Bancos Indígenas do Brasil no MAI

Com entrada gratuita, exposição terá abertura no dia 13 de novembro

 

img11

Exposição Bancos Indígenas do Brasil (Foto: Divulgação)

 

Por sua abrangência e variedade, a exposição Bancos Indígenas do Brasil toca em uma ampla variedade de temas, revelando pontos de conexão entre a arte indígena [LA1] e mostrando ao público a potência criativa e o apuro estético dos povos tradicionais.

Exposição já passou por São Paulo e Tóquio

A Exposição já passou pelo Pavilhão Japonês no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e pelo Museu de Arte Teien, em Tóquio. Em São Paulo, a expografia foi assinada por Eiji Hayakawa e Claudia Moreira Salles, enquanto em Tóquio foi assinada por Toyo Ito. Nas duas cidades, a exposição recebeu cerca de 60 mil visitantes.

FICHA TÉCNICA DA EXPOSIÇÃO

Exposição Bancos Indígenas do Brasil

Direção: Julíanna Podolan Martims

Curadoria/Expografia: Ana Itália Paraná Mariano e Ana Silvia Paraná Mariano Kerin

Coordenação: Samantha Donner Rothert

Montagem/Iluminação: Artur William Pereira

Projeto gráfico: Yumi Saneshigue

Vídeo: Estúdio Rafael Costa

SERVIÇO

EXPOSIÇÃO BANCOS INDIGENAS DO BRASIL

13 de novembro a 11 de fevereiro

Horário Visitação: Segunda à Sexta, das 10h às 17:30h.

Entrada Gratuita.

Local: Museu de Arte Indígena - MAI

Endereço: Av. Água Verde, 1413 - Água Verde, Curitiba – PR

Telefone: 41 3121-2395

Informações:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Agendamentos:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

SOBRE A COLEÇÃO BE?

A coleção BE? de bancos indígenas abrange mais de 500 peças oriundas de povos de diferentes regiões: Alto e Baixo Xingu, sul da Amazônia/Centro-Oeste, norte do Pará e Guianas e noroeste amazônico. Os bancos aliam funcionalidade e beleza; ao mesmo tempo que são reconhecidos como objetos de arte e design, preservam sua dimensão religiosa e simbólica: esculpidos em madeira, muitas vezes em formatos de animais, decorados com grafismos ou coloridos com pigmentos diversos, eles espelham o universo cultural e a cosmologia das etnias que os criam.

Por sua extensão e importância, a Coleção BEI é hoje uma referência em arte indígena brasileira. Seus bancos vêm sendo expostos em instituições do Brasil e do mundo, contribuindo para abrir novos horizontes de reflexão sobre as complexas inter-relações entre as artes tradicionais e a cultura contemporânea.

www.colecaobei.com.br

SOBRE O MUSEU DE ARTE INDÍGENA - MAI

O Museu de Arte Indígena - MAI foi inaugurado em Curitiba no dia 16/11/2016 no bairro Água Verde, em Curitiba, no Paraná. É o primeiro museu particular do Brasil dedicado exclusivamente à produção artística dos indígenas brasileiros, e conta com um dos maiores acervos do mundo nesta área. São cerca de mil peças no acervo divididas entre arte plumária, cerâmica, cestas, instrumentos musicais, máscaras ritualísticas e objetos utilitários.

O MAI nasceu em Clevelândia (PR), em 2009, com o objetivo de resgatar e preservar a cultura indígena brasileira. A qualidade de seu acervo e os cuidados constantes na manutenção e conservação das peças permite aos visitantes uma verdadeira imersão cultural. O MAI é fruto de vinte e um anos de trabalho de Julianna Podolan Martins em expedições às mais diversas etnias e contempla a diversidade cultural dos principais povos indígenas do território nacional.

Com curadoria de Ana Itália Paraná Mariano, o museu detalha a origem das peças e as tradições culturais das mais diversas etnias. Um amplo espaço de eventos reproduz a arquitetura e atmosfera de uma oca. Todas as áreas do MAI foram projetadas para receber cada uma das categorias do acervo. O espaço foi construído com a mais recente tecnologia de climatização, para assegurar temperatura e umidade do ar necessárias para conservar os objetos, muitos raros e delicados.

www.maimuseu.com.br

Última atualização em Seg, 05 de Novembro de 2018 14:02
 

Coleção cápsula MKGO Bold

Dá uma conferida no lançamento da linha #MKGO Bold, de MICHAEL Michael Kors.

Não dá vontade de ter tudinho no closet?

 

 

                              

Última atualização em Seg, 05 de Novembro de 2018 09:39
 

Peça teatral com MARIANA XAVIER chega a Curitiba

mariana
Mariana Xavier na peça "O Último Capítulo" que será apresentada em Curitiba nos dias 9 e 10 de novembro (Foto: Divulgação)

 

 

Chega a Curitiba a comédia "O Último Capítulo"  com a atriz Mariana Xavier (conhecida por seus trabalhos nos filmes “Minha Mãe é uma Peça I e II” e “Gostosas, Lindas e Sexies”, além das novelas “I Love Paraisópolis”, “Além do Horizonte” e “A Força do Querer”, e do programa “Vídeo Show”), acompanhada em cena com o ator Cleber Salgado, após realizar turnê por quinze cidades e diversas temporadas no Rio de Janeiro! A comédia será apresentada dias 9 e 10 de novembro no Teatro Fernanda Montenegro (Shopping Novo Batel), sempre às 21 horas.

 

SINOPSE

A peça conta a história de um casal em crise: Berenice, uma romântica e sonhadora diarista apaixonada por novelas, e Dagoberto, um desempregado crônico fanático por futebol. Berê chega do trabalho ansiosa para curtir o último capítulo de sua novela preferida, mas um repentino apagão acaba com seus planos de acompanhar o desfecho do folhetim. Nossa história se passa num tempo em que não há celular, nem internet: resta ao casal, então, conversar.

 

 

O público acompanha uma divertida e dramática DR (Discussão de relação) de um casal que se ama, mas que acha que chegou a hora de se separar. Através de flashbacks, Berenice e Dagoberto vão reavaliando sua relação e chegam à conclusão de que seu casamento também é uma grande novela, e que também pode estar no último capítulo.  

 

Escrito por Alexandre Morcillo e Clóvis Corrêa e dirigido por Márcio Vieira (premiado pela direção do espetáculo “FAVELA” e assistente de direção de “Andança – Beth Carvalho – O musical”), “O ÚLTIMO CAPÍTULO” comemora a oportunidade dos amigos Mariana e Cleber, declaradamente fãs um do outro, trabalharem juntos.

 

 

Mariana Xavier é idealizadora do projeto e assina a produção junto com Bruna Dornellas e Wesley Telles, da WB Produções. Apesar de ter se tornado conhecida do grande público através da TV e do cinema, o teatro é seu berço artístico e ela se diz muito feliz por voltar aos palcos, especialmente numa comédia para todas as idades e classes sociais: “tenho muito orgulho de fazer uma peça que não tem um mísero palavrão, não tem uma baixaria sequer, e ainda assim faz a platéia passar mal de rir!”.

 

15314189195b47992705068 1531418919 3x2 md
Mariana Xavier e Cleber Salgado em "O Último Capítulo" (Foto: Divulgação)

 

o ultimo capitulo
Cleber Salgado e Mariana Xavier em "O Último Capítulo". A peça estará em Curitiba nos dias 9 e 10 de novembro (Foto: Divulgação)

 

 

 

 

NA INTERNET

FICHA TÉCNICA

Autores: Clóvis Corrêa e Alexandre Morcillo

Direção: Márcio Vieira

Elenco: Mariana Xavier e Cleber Salgado

Idealização: Mariana Xavier

Direção Musical: Márcio Eduardo Melo

Iluminação: Djalma Amaral

Cenário: Marcelo Aouila

Figurino: Helida Serimarco

Visagismo: Guilherme Camilo

Programação Visual: Yasmin Campbel
Designer Gráfico: Ellen Trevizan

Direção de Produção: Bruna Dornellas, Mariana Xavier e Wesley Telles

Coordenação do Projeto: Letícia Nápole

Produção Executiva: Marcelo Aouila

Assistente de Produção e Social Media: Deivid Andrade

Produção Nacional: Trampo Produções Culturais e WB Produções

Assessoria de Imprensa (Curitiba): CL Produções

Produção Local: CL Produções

 

SERVIÇO

O ÚLTIMO CAPÍTULO

LOCAL: Teatro Fernanda Montenegro (Shopping Novo Batel)

Data: 9 (sexta) e 10 (sábado) de novembro

Horário: 21h

Ingressos: R$ 45,00 (meia entrada) + TX Diskingressos

Vendas: Diskingressos ou na bilheteria do Teatro

Endereço: Alameda Dom Pedro II, 255 (Shopping Novo Batel)

Fone: (41) 3224-4986

Classificação: 10 anos

Duração: 70 minutos

Gênero: Comédia

Última atualização em Seg, 05 de Novembro de 2018 12:47
 

HBO GO para os amantes de arte

 Elvis Presley, Steven Spielberg, Robin Williams, Andy Warhol, Arthur Miller, Stephen Sondheim e Jane Fonda são alguns dos exemplos de personalidades que tiveram a vida retratada pela HBO. Os amantes da arte podem conferir documentários originais sobre ícones da música, do cinema e das artes plásticas na HBO GO. quando e onde quiserem. Já no dia 5 de novembro, a produção sobre a trajetória de Jane Fonda é destaque no canal HBO. Confira abaixo alguns títulos imperdíveis:

 
‘ARTHUR MILLER: ESCRITOR’ (ARTHUR MILLER: WRITER)
Disponível na HBO GO
 
Um olhar íntimo para a vida de Arthur Miller, um dos maiores escritores dos EUA no século XX, a partir da perspectiva de sua filha, a cineasta Rebecca Miller. O documentário acompanha de perto a vida de Miller enquanto explora tanto suas virtudes como seus fracassos.
 
‘ELVIS PRESLEY: O REI DO ROCK’ (ELVIS PRESLEY: THE SEARCHER)
Disponível na HBO GO
 
A HBO mostra a vida e o impacto cultural da música do artista, desde o seu primeiro sucesso e ao longo da sua carreira, com músicas como It’s Now or NeverAre You Lonesome Tonight e Suspicious Minds. Com cenas surpreendentes filmadas em Graceland, a icônica casa de Elvis, o documentário dividido em dois episódios mergulha na vida do “Rei do Rock & Roll” por meio de depoimentos inéditos das pessoas que o conheceram bem e foram profundamente influenciadas por ele.
 
‘HERBLOCK: PRETO E BRANCO’ (HERBLOCK: THE BLACK & THE WHITE)
Disponível na HBO GO
 
Um documentário revelador sobre a longa e influente carreira de Herbert Block, mais conhecido como “Herblock”, cujas caricaturas editoriais no The Washington Post deram uma poderosa voz moral aos EUA por quase meio século.
 
‘JANE FONDA IN FIVE ACTS’
Estreia dia 5 de novembro, às 22h, no canal HBO e na HBO GO
 
Desprezada como "Hanoi Jane", desejada como "Barbarella" e admirada como parte do movimento feminista, Jane Fonda é o tema deste documentário que revela quem ela é realmente – uma mistura de vulnerabilidade, magnetismo, ingenuidade e valentia – e como foi se transformando ao longo do tempo. O longa é baseado em 21 horas de entrevistas com a atriz, que fala com franqueza sobre sua vida e seus erros, a dor causada pelo suicídio da mãe, a falta de disponibilidade emocional do pai, 30 anos de transtornos alimentares e três casamentos com homens muito famosos, mas completamente diferentes entre si.
 
‘LARRY KRAMER: NO AMOR E NA RAIVA’ (LARRY KAMER IN LOVE AND ANGER)
Disponível na HBO GO
 
Um documentário que proporciona um olhar íntimo à extraordinária vida e obra de Larry Kramer, autor e ativista para a comunidade LGBT, cuja paixão e persistência inspiraram uma geração a se levantar e se defender. “Larry Kramer In Love & Anger” utiliza cenas da obra semiautobiográfica indicada ao Globo de Ouro, “The Normal Heart”, para celebrar uma figura multifacetada conhecida tanto por suas rápidas mudanças de humor como por sua paixão sem limites.
 
LEMBRANÇA DO ARTISTA ROBERT DE NIRO SR. (REMEMBERING THE ARTIST ROBERT DE NIRO SR.)
Disponível na HBO GO
 
Um documentário com um profundo olhar sobre a vida de Robert De Niro Sr., o talentoso pintor e pai do ator Robert De Niro, que honra o legado do pai ao ler as cartas e diários que revelam as batalhas pessoais e profissionais do artista.
 
‘OS DIÁRIOS ZENS DE GARRY SHANDLING’ (ZEN DIARIES OS GARRY SHANDLING)
Disponível na HBO GO
 
Um íntimo documentário em duas partes sobre a vida do lendário comediante Garry Shandling através de seus diários pessoais e cartas. A primeira parte explora desde a infância de Garry até o cancelamento do seu programa de TV, Garry Shandling Show. Este documentário é dirigido pelo amigo e escritor de Garry, o escritor/produtor Judd Apatow.
 
‘O LEILÃO DA BRILLO BOX’ (BRILLO BOX)
Disponível na HBO GO
 
O documentário mostra como a escultura de Andy Warhol se converteu em um ícone da arte pop. Tudo começou na sala da casa do artista, quando Warhol criou uma obra com 17 caixas que foi vendida por apenas mil dólares em 1969. Em 2010, a escultura Brillo Box foi arrematada em um leilão por mais de US$ 3 milhões, revelando a natureza volátil da arte e do seu valor.
 
‘ROBIN WILLIAMS: ENTRE NA MINHA MENTE’ (ROBIN WILLIAMS: COME INSIDE MY MIND)
Disponível na HBO GO
 
Um divertido, íntimo e comovente retrato de um dos comediantes mais queridos e inventivos do mundo, Robin Williams. O filme explora sua extraordinária vida e carreira, revelando o que o levou a dar voz aos personagens em sua mente até sua trágica morte em 2014.
 
SOBRE SUSAN SONTAG(REGARDING SUSAN SONTAG)
Disponível na HBO GO
 
Documentário sobre Susan Sontag (1933-2004), umas das escritoras americanas mais influentes de sua geração. Ícone literário, político e feminista, manteve seu olhar sobre assuntos como os direitos humanos, a arte, a doença e a guerra.
 
‘SONDHEIM EM SEIS CANÇÕES’ (SIX BY SOUNHEIM)
Disponível na HBO GO
 
Um olhar íntimo na vida e obra do lendário compositor e letrista Stephen Sondheim. Acompanhe uma viagem através da criação e apresentação de seis de suas canções, relembradas por seu talentoso autor.
 
‘SPIELBERG’ (SPIELBERG)
Disponível na HBO GO
 
A documentarista Susan Lacy relata a notável carreira do diretor de cinema Steven Spielberg. Neste documentário, Spielberg sai de trás das câmeras para falar sobre suas influencias e motivações, além de compartilhar histórias pouco conhecidas sobre alguns de seus filmes mais famosos.
 
 
Sobre HBO Latin America
 
HBO Latin America é a rede de televisão premium por assinatura, líder na região, respeitada pela qualidade e pela diversidade de sua programação, que inclui séries, filmes, documentários e especiais originais e exclusivos. A rede exibe também alguns dos mais recentes blockbusters de Hollywood, antes de qualquer outro canal premium. Os conteúdos são exibidos em HD em mais de 40 países da América Latina e do Caribe por meio dos canais HBO®, HBO2, HBO Signature, HBO Plus, HBO Family, MAX, MAX Prime, MAX UP e o canal básico Cinemax®. A programação é oferecida também por meio de várias plataformas, como a HBO GO® e HBO On Demand®. HBO Latin America é uma joint venture entre Home Box Office, Inc. (subsidiária da Warner Media, LLC) e Ole Communications, Inc.
 
Última atualização em Sex, 02 de Novembro de 2018 10:19
 

Capa da Glamour de Novembro, Bruna Linzmeyer

Bruna Linzmeyer estará no ar em "O Sétimo Guardião" e fala sobre feminismo, militância e religião

imagem release 1490777
Bruna Linzmeyer para a revista Glamour de novembro

A Capa da Glamour de Novembro, que estará nas bancas no próximo dia 1º, traz a atriz Bruna Linzmeyer, 25 anos, que volta ao ar como Lourdes Maria na próxima novela global, O Sétimo Guardião. A nova das nove, em que promete complicar a vida da personagem de Marina Ruy Barbosa. No dia 15, estará em cartaz nos cinemas com O Grande Circo Místico, de Cacá Diegues, e ainda este ano lança outro longa, O que Resta, de Fernanda Teixeira.

A atriz catarinense, que hoje vive no Rio, adora a palavra “sapatão” e vive usando-a em seu Instagram, onde é seguida por 1,4 milhão de pessoas. Amo a forma como a comunidade quer se apropria do xingamento e o transforma em algo bom. Você não vai me xingar dizendo o que eu sou. Pode buscar outra forma de lidar com seu preconceito”, diz ela, que namora há um ano e meio com a artista plástica Priscila Fiszman. Levantar bandeiras, para Bruna, é tão natural quanto existir.

Abaixo alguns trechos da entrevista para a Glamour que foi feita a partir de 26 temas de A a Z, sob o olhar de Bruna.  

imagem release 1490774

imagem release 1490772

 

DEUS: “Minha família já foi católica, minha mãe trabalhava na igreja paroquial. Hoje ela é espírita e terapeuta de reiki. Não me identifico com religião.  Acredito na natureza, no fluxo dessa energia, no amor que sentimos pelas pessoas. Nas ervas, em matéria e elementos como pedras, cristais, temperos, água doce e salgada, madeira, metais. No poder da linguagem, das imagens. Deus, para mim, é quem ama, acolhe, resiste e muda o mundo por meio do afeto, da escuta e do coletivo.”

MILITÂNCIA “Enquanto houver  minorias violentadas, devemos estar na luta. A militância se dá no dia a dia, no olhar generoso e feminista para com as manas que encontro, com as ‘pequenas’ escolhas no trabalho, num post nas redes, em uma conversa com alguém na rua. O trabalho que me transformou em  uma mulher livre foi feito aos poucos, por muitas  pessoas que me encontraram em seus caminhos.  A militância é coletiva, é feita em rede e com amor.”

VAIDADE: “Há uma borda aí entre cuidado e prazer versus doença. Estejamos atentxs. Temos muita sorte do feminismo entrar como uma linguagem e nos fazer entender o que nossos corpos significam. Meu rolê é o conforto. Ia para a escola de moletom e chinelo. Moda e gênero são para a gente brincar. Escolher  quando e se quer se maquiar, botar um vestido ou um terno, um salto. Quando se torna obrigação, é opressão.”

Última atualização em Qui, 01 de Novembro de 2018 15:34
 

'O Doutrinador' chega aos cinemas nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, 1º de novembro, chega aos cinemas o primeiro filme brasileiro de ação baseado em um personagem de histórias em quadrinhos: "O Doutrinador". O anti-herói que persegue políticos e empresários corruptos apareceu pela primeira vez nas HQs criadas por Luciano Cunha, e será interpretado nas telas por Kiko Pissolato.

O longa traz ainda Eduardo Moscovis, Marília Gabriela e Carlos Betão, como políticos inescrupulosos que estão na mira do Doutrinador. Helena Ranaldi, Tainá Medina, Natália Lage e Tuca Andrada completam o elenco.

Depois da estreia nos cinemas, "O Doutrinador" poderá ser visto na TV, em uma série que será exibida pelo Canal Space no ano que vem. Com direção de Gustavo Bonafé e codireção de Fábio Mendonça, o filme e a série foram criados por Luciano Cunha e Gabriel Wainer, que também participaram das mesas de roteiro, assinado por Mirna Nogueira, LG Bayão, Guilherme Siman, Rodrigo Lages e Denis Nielsen. A produção do filme é da Paris Entretenimento  e a distribuição da Downtown/Paris Filmes. A série tem coprodução do Canal Space.

Sinopse

"O Doutrinador" é um anti-herói no melhor estilo dos vigilantes dos quadrinhos. O Doutrinador é Miguel, um agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.

 

Ficha Técnica do filme:

Direção: Gustavo Bonafé

Roteiro: Mirna Nogueira, LG Bayão, Rodrigo Lages, Denis Nielsen, Guilherme Siman, Gabriel Wainer e Luciano Cunha

Produção: Marcio Fraccaroli, Sandi Adamiu, Bruno Wainer

Produção Executiva: Renata Rezende

Direção de Fotografia: Rodrigo Carvalho

Produtora de elenco: Renata Kalman

Diretor de Arte: Marghe Pennacchi

Figurinista: Flavia Lhacer

Montador: Federico Brioni e Sabrina Wilkins

Elenco

Kiko Pissolato (Miguel)

Samuel de Assis (Edu)

Tainá Medina (Nina)

Marília Gabriela (Ministra Marta Regina)

Eduardo Moscovis (Sandro Correa)

Helena Ranaldi (Julia Machado)

Natália Lage (Isabela)

Natallia Rodrigues (Penélope)

Tuca Andrada (Delegado Siqueira)

Gustavo Vaz (Anterinho)

Carlos Betão (Antero Gomes)

Nicolas Trevijano (Diogo)

Eduardo Chagas (Oliveira)

Sobre a Paris Entretenimento

Após dois anos como coprodutora de grandes sucessos de bilheteria, como a trilogia "Até que a Sorte nos Separe", a Paris Entretenimento consolidou-se como produtora em 2015, com o lançamento do longa "Carrossel - O Filme", que fez 2.7 milhões de espectadores e tornou-se o quarto filme nacional mais visto do ano. 

Entre 2016 e 2017, a Paris Entretenimento foi a produtora que mais lançou filmes no país, com um total de sete longas- metragens exibidos em circuito comercial. Os gêneros variados dessas produções consolidam nossa proposta de abrangência de mercado, explorando diferentes nichos de acordo com as tendências comerciais da época. Desses sete filmes lançados nos últimos meses, dois são adaptações de séries infantis de televisão ("Carrossel 2 - O Sumiço de Maria Joaquina" e "Detetives do Prédio Azul - O Filme"), outros dois são infanto-juvenis voltados ao público masculino ("Internet - O Filme") e feminino ("Meus 15 Anos"), uma comédia romântica destinada ao público adulto ("Um Namorado Para Minha Mulher"), e dois documentários ("Teresinha" e "Aqualoucos"), este último lançado na 41a Mostra Internacional de Cinema. 

Nossa busca por atender à demanda do público brasileiro continua em 2018, por isso selecionamos nossos projetos futuros com base nas tendências de mercado para os próximos meses. Em novembro de 2017 iniciamos a produção de "O Doutrinador", aventura do gênero super-herói que será lançada nos cinemas em Setembro de 2018 e, em seguida, em formato seriado pelo canal Space.

Sobre a Downtown Filmes 

Fundada em 2006, a Downtown Filmes é a única distribuidora dedicada exclusivamente ao cinema brasileiro. Desde 2011, ocupa a posição da distribuidora número 1 no ranking de filmes nacionais. De 2013 até hoje, vendeu mais de 50% de todos os ingressos de filmes brasileiros lançados. Até dezembro de 2017, a Downtown Filmes lançou 120 longas nacionais, que acumularam mais de 100 milhões de ingressos.

Entre os maiores sucessos da distribuidora estão "Minha Mãe É Uma Peça" e "Minha Mãe É Uma Peça 2", estrelados por Paulo Gustavo; "De Pernas Pro Ar", "De Pernas Pro Ar 2", e "Loucas Pra Casar", com Ingrid Guimarães; "Até que a sorte nos separe", "O Candidato Honesto" com Leandro Hassum; "Os Parças" com Whindersson Nunes, Tom Cavalcante e Tirulipa, "Fala Sério, Mãe!" com Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, "Chico Xavier" e "Elis".

Para 2018, o lineup da Downtown conta com 20 títulos, entre eles "Os farofeiros", lançado em março, "O Doutrinador", adaptação da série de quadrinhos de mesmo nome, "O Candidato Honesto 2", "Tudo Por um Pop Star" e "O Palestrante Motivacional" estrelado por Fabio Porchat. 

Sobre a Paris Filmes                                      

A Paris Filmes é uma empresa brasileira que atua no mercado de distribuição e produção de filmes, primando pela alta qualidade cinematográfica. Além de ter distribuído grandes sucessos mundiais, como o premiado "O Lado Bom da Vida", que rendeu o Globo de Ouro® e o Oscar® de Melhor Atriz a Jennifer Lawrence em 2013 e "Meia-Noite em Paris", que fez no Brasil a maior bilheteria de um filme de Woody Allen, a distribuidora tem também em sua carteira os maiores sucessos do cinema nacional, como as franquias "De Pernas Pro Ar" e "Até Que a Sorte nos Separe". Em 2017, a empresa esteve à frente de lançamentos como "La La Land – Cantando Estações", "A Cabana", "D.P.A: Detetives do Prédio Azul - O Filme", "Extraordinário", entre outros. Em 2018, a distribuidora apresenta um lineup diverso, que inclui títulos como "Nada a Perder", "Uma Quase Dupla", "A Maldição da Casa Winchester", "Robin Hood – A Origem", "D.P.A: Detetives do Prédio Azul -  2", entre outros.

Sobre o Space:

Desde sua estreia no Brasil em 2008, o SPACE, canal do Grupo Turner Brasil, traz o melhor conteúdo de ação para um público ávido por emoções extremas, oferece uma programação que o convida a vivenciar experiências de grande intensidade, 24 horas por dia. Filmes dos grandes estúdios de Hollywood, incluindo a mais ampla variedade de gêneros ligados à ação: suspense, terror, ficção científica, aventura, guerra e policial; além de produções originais de alta qualidade como Pacto de Sangue e grandes eventos esportivos. Tudo, reunido em um canal que não dá trégua. Destinado a um público de 18-50 anos, o Space está disponível em mais de 62 milhões de domicílios na América Latina e mais de 12 milhões no Brasil, chegando através de cinco feeds SD (Sul, Panregional, México, América Central e Brasil) e dois feeds HD (Panregional e Brasil).

NET (canal 154 ou 654), Sky (canal 58 ou 258), Claro HDTV (canal 154 ou 654), Oi TV HD (canal 69 ou 569) e Vivo TV (canal 78,366, 378 ou 891).

 


Página 6 de 264
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.