, mesmo com uma curta filmografia, possuem forte identidade artística. Dessa maneira, o evento tem a intenção não só de proporcionar ao público experiências cinematográficas singulares, mas também fomentar a reflexão acerca da linguagem e história do cinema.

Paralelamente às exibições, o festival promove o Curitiba_Lab, iniciativa que busca estimular e aprimorar o desenvolvimento de projetos e que, este ano, selecionou nove projetos dentre 70 inscritos. Além disso, serão três oficinas voltadas para animação, som e roteiro, e diversos seminários, que trarão ao debate questões como a distribuição do cinema de autor, crítica e curadoria, representação e representatividade.

O 7º Olhar de Cinema é uma realização da Grafo Audiovisual em parceria como o Ministério da Cultura e conta com o patrocínio BRDE, FSA, Ancine e apoio SESI-PR.

7º Olhar de Cinema anuncia vencedores
Longa-metragem "Homens que Jogam" recebeu o Prêmio Olhar de Melhor Filme


Aconteceu hoje (13), a cerimônia de premiação do 7º Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba. O júri da Mostra Competitiva, composto pelo cineasta André Novais Oliveira, a programadora Claire Allouche e o crítico de cinema Roger Koza, elegeu a co-produção eslovena-croata "Homens que Jogam" como o melhor filme desta edição. O longa-metragem brasileiro "Sol Alegria", de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira, também se destacou entre os selecionados, recebendo um prêmio especial do júri, que ainda concedeu ao filme "Boa Sorte", de Ben Russell, o prêmio de Contribuição Artística.

Dentre os curtas da Mostra Competitiva, o vencedor do Prêmio Olhar foi "A Estranha História do Prince Dethmer", dirigido por Corto Vaclav e Hadrien La Vapeur. "Eles Vêm Aí!", de Ezequiel Reyes, recebeu uma menção especial. Para o público, o melhor filme da Mostra Competitiva foi "Fabiana", da diretora goiana Brunna Laboissière.

Os filmes brasileiros que receberam o Prêmio Olhares Brasil foram o longa "O Chalé É uma Ilha Batida de Vento e Chuva", de Letícia Simões, e o curta "Maré", de Amaranta Cesar. O Prêmio Olhares Brasil 

A cerimônia de premiação aconteceu antes da exibição do longa-metragem "Meu Nome É Daniel", dirigido por Daniel Gonçalves. Confira a lista completa:

Competitiva

Prêmio Olhar de Melhor Filme
HOMENS QUE JOGAM
/ Playing Men
Matjaž Ivanišin

Prêmio Especial do Júri
SOL ALEGRIA
/ Sol Alegria
Tavinho Teixeira, Mariah Teixeira

Prêmio de Contribuição Artística
BOA SORTE
/ Good Luck
Ben Russell

Prêmio Olhar de Melhor Filme Curta-Metragem
A ESTRANHA HISTÓRIA DO PRÍNCE DETHMER
/ L'étrange histoire de Prince Dethmer
Corto Vaclav, Hadrien La Vapeur
*Menção Especial: ELES VÊM AÍ! (¡Allá Vienen!), Ezequiel Reyes

Prêmio do Público
FABIANA
/ Fabiana
Brunna Laboissière

Outros Prêmios

Prêmio de Melhor Filme da mostra Novos Olhares
POR DETRÁS DAS CORTINAS
/ Derrière les Volets
Messaline Raverdy

Prêmio de Melhor Filme da mostra Outros Olhares
NOSSA CASA
/ Watashitachi no ie
Yui Kiyohara

Prêmio Olhares Brasil |Longa (Melhor longa-metragem brasileiro)
O CHALÉ É UMA ILHA BATIDA DE VENTO E CHUVA
/ O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva
Letícia Simões

Prêmio Olhares Brasil | Curta (Melhor curta-metragem brasileiro)

MARÉ
/ Maré
Amaranta Cesar
*Menção Especial: Estamos todos aqui, Chico Santos e Rafael Mellim

Prêmios Parceiros

Prêmio da Crítica / Abraccine
ANSIOSA TRADUÇÃO
/ Nervous Translation
Shireen Seno

Prêmio AVEC-PR (Melhor curta-metragem da mostra Mirada Paranaense)
ACIMA DA LEI
/ Acima da Lei
Diego Florentino
*Menção Especial: Lui, Denise Kelm

Olhar de Cinema

O Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba acontece de 6 a 14 de junho. O evento, em sua sétima edição, tem como objetivo destacar e celebrar o cinema independente, por meio da seleção de filmes com propostas estéticas inventivas, envolventes e com comprometimento temático. 

Ao mesmo tempo em que resgata clássicos do passado, oferecendo a oportunidade do público de descobrir e redescobrir olhares já reverenciados, o festival apresenta ao público novos diretores que, mesmo com uma curta filmografia, possuem forte identidade artística. Dessa maneira, o evento tem a intenção não só de proporcionar ao público experiências cinematográficas singulares, mas também fomentar a reflexão acerca da linguagem e história do cinema.

Paralelamente às exibições, o festival promove o Curitiba_Lab, iniciativa que busca estimular e aprimorar o desenvolvimento de projetos e que, este ano, selecionou nove projetos dentre 70 inscritos. Além disso, serão três oficinas voltadas para animação, som e roteiro, e diversos seminários, que trarão ao debate questões como a distribuição do cinema de autor, crítica e curadoria, representação e representatividade.

O 7º Olhar de Cinema é uma realização da Grafo Audiovisual em parceria como o Ministério da Cultura e conta com o patrocínio BRDE, FSA, Ancine e apoio SESI-PR.

Última atualização em Sex, 15 de Junho de 2018 14:21
 

Netflix lança trailer final da segunda temporada de Marvel - Luke Cage

No trailer final da nova temporada de Marvel - Luke Cage, que estreia globalmente na Netflix no dia 22 de junho, Mariah Dillard se depara com uma ameaça iminente ao seu domínio no Harlem - o imparável Bushmaster. Armado com os segredos mais profundos de Mariah, Bushmaster põe em perigo tudo o que ela mais preza. Enquanto isso, Luke Cage luta com a ideia de interferir e proteger Mariah para o bem do Harlem.

 



Sobre a Netflix
A Netflix é o principal serviço de entretenimento por internet do mundo. São 125 milhões de assinaturas em mais de 190 países assistindo a séries, documentários e filmes de diversos gêneros e idiomas. O assinante Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à internet. O assinante pode assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.

 

Gratis: No clima da Copa do Mundo

Atividades, brincadeiras e muita gastronomia inspiradas do mundial de futebol

 

 

                                                    Copa do Mundo 2018

 

Quem passar pelo Mercado Municipal de Curitiba a partir desta quinta-feira
(14) vai entrar no clima da Copa do Mundo 2018.  A Prefeitura de Curitiba
com apoio da SMAB e realizado pela Ascesme - Associação dos Comerciantes
Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba, programou transmissão dos
jogos quando o Mercado Municipal estiver aberto e também três sábados de
brincadeiras temáticas para curtir em família.

 

O público poderá acompanhar as partidas nas Praça João Snege. Os quatro
restaurantes Fuji, Box, Bonna e Anarco prepararam petiscos alusivos a países
e que terão preço único de R$ 15.90. As opções vão de uramaki (sushi com
aspargo, shitake e camarão empanado) a arancini (bolinho de arroz recheado
com ragu de carne). A primeira transmissão será já na abertura do mundial de
futebol, quinta-feira a partir das 11h30.

 

As crianças também são muito bem vindas. Para elas, a programação inclui
diversas atividades e brincadeiras que serão oferecidas gratuitamente com as
monitoras do projeto Criança na Plateia + Pintando na Calçada. Vai ter
oficina mini chefe gourmet, customização de chapéu Copa 2018, de Matrioska,
de camiseta. Os pequenos também poderão fazer bola de meia, máscara
Zabivaka, participar do camarim de pintura e muito mais. Será dias 16, 23 e
30 de junho das 11h às 15h. Mais detalhes no site
www.mercadomunicipaldecuritiba.com.br

 

Serviço

O que: Copa do Mundo no Mercado Municipal de Curitiba

Onde: Transmissão dos jogos na Praça João Snege e Atividades/Brincadeiras no
Setor de Orgânicos

Quando: de 14 de junho a 13 de julho

Quanto: gratuito

 

Crédito de fotos: Divulgação

Última atualização em Ter, 12 de Junho de 2018 09:46
 

Festival “Música é o Canal” apresenta shows com o novo cenário musical de Curitiba

O novo cenário da música curitibana será destaque durante o evento "Música é o Canal – Degustação Sonora", nesta sexta-feira (08), a partir das 18h, na Casa Quatro Ventos. Com realização do portal de cultura "Eu Amo Curitiba", o espaço recebe além dos shows, diversos atrativos e surpresas ao longo da noite. O encontro vai comemorar também um ano da coluna "Música é o Canal", assinada pelo jornalista, produtor cultural e apresentador, Lucas Cabaña.

A Casa Quatro Ventos, recebe os shows da cantora Day Paixão e o projeto "Soul Samba Reggae", os cantores e compositores, Ravi Brasileiro, Elian Woidelo, os pioneiros em apresentar o estilo do "Diddley Bow" em Curitiba, o projeto Didley Duo e diretamente do norte brasileiro, mas radicado na cidade, o idealizador da festa, "Fui Pará", o DJ Marquesa traz seu set com diversas referências nortistas para encerrar a programação musical da noite.

"Essa fusão sonora do evento apresenta justamente as possibilidades do atual cenário musical que a gente tem vivenciado em Curitiba. Temos muitos artistas bons na cidade e há dez anos escrevendo sobre, atualmente nós estamos em um dos grandes momentos dessa efervescência sonora", afirma o colunista, Lucas Cabaña.

Durante todo o evento haverá exibição de clipes com diversos artistas e projetos musicais realizados em Curitiba e ainda, o artista visual, ilustrador e designer gráfico, Marcelo Bittencourt, reconhecido pelas suas pinturas que expressam a temática musical, irá realizar diversas pinturas ao vivo além de expor diversas obras do acervo da empresa "Homem Que Voa", idealizada por ele.

"A ideia é a gente degustar toda forma de música que houver nessa vida. O evento marca um divisor na história do mercado musical em Curitiba. A partir deste mês, a coluna 'Música é o Canal` se torna editoria, sendo a primeira do segmento na cidade e o site vai ser o primeiro portal de cultura de Curitiba e do Paraná. Se a música produzida aqui já era destaque, agora nós teremos uma expansão e os artistas um espaço amplo para divulgação dos seus trabalhos", revela, Cabaña.

SERVIÇO | Música é o Canal – Degustação Sonora

Onde: Casa Quatro Ventos

Endereço: Rua da Paz, 51 – Centro (próximo ao Museu do Expedicionário)

Quando: 08 de junho (sexta-feira)

Horário: A partir das 18h (os shows têm início às 18h30)

Entrada: R$5

Evento: http://bit.ly/MúsicaÉOCanal

Apoio cultural: Rádio Cultura de Curitiba, Rádio Banda B, Escritório de Criação, Maith Entretenimento, Pequena Mari Produções e PDR Produção e Evento.

 


Página 1 de 247
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.